menu
Partilhar

Sudorese excessiva: causas e tratamento

 
Por Redação ONSalus. 29 novembro 2021
Sudorese excessiva: causas e tratamento

A sudorese é uma função normal do nosso corpo pela qual são eliminadas toxinas e a temperatura corporal é regulada. Este processo pode ocorrer em maior ou menor medida de acordo com cada pessoa. Quando a sudorese excessiva ocorre nas mãos, pés e axilas, recebe o nome de hiperhidrose primária. Contudo, na maioria dos casos não há uma causa aparente que possa estar gerando o excesso da sudoração.

Esta condição pode ser um verdadeiro incômodo para se ter uma vida normal, posto que muitas vezes o suor é muito evidente, e pode nos incomodar diante de outras pessoas. Neste artigo do ONsalus te explicamos as causas e tratamento da sudorese excessiva. Boa leitura.

Também lhe pode interessar: Sudorese noturna: causas e tratamentos

Quando se preocupar com a sudorese excessiva

A sudorese é um processo natural do corpo necessário para eliminar toxinas que estão no organismo, bem como regular a temperatura corporal. Isto explica o por que suamos quando fazemos exercícios, quando estamos doentes, nervosos, envergonhados ou quando estamos expostos a altas temperaturas. Devemos ficar alertas sobre a sudorese que ocorre fora desta condições sem causa aparente. É possível diferenciar dois tipos de sudorese sem causa aparente: a primeira é a hiperidrose primária, enquanto que, quando a sudorese ocorre como consequência de outras condições, é conhecida como hiperidrose secundária.

Sudorese excessiva: causas e tratamento - Quando se preocupar com a sudorese excessiva

Hiperidrose primária

É uma sudorese que ocorre de forma mais localizada e sua causa é desconhecida. Este tipo de hiperidrose é associada a causas hereditárias. Aparentemente, pessoas com hiperidrose têm algumas glândulas sudoríparas hiperativas pelas quais é gerada a sudorese em excesso. Essa transpiração é especialmente acentuada quando a pessoa está nervosa ou excitada. O problema desta situação é que é acentuada porque a pessoa fica ainda mais nervosa quando percebe que começa a suar, levando a um aumento da sudorese.

Sudorese excessiva: causas e tratamento - Hiperidrose primária

Hiperidrose secundária

Neste caso, a sudorese excessiva é consequência de um condição médica. Este tipo de sudorese pode aparecer em determinadas áreas do corpo ou de forma generalizada. Algumas das condições que podem provocar a produção de suor em excesso, são:

  • Acromegalia. Trata-se de uma condição pouco comum que ocorre devido à presença de um excesso de hormônios do crescimento no corpo causada pela hipófise. A hipófise é uma glândula responsável pelo controle e produção de certos hormônios, portanto, um excesso de um desses hormônios leva à sudorese excessiva.
  • Ansiedade. A ansiedade, na maioria da vezes, vem acompanhada com a hiperidrose, uma vez que o fato de saber sobre seu excesso de sudoração faz com que a pessoa fique nervosa quando começa a suar, entrando em um círculo vicioso.
  • Medicamentos ou certas substâncias. Alguns medicamentos podem provocar um maior excesso de sudoração, assim como algumas bebidas estimulantes, a cafeína, o álcool e o tabaco.
  • Menopausa. Um dos sintomas mais frequentes da menopausa são as ondas de calor. Estas ondas de calor fazem com que haja um excesso de suor, uma vez que aumenta o ritmo cardíaco e a temperatura corporal.
  • Hipertireoidismo. É uma condição na qual a glândula tireoide provoca um excesso de hormônio tireoide, tremor nas mãos, excesso de suor, inquietação e problemas de sono.
  • Doença de Parkinson. Transtorno do sistema motor que pode provocar um aumento da sudorese.
Sudorese excessiva: causas e tratamento - Hiperidrose secundária

Como tratar a sudorese excessiva

Para alívio das pessoas que sofrem de hiperidrose, existem vários tratamentos, cada um com diferentes graus de eficácia, que permitem solucionar o excesso de transpiração. Como veremos a seguir, podem ser uma solução temporária ou resolver o problema de forma definitiva.

  • Antitranspirantes. Consiste em uma série de produtos que contêm cloreto de alumínio hexahidrato, que deve ser aplicado sobre as áreas afetadas. São a principal solução para a produção de suor em exesso que ocorre nas axilas. Alguns podem ser aplicados durante o dia e outros de noite. O inconveniente deste tipo de produto é que pode causar irritações na pele.
  • Iontoforese. Trata-se de um tratamento no qual é utilizada eletricidade para deixar as glândulas sudoríparas temporariamente inativas. É mais utilizado para a sudorese excessiva nas mãos e pés. O procedimento consiste em introduzir os pés e mãos na água e produzir substâncias elétricas durante cerca de 20 minutos.
  • Medicamentos. Certos medicamentos ajudam com que as glândulas sudoríparas reduzam sua atividade. Costumam ser recomendados para os casos de excesso de sudoração no rosto. Além disso, costumam ter efeitos colaterais e não podem ser administrados em todas as pessoas.
  • Botox. É aplicado em pessoas com hiperidrose primária nas axilas. O botox é injetado nas axilas para bloquear temporariamente as glândulas sudoríparas. Um dos efeitos colaterais deste tratamento é a dor na região onde é aplicado.
  • Simpatectomia torácica endoscópica. Abreviada como STE, é utilizada nos casos mais graves. Trata-se de uma intervenção cirúrgica que interrompe o sinal responsável por avisar o corpo para que inicie o excesso de produção do suor. É utilizada nos casos de excesso de suor nas mãos e no rosto. Não é eficaz quando a hiperidrose ocorre nas axilas.
  • Cirurgia de axila. Intervenção cirúrgica através da qual são removidas as glândulas sudoríparas desta região através de um laser, raspagem ou corte. É realizada com anestesia local.
Sudorese excessiva: causas e tratamento - Como tratar a sudorese excessiva

Tratamentos caseiros para a sudorese excessiva

  • Bicarbonato de sódio e limão - basta misturar 10g de bicarbonato de sódio com um limão formando uma pasta e aplicar na região com sudorese excessiva. Deixe por 15 minutos e depois lave bem com água fria.
  • Vinagre de maçã, alecrim e tomilho - utilize 250ml de água, 10g de tomilho, 10g de alecrim e 125 ml de vinagre de maçã. Em seguida, ferva o alecrim e o tomilho na água por 15 mintuso e misture a infusão, após ser coada, com o vinagre. Com uma gaze limpa ou algodão, aplique sobre as mãos, axilas e outras áreas afetadas.
  • Chá de sálvia - coloque 50g de sálvia em 1 litro de água. Em uma panela tampada, deixe a mistura por 15 minutos. Quando esfriar, beba entre uma e duas xícaras do chá por dia.

Agora que você já viu as causas e como tratar a sudorese excessiva, talvez te interesse este outro artigo do ONsalus sobre sudorese noturna.

Sudorese excessiva: causas e tratamento - Tratamentos caseiros para a sudorese excessiva

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Sudorese excessiva: causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Bem-estar.

Bibliografia
  • Pepino, Luciano. Problemas com suor? Conheça tratamentos caseiros para diminuir a transpiração. Disponível em: <https://www.lucianapepino.com.br/blog/tratamento-caseiro-para-suor/>. Acesso em 16 de novembro de 2021.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Sudorese excessiva: causas e tratamento
1 de 6
Sudorese excessiva: causas e tratamento

Voltar ao topo da página