Partilhar

Bolinhas no mamilo: causas e como tirá-las

 
Por Redação ONSalus. 12 novembro 2020
Bolinhas no mamilo: causas e como tirá-las

É normal ter espinha no bico da mama? A presença de lesões na mama pode ser algo realmente preocupante e incômodo, já que é uma das regiões com maior sensibilidade do corpo. Talvez você esteja pensando no pior caso, em um diagnóstico raro ou preocupante, mas deve saber que na grande maioria das vezes se tratam de problemas simples.

O contato com substâncias ou peças de roupa irritantes, alergias ou infecções são as opções mais frequentes que podem causar bolinhas no mamilo. O crescimento anormal de tecido na mama também pode causar estas lesões, mas é algo muito mais raro.

Se você quer saber mais sobre por que aparecem bolinhas no mamilo e como eliminá-las com os tratamentos adequados, continue lendo este artigo do ONsalus.

Tubérculos de Montgomery

Todas as mulheres têm pequenas bolinhas nos seios chamadas glândulas areolares, ou tubérculos de Morgagni, embora em algumas mulheres sejam mais visíveis do que em outras.

Durante a gravidez os hormônios próprios desta fase fazem com que estas glândulas aumentem de tamanho, tornando-se muito mais perceptíveis. Neste momento passam a ser chamados tubérculos de Montgomery.

A função destas glândulas é secretar uma substância oleosa que lubrifica o mamilo, sendo fundamental para a proteção das mamas contra a umidade e a irritação, prevenindo a formação de rachaduras. Além disso, a secreção tem um odor muito particular, que ajuda o bebê a se alimente melhor, pois estimula seu apetite e o orienta.

Portanto, é importante saber cuidar adequadamente desta área para oferecer uma boa amamentação. Você pode seguir os seguintes conselhos:

  • Não aperte estas bolinhas no mamilo.
  • Limpe esta área muito suavemente e somente com água uma vez ao dia. Ao usar sabonete, você remove a camada protetora que é gerada.
  • Não é necessário limpar a mama antes e depois de amamentar, pois desta forma você remove esta camada oleosa tão importante.

Bolinhas no mamilo e coceira por irritação

As peles mais sensíveis podem ser afetadas pelo contato com substâncias irritantes ou peças de roupa muito sintéticas. Também é possível que você esteja com uma alergia.

Se você costuma ter este tipo de reação em outras partes da pele ou se sua pele é bem mais seca, pode ser que tenha maior predisposição a sofrer erupções deste tipo nos mamilos (parecem uma espinha no mamilo).

Outra possibilidade é que por causa do atrito com a roupa íntima, seus mamilos tenham ficado irritados e levem ao aparecimento deste tipo de lesão.

Nestes casos, o aparecimento de vermelhidão, bolinhas e coceira costuma ser o mais comum.

Tratamento

Para remover as bolinhas no mamilo que são causadas por irritação, você deve procurar evitar tudo aquilo que possa estar provocando este tipo de reação na pele: evite usar produtos cosméticos na área e não use roupas íntimas sintéticas, prefira as de algodão.

Você também pode melhorar consideravelmente se manter a pele seca e expor a área ao ar.

Ao se consultar com um médico, ele pode te indicar antialérgicos orais e cremes com corticoides. Se houver uma infecção por causa de um arranhão, podem ser indicados antibióticos.

Bolinhas no seio devido à obstrução

No mamilo existem dois tipos de tecidos que podem ficar obstruídos e inflamarem:

Obstrução dos ductos galactóforos

Os ductos que levam o leite para fora da mama podem ficar obstruídos e inflamarem, inclusive fora do período de amamentação.

Nestes casos, podem aparecer pequenos nódulos como bolinhas, inflamação, ardência e dor.

Obstrução das glândulas apócrinas

Estas pequenas glândulas são responsáveis por produzir e excretar o suor em áreas da pele como os mamilos, axilas e virilha.

Quando as glândulas que estão no mamilo são obstruídas, podem levar ao aparecimento de manchas vermelhas e pequenas bolinhas no mamilo. Muitas vezes, não há outros sintomas além destes mencionados, podendo também causar uma grande dor e coceira.

Tratamento

Em ambos os casos é muito importante evitar se coçar e mexer nas lesões, pois do contrário é possível que gere uma infecção.

Você pode aplicar panos com água morna na área ou aplicar infusões anti-inflamatórias, como a de calêndula e de camomila.

Em alguns casos, você pode precisar de um creme com anti-inflamatórios e antibióticos. A medicação oral será prescrita quando se tratar de um caso mais grave ou houver uma superinfecção.

Bolinhas no mamilo e infecções

Uma lesão por arranhão ou irritação causada pela amamentação pode gerar uma infecção. Neste caso, podem aparecer sintomas como:

  • Inflamação;
  • Bolinhas no seio ou lesões inflamatórias;
  • Dor;
  • Supuração;
  • Mal-estar geral;
  • Febre.

Outra possibilidade é que o mamilo fique alterado por causa de um molusco contagioso. Esta infecção viral gera lesões indolores, mas que se forem feridas ou tocadas, podem contagiar outras áreas da pele. Costuma se curar por conta própria após um tempo.

Tratamento

Em caso de infecção, é importante evitar agentes irritantes locais. Um ou uma médica provavelmente te indicará antibióticos locais ou orais.

O molusco contagioso costuma precisar somente de tempo. Melhorar a digestão e, por fim, a saúde é uma forma de diminuir o tempo de cura.

Você pode se recuperar muito mais rápido se seguir estes conselhos:

  • Mantenha a área limpa e seca;
  • Evite mexer nas lesões;
  • Exponha os seios ao ar;
  • Você pode aplicar compressas frescas e depois secar a região;
  • As infusões de calêndula e camomila são muito úteis para diminuir a inflamação.

Bolinhas no bico do peito e doenças tumorais

Entre as possibilidades do aparecimento de bolinhas no mamilo também está a doença de Paget. Esta é uma manifestação inflamatória de um tumor.

Aparecerão, neste caso, bolinhas e nódulos no seio, dor, supuração, coceira, pele escamosa.

Tratamento

Se notar lesões no mamilo que não desaparecem, úlceras que não curam, supuração ou os tratamentos que fez não deram resultado, é conveniente se consultar com seu médico.

Provavelmente te fará algumas perguntas, avaliará e solicitará alguns exames, tais como o exame de sangue, ecografia, mamografia, entre outros. Se houver a suspeita de uma lesão tumoral, pode te solicitar uma biópsia.

De acordo com a extensão da lesão, podem ser indicados diferentes tratamentos, como cirurgia, radio ou quimioterapia.

O que estes tratamentos tentam fazer é remover ou secar um crescimento anormal do tecido, mas não vão até a causa real que os fez crescer.

É importante que também se pergunte e questione seus hábitos, alimentação, sono e forma de lidar com a vida. Se conseguir reverter o que te prejudica, é muito provável que consiga melhorar sua saúde.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Bolinhas no mamilo: causas e como tirá-las, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor feminino.

Bibliografia
  • Song HS, Jung SE, Kim YC, Lee ES. Nipple eczema, an indicative manifestation of atopic dermatitis? A clinical, histological, and immunohistochemical study. Am J Dermatopathol. 2015 Apr;37(4):284-8. doi: 10.1097/DAD.0000000000000195. PMID: 25079201.
  • Ives C, Green M, Wright T. Molluscum Contagiosum: A Rare Nipple Lesion. Breast J. 2017 Jan;23(1):107-108. doi: 10.1111/tbj.12693. Epub 2016 Sep 26. PMID: 27670745.
  • Sandoval-Leon AC, Drews-Elger K, Gomez-Fernandez CR, Yepes MM, Lippman ME. Paget's disease of the nipple. Breast Cancer Res Treat. 2013 Aug;141(1):1-12. doi: 10.1007/s10549-013-2661-4. Epub 2013 Aug 9. PMID: 23929251.
  • Spencer JP. Management of mastitis in breastfeeding women. Am Fam Physician. 2008 Sep 15;78(6):727-31. PMID: 18819238.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Bolinhas no mamilo: causas e como tirá-las
Bolinhas no mamilo: causas e como tirá-las

Voltar ao topo da página