Partilhar

Sintomas da sífilis no homem

 
Por Leonardo Simon. Atualizado: 15 janeiro 2019
Sintomas da sífilis no homem

Uma das doenças sexualmente transmissíveis mais comuns (DST) é a sífilis, uma condição que é provocada por uma bactéria chamada "Treponema pallidum" e que infecta as áreas genitais, o ânus, a boca e os lábios. A sífilis afeta tanto homens quanto mulheres e a forma mais comum de contágio é através da prática sexual sem proteção, embora também possa ser passada da mãe para o seu bebê durante a gravidez.

Os primeiros sintomas desta DST podem ser confundidos com outras doenças e, por isso, serem negligenciados no início, mas é essencial que você esteja alerta a qualquer sinal, pois se ela não é tratada a tempo, a sífilis pode se tornar uma doença crônica. Neste artigo do ONsalus, vamos te mostrar os sintomas da sífilis no homem assim como o tratamento médico que te ajudará a combatê-la e a prevenção adequada desta doença.

Também lhe pode interessar: Ardência depois da relação: homem

Como se pega sífilis

É importante saber detectar a sífilis para poder tratá-la e conseguir eliminar a bactéria do organismo. Saiba que esta DST é transmitida através do contato direto com uma ferida que tem a bactéria, os lugares mais comuns nos quais estas feridas se encontram são os lábios, a boca, as genitais (pênis e vagina, no caso da mulher) e o ânus. A única forma de contágio é com o contato direto, ou seja, através de práticas sexuais (seja por penetração ou sexo oral) e NUNCA será contagiada por se usar o mesmo vaso sanitário que um pessoa infectada, ou por usar as mesmas piscinas, compartilhar roupas, etc.

Sintomas da sífilis no homem

Dito isto, vamos te indicar os sintomas da sífilis no homem para que você fique alerta e possa tratá-la a tempo; você deve saber que os sinais são diferentes dependendo da etapa da doença na qual nos encontremos:

  • Sífilis primária - Primeira fase

É o momento após ter entrado em contato com a úlcera sifilítica. Nesta etapa, aparece uma só úlcera no corpo e, com certeza, com o tempo irão aparecendo ainda mais. O tempo de aparecimento desta ferida pode variar, já que oscila entre os 10 dias posteriores ao contato até os 90 dias, embora, por via de regra, a média seja de 21 dias.

Este primeiro sinal pode ser uma marca redonda, pequena e indolor que aparece na região onde a bactéria penetrou em nosso organismo. Costuma durar 3 a 6 semanas e logo desaparecer sem nenhum tipo de tratamento; no caso de que não tenha ido ao médico neste período, a DST continua para segunda fase.

  • Sífilis secundária - Segunda fase

O sintoma mais evidente de que estamos nesta fase da doença é que aparace uma erupção na pele em uma ou mais áreas do corpo; costuma irritar, mas não causa nenhum tipo de coceira nem ardência. Estas marcas costumam aparecer quando a ferida inicial está em processo de cura ou já tenha desaparecido completamente do corpo.

As erupções desta fase se caracterizam pelo aparecimento de alguns pontos rugosos que podem ser de cor avermelhada ou marrom e que costumam aparecer em regiões como a palma das mãos ou nas plantas do pés. Além disto, outro dos sintomas da sífilis no homem nesta fase fase é o aparecimento de febre, inflamação dos gânglios linfáticos, perda de peso, dor de garganta e fadiga.

  • Sífilis terciária - Terceira fase

Também conhecida como fase latente (ou seja, fase oculta) se caracteriza pelo desaparecimento dos sinais que acabamos de mencionar, de modo que a pessoa estará com a DST, embora externamente não tenha nenhuma marca que a detecte. Esta fase pode durar anos, já que a bactéria já está instaurada em nosso corpo, de modo que possa causar condições muitos mais graves ao danificar órgãos de nosso corpo, danificar os vasos sanguíneos, afetar os ossos, etc.

Não há marcas visíveis desta fase, mas há sintomas relacionados como, por exemplo, a dificuldade de coordenar o corpo, cegueira gradual, demência, etc. Como pode ver, nesta fase o dano pode ser muito grave e, inclusive, causar a morte.

Sintomas da sífilis no homem - Sintomas da sífilis no homem

Sífilis no homem tem cura?

É importante que você saiba que a sífilis tem cura, SIM, sempre e quando estivermos na primeira ou na segunda fase; a terceira é muito mais complicada de tratar, uma vez que a bactéria já se instalou em nosso corpo. Por isso, enquanto detectar algum dos sintomas que acabamos de te detalhar é imprescindível que vá a um médico para que te examine e possa fazer o diagnóstico da doença.

Nas primeiras fases, a sífilis é uma doença de fácil tratamento. Na verdade, se a pessoa teve esta condição por menos de 1 ano bastará uma uma injeção intramuscular de penicilina (um tipo de antibiótico) para poder eliminar esta bactéria; caso o paciente tenha a condição durante mais de 1 ano, será necessária mais de 1 injeção para poder combatê-la. No caso de ser alérgico à penicilina, existem outros substitutos que agem do mesmo modo.

Quando uma pessoa está sendo tratada contra a sífilis não deverá ter relações sexuais com ninguém, pois ainda possui a ferida sifilítica e, portanto, pode contagiar outras pessoas. Acima de tudo é importante que vá ao médico e que não se automedique já que, embora possa comprar medicamentos sem receita na farmácia, estes não corrigirão os sintomas, apenas matarão a bactéria.

Caso se encontre em um estado avançado da doença, o tratamento da sífilis no homem é muito mais forte; pode ser que seja necessário injetar antibióticos diariamente durante 10 dias ou, inclusive, que o tratamento se estenda durante 1 ano, isto sempre dependerá da prescrição médica.

As pessoas que estão na terceira fase da doença (sífilis terciária) poderão experimentar este tratamento, mas é provável que não possam eliminar a bactéria, porque esta já se instalou no corpo de forma estável. Se a DST afeta uma mulher grávida, é importante que o tratamento seja feito imediatamente, pois, caso contrário, poderia afetar a saúde do bebê e até mesmo causar a sua morte.

Sintomas da sífilis no homem - Sífilis no homem tem cura?

A sífilis e o HIV

Quando uma pessoa sofre de sífilis, aumenta o risco de contrair outras DST, como é o caso do HIV. O motivo é que, quando se tem úlceras genitais das quais falamos na primeira fase da condição, é muito mais fácil que, ao entrar em contato com um portador do HIV, possa ser contagiado por esta doença. Na verdade, calcula-se que o risco de ser contagiado com HIV é de 2 a 5 vezes maior se a pessoa tem sífilis.

As feridas produzidas pela sífilis rompem a barreira que nosso organismo tem para nos proteger contra outras infecções; além disso, este tipo de condição pode sangrar muito mais facilmente quando entram em contato com a mucosa genital na hora do ato sexual, algo que aumenta o risco de contrair outras DST.

Sintomas da sífilis no homem - A sífilis e o HIV

Como prevenir a sífilis

Para poder prevenir a sífilis, é essencial ter usar preservativo nas relações sexuais já que, atualmente, é o único método que age como anticoncepcional e também como protetor contra DST; lembre-se que a sífilis também pode ser contagiada pela boca ou pelo ânus, portanto sempre use camisinha, inclusive quando estiver praticando sexo oral. Caso tenha uma parceira estável, no ONsalus te recomendados que vocês façam os exames e, se tudo estiver bem, podem ter relações sexuais sem a necessidade de preservativo.

Este é o único método real que existe atualmente para prevenir esta DST. De nada servirá você se lavar ou urinar depois de ter relações sexuais ou que submeta à uma lavagem mais profunda, já que estas práticas não afetam a transmissão de uma bactéria; se ela já entrou no seu organismo, não importa quanta água você usar, ela não desaparecerá.

Além disso, para evitar o contágio para sua parceira é importante que, diante da presença de sintomas da sífilis no homem, o indivíduo consulte um médico que ajude a determinar se pode, ou não, estar sofrendo desta condição.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Sintomas da sífilis no homem, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor masculino.

Bibliografia
  • "Sífilis" por Sheldon R. Morris, MD, MPH, Associate Professor of Medicine, University of California San Diego. Disponível em: https://www.msdmanuals.com/pt-pt/profissional/doen%C3%A7as-infecciosas/doen%C3%A7as-sexualmente-transmiss%C3%ADveis-dsts/s%C3%ADfilis

Escrever comentário sobre Sintomas da sífilis no homem

O que lhe pareceu o artigo?

Sintomas da sífilis no homem
1 de 4
Sintomas da sífilis no homem

Voltar ao topo da página