menu
Partilhar

Por que a aréola do mamilo aumenta de tamanho?

 
Por Redação ONSalus. 26 julho 2021
Por que a aréola do mamilo aumenta de tamanho?

Os seios das mulheres começam a se desenvolver na adolescência. Sendo constantemente suscetíveis a mudanças, tanto na forma quanto no tamanho, e que podem envolver a aréola do mamilo.

As aréolas dos mamilos fazem parte dos seios: estão localizadas na parte anterior e média da mama, e elas podem sofrer certas modificações em determinadas fases da vida. O aparecimento de mudanças no tamanho e forma das aréolas são motivo de preocupação para muitas mulheres. Neste artigo do ONsalus, você conhecerá por quê a aréola do mamilo aumenta de tamanho, suas causas e como combater isto.

Também lhe pode interessar: Mamilo invertido ou afundado: causas

Tamanho da aréola do mamilo

A aréola é a pele mais corada e escura que rodeia o mamilo. Está localizada no centro da mama, medindo aproximadamente 2,5 milímetros de diâmetro. Em seu centro está o mamilo, cuja principal função é feita durante a amamentação.

As aréolas podem ter muitas formas, tamanhos e cores, as quais podem variar de mulher para mulher, dependendo da fase da vida em que esteja. A gama de cores da aréola varia desde o rosa mais claro até o marrom escuro, dependo da cor da pele de cada mulher.

O mais comum em uma mulher é que o tamanho da aréola seja 3 vezes o tamanho do mamilo. Em muitos casos, o tamanho da aréola não está diretamente relacionado com o tamanho da mama. A seguir, te indicamos os diferentes tamanhos de aréolas possíveis:

  • Aréola pequena: de 1 a 2 cm de diâmetro.
  • Aréola média a normal: entre 2 a 4 cm de diâmetro.
  • Aréola grande: de 4 a 6 cm.
  • Aréola gigante: pode medir mais de 6 cm.

Como mencionamos, o tamanho da aréola pode ser modificado durante diversas etapas vitais ou devido a outras causas específicas de cada mulher. Neste sentido, podem surgir variações de tamanho conhecidas como macrotelia, microtelia e anisomelia.

Macrotelia

A macrotelia ocorre quando o complexo aréola-mamilo é de tamanho grande em relação à mama. Esta condição pode ser congênita ou surgir depois da gravidez ou amamentação.

Microtelia

É uma aréola pequena em relação à mama, podendo estar relacionada com transtornos da extremidade superior.

Anisomelia

Esta variação de tamanho produz uma assimetria entre as aréolas dos seios. Em outras palavras, existe uma desigualdade de tamanho entre as aréolas da mulher. É importante lembrar que não existe uma simetria completa das aréolas e que a anisomelia é algo natural pelo fato de uma mama se desenvolver antes da outra.

Se você deseja conhecer mais sobre a anisomelia, pode consultar nosso artigo uma mama maior que a outra é normal?

Por que a aréola fica maior?

O aumento de tamanho da aréola do mamilo é uma das mudanças mais comuns que surgem nas mamas das mulheres. As alterações nas aréolas são frequentemente devidas as alterações hormonais no organismo durante as diferentes fases da vida de uma mulher.

Algumas das etapas vitais que causam o aumento da aréola do mamilo, são:

  • Puberdade
  • Menstruação
  • Gravidez
  • Amamentação

Puberdade

Nesta fase, ocorre o crescimento dos seios. A puberdade coincide com o desenvolvimento dos seios e a aréola deve se expandir para manter a área mamária hidratada e protegida. As mudanças que surgem durante a adolescência em relação ao tamanho ou a forma da aréola são comuns nesta etapa. Assim como quando o bico da mama cresce.

Menstruação

Durante cada ciclo menstrual, os seios das mulheres sofrem diversas mudanças. Depois da ovulação, os seios podem ficar inchados e se tornarem sensíveis, enquanto que a aréola do mamilo não necessariamente tende a mudar de tamanho.

Gravidez

Nesta fase, pela qual algumas mulheres passam, as aréolas se tornam maiores e escuras antes do nascimento do bebê. Isto ocorre devido às grandes mudanças hormonais as quais o organismo é submetido durante a gravidez.

Amamentação

Enquanto está amamentando, as mudanças hormonais da gravidez continuam, assim como o aumento do tamanho da aréola e de sua pigmentação. Esta mudança na aréola é benéfica, já que ajuda a atrair o recém-nascido ao seio para que possa se alimentar.

Outras causas que aumentam a aréola do mamilo

Além das causas comuns, presentes nas etapas vitais da mulher, o tamanho da aréola do mamilo pode ser modificado por outros motivos menos frequentes, como:

Mamas tuberosas

Esta alteração pode surgir na parte inferior e lateral de uma ou ambas as mamas, especificamente em seu desenvolvimento. Ela vai crescendo, se sente presa e não se expande; tem a tendência de se tornar uma hérnia, fazendo com que a mama tenha uma forma de tubo. Nestas mamas tuberosas, a aréola é grande e dilatada.

Hipertrofia mamaria

Em casos de hipertrofia mamária, como são conhecidas as mamas muito grandes, elas têm uma grande aréola como resultado de estiramento e flacidez da pele.

Causas da aréola inflamada

As modificações no tamanho da aréola do mamilo também podem vir acompanhadas de outros sintomas, como a inflamação. Se notar a aréola inchada, a seguir, te explicaremos algumas possíveis causas da aréola inflamada que são importantes conhecer: ectasia dos ductos mamários e doença de Paget do seio.

Ectasia dos ductos mamários

A ectasia dos ductos mamários é uma das causas da aréola inflamada. Ela ocorre quando o ducto galactóforo se expande e fica bloqueado ao encher de líquido, devido a uma substância espessa. Este transtorno, normalmente, não costuma apresentar sintomas, mas algumas mulheres podem sentir a aréola inflamada.

A seguir, sintomas que podem aparecer devido à ectasia dos ductos mamários:

  • Aréola inflamada ou inchada.
  • Sensibilidade no mamilo ou no tecido que rodeia a mama.
  • Secreção branca, cinza ou preta pelo mamilo.
  • Nódulo mamário próximo do ducto.
  • Vermelhidão do mamilo.
  • Mamilo afundado (invertido).

A ectasia dos ductos mamários pode afetar mulheres na pré-menopausa, entre 45 e 55 anos, e também pode ocorrer depois. A ectasia costuma melhorar sem tratamento, de qualquer forma, os sintomas podem ser incômodos e persistir ao longo do tempo: nesse caso seriam necessários antibióticos ou, em maior grau, uma cirurgia para extrair o ducto galactóforo afetado.

A ectasia dos ductos mamários não é um fator de risco de câncer de mama.

Doença de Paget do seio

Outra das causas da aréola inflamada pode ser a doença de Paget do seio, que é um tipo de câncer de mama que afeta especificamente o mamilo e a aréola. Aparece como uma placa avermelhada com as bordas de forma irregular, normalmente abaixo do mamilo ou próximo do mesmo, que pode medir entre 3 e 15 cm.

A doença de Paget do seio afeta poucas mulheres com câncer de mama: se manifesta em 1 a cada 8 mulheres. Como todo tipo de câncer, é importante detectá-lo e consultar um médico para diagnosticá-lo a tempo. Alguns dos sintomas deste tipo de câncer de mama são:

  • Vermelhidão.
  • Coceira.
  • Formigamento na aréola ou no mamilo.
  • Pele descascada ou engrossada no local.
  • Crostas.
  • Mamilo achatado.
  • Secreção do mamilo de cor amarelada ou sanguinolenta.

É importante lembrar que para identificar a causa exata da sua aréola inflamada você deve consultar um médico de confiança, que te guiará através de um diagnóstico correto.

É possível diminuir a aréola do mamilo?

Ter uma aréola grande não deve ser um motivo de preocupação, já que este tamanho é normal em muitas mulheres. O formato, tamanho e cor da aréola são características particulares de cada mulher e nenhuma aréola é igual a outra. Contudo, algumas desejam reduzi-las por razões estéticas.

Os médicos indicados para realizar este procedimento de redução da aréola do mamilo são cirurgiões plásticos ou mastologistas: eles se encarregarão por te orientar, de acordo com o tamanho da sua aréola, sobre a técnica mais adequada para o seu caso. Trata-se de um procedimento cirúrgico ambulatório que não requer hospitalização e pode ser realizado com uma incisão na aréola para diminuir seu tamanho.

No entanto, é importante saber que a redução cirúrgica da aréola pode diminuir a sensibilidade nos mamilos e, inclusive, pode vir a afetar a capacidade de amamentar.

Se está pensando em diminuir o tamanho da aréola do mamilo, consulte seu médico de confiança, ele te aconselhará sobre o que fazer diante da sua situação em particular.

Talvez possa te interessar esse outro artigo em que explicamos por que alguns seios diminuem.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Por que a aréola do mamilo aumenta de tamanho?, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor feminino.

Bibliografia
  • Paredes, C. D. J. P. M., Moreno, L. P., Borrero, I. S., & Fernández, D. U. 1. Desarrollo de la mama. Manual de Práctica Clínica en Senología, 113.
  • Tejerizo López, L. C., Moro, J., Sánchez Sánchez, M. M., García Robles, R. M., Leiva, A., Teijelo, A., ... & Corredera, F. (2000). Asimetría mamaria (anisomastia). Clín. investig. ginecol. obstet.(Ed. impr.), 2-6.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Por que a aréola do mamilo aumenta de tamanho?
Por que a aréola do mamilo aumenta de tamanho?

Voltar ao topo da página