Partilhar

Varizes vulvares: sintomas e tratamento

 
Por Martim Pereira, Redator ONsalus. 4 setembro 2020
Varizes vulvares: sintomas e tratamento

As veias vulvares, específicas das mulheres, são conectadas entre si e estão localizadas entre o setor de órgãos internos e externos da região pélvica, mais especificamente, nas coxas e área genital. Em qualquer setor da extensa área indicada podem surgir as varizes vulvares, as quais costumam aparecer durante a gravidez e, geralmente, não representam problemas de trombose ou hemorragias. No entanto, podem causar diversos transtornos como resultados de problemas de circulação.

Embora não seja comum começar um tratamento para as raízes vulvares enquanto a mulher está grávida, é importante começar o mesmo logo após a mulher dar a luz. Muitas vezes, este transtorno desaparece com o passar do tempo, mas é indispensável que um médico faça o controle de forma adequada. Se você quer saber mais sobre esta alteração, no seguinte artigo do ONsalus te damos todas as informações sobre as varizes vulvares: sintomas e tratamento.

Causas de varizes vulvares

É muito comum que as varizes vulvares apareçam em mulheres que estão grávidas, pois o organismo das mesmas começa a produzir mais hormônios, que vão sendo somados com o peso do bebê e criam este tipo de varizes. Da mesma forma, as veias desta área se tornam maiores por causa da pouca mobilidade que as grávidas podem ter.

Outra das causas das varizes vulvares é quando o bebê é muito grande e pesado para o corpo da mulher, fazendo com que apareçam veias varicosas na parte da vulva, as quais devem ser controladas por um especialista, principalmente aquelas grávidas com tendência a sofrer de hemorroidas.

Por outro lado, como a irrigação sanguínea aumenta consideravelmente nas mulheres que esperam um filho, as varizes vulvares que surgem podem aumentar conforme a gravidez avança.

Nas mulheres que estão passando pela segunda gravidez, as veias varicosas, geralmente, surgem a partir do quinto mês. As mesmas costumam arruinar a aparência e fazer com que muitas grávidas tenham baixa autoestima, contudo, este transtorno pode melhorar com o tratamento adequado.

Sintomas de varizes vulvares

Entre os sintomas mais frequentes das varizes vulvares destaca-se a dor e o desconforto que provocam e que surgem quando a paciente fica muito tempo parada. Esta alteração costuma diminuir com as altas temperaturas, por exemplo, durante os meses de verão, e se torna mais forte durante o final do dia.

Geralmente, as varizes vulvares têm o aspecto de um cordão de cor azulada e podem ser vistas a olho nu, principalmente quando a paciente está parada. Além disso, este transtorno pode causar ardência nas pernas e causar a sensação de que elas estão pesadas.

Outro sintoma muito comum nas pessoas que sofrem de varizes vulvares são as cãibras repentinas, mais frequentes durante a noite. Devido a isto, a sensação de formigamento nas pernas pode afetar consideravelmente o sono da pessoa, sem deixá-la descansar corretamente.

Por outro lado, também pode haver um inchaço ou edema no tornozelo enquanto se está descansando. O cansaço e diversos transtornos cutâneos também podem ser sintomas das varizes vulvares; contudo, a intensidade dos mesmos não é proporcional ao tamanho das veias varicosas.

Varizes vulvares: sintomas e tratamento - Sintomas de varizes vulvares

Tratamento natural para varizes vulvares

É indispensável que, se uma pessoa está com um ou vários dos mencionados sintomas anteriormente, consulte um médico para que o mesmo ofereça o tratamento mais indicado para cada caso. Isto se deve ao fato de que o procedimento utilizado dependerá da gravidade do transtorno, ou seja, do grau da insuficiência venosa e dos sintomas que a mulher apresenta. Na maioria dos casos, os tratamentos se limitam a medidas preventivas e a utilização de diversos meios de compressão, os quais o especialista avaliará para cada caso em particular.

Os meios de compressão são muito eficazes para tratar e prevenir as varizes vulvares, entre os de maior destaque estão as meias, as meias-calças, as vendas e os collants. Estes são encarregados por exercer pressão nas pernas, principalmente onde estão as veias superficiais, evitando um acúmulo de sangue nas mesmas e melhorando diversos sintomas como as dores.

Além disto, utilizar os meios de compressão indicados pelo médico ajuda a evitar que apareçam diferentes complicações que podem piorar o quadro clínico, como por exemplo, as úlceras varicosas.

Se o seu médico indicar exercícios, recomendamos que você assista o seguinte vídeo sobre o tema:

Tratamento farmacológico para varizes vulvares

É possível que o médico recomende diversos medicamentos para melhorar os sintomas das varizes vulvares. Medicamentos venotônicos são muito recomendados para tornar as paredes das veias mais fortes, ao mesmo tempo em que evitam uma dilatação das veias.

Também é possível optar por anticoagulantes, que são ideais para impedir que sejam formados coágulos de sangue na parte interna das artérias e das veias, agravando o quadro. Caso já exista um coágulo, estes medicamentos evitarão que este se espalhe. De acordo com os medicamentos recomendados pelo especialista, os mesmos podem aliviar a sensação de peso nas pernas, diminuir o cansaço, reduzir o edema ou melhorar o mal-estar geral causado pelas varizes vulvares, contudo, é indispensável usá-los somente sob prescrição médica.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Varizes vulvares: sintomas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Gravidez e saúde do bebê.

Escrever comentário sobre Varizes vulvares: sintomas e tratamento

O que lhe pareceu o artigo?

Varizes vulvares: sintomas e tratamento
1 de 2
Varizes vulvares: sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página