Partilhar

Coceira no saco escrotal: o que pode ser

 
Por Leonardo Simon. Atualizado: 3 junho 2019
Coceira no saco escrotal: o que pode ser

A coceira nos testículos, em quase todos os casos, deve-se a condições que acontecem na pele. Esta comichão ou coceira pode aparecer repentinamente, apresentar diferentes intensidades ou até mesmo vir acompanhada de mais sintomas, como o avermelhamento da pele, descamação ou inchaço do escroto.

Uma possibilidade é que a coceira no saco escrotal seja consequência de um atrito em excesso com a roupa íntima ou até mesmo pela irritação causada pelo próprio suor e uma má ventilação. Não obstante, se você está se perguntando o que pode ser coceira no saco escrotal, deve saber que existem outras causas. No seguinte artigo do ONsalus, te explicamos tudo sobre o tema - continue lendo!

Também lhe pode interessar: Espinha no saco escrotal: o que pode ser

Fungos nos testículos e coceira

Uma causa bastante comum pela qual é possível sofrer de coceira no saco escrotal é devido a uma infecção por fungos. Esta infecção, medicamente conhecida como candidíase, é uma das doenças sexualmente transmissíveis mais espalhadas pelo mundo, causada pelo contágio do fungo Candida albicans.

Embora seja verdade que se trata de um contágio muito mais comum entre as mulheres, já que a vagina oferece as condições de temperatura e umidade adequadas para que este fungo se desenvolva, a verdade é que não deve-se esquecer que a candidíase também contagia os homens. A grande maioria das infecções ocorre por contato sexual mas, além disso, também é possível que se produzam devido a uma má higiene íntima. Se a candidíase não é tratada, o homem pode acabar desenvolvendo balanite, isto é, a inflamação da glande.

Coceira no saco escrotal: o que pode ser

Se você não encontra uma explicação para a coceira no saco escrotal, uma das primeiras coisas que deve saber é sobre a possibilidade de se tratar de uma reação alérgica. Existem materiais ou produtos que, em contato com a pele do escroto - que é especialmente sensível - podem provocar reações alérgicas e causar comichão nos testículos, vermelhidão e inchaço.

Os materiais que podem te causar alergia na pele dos testículos são:

  • Géis e xampus.
  • Desodorantes.
  • Tecido da roupa íntima.
  • Tecido de toalhas.
  • Alergia ao látex dos preservativos.

Por outro lado, há pessoas afirmam ter coceira nos testículos sem descamação ou outro tipo de sintomas. Nestes casos, não devemos nos preocuparmos muito, sobretudo se a coceira desaparecer em pouco tempo. É possível que tenha sido uma pequena dermatite devido ao contato ou atrito com a roupa íntima que acabou causando a comichão, sendo que a mesma deve desaparecer assim como surgiu.

Coceira nos testículos: piolho-da-púbis ou chatos

Os piolhos-da-púbis, também conhecidos como chatos, são um tipo de inseto de características muito parecidas com as dos piolhos que costumam viver nos pelos pubianos, além de outras áreas do corpo. Os piolhos-da-púbis passam de uma pessoa para outra quando há um contato direto, normalmente quando se tem relações sexuais, sendo que por este motivo o contágio dos piolhos-da-púbis é considerado uma DST.

Deve-se deixar claro que os piolhos-da-púbis não são graves para a saúde, na verdade não representam nenhum perigo, contudo, causam alguns sintomas muito incômodos que podem dificultar o dia a dia da pessoa. Estes insetos passam a maior parte do tempo nos pelos e descem somente para a superfície da pele para se alimentarem[1], causando o primeiro e mais notório sintoma dos piolhos-da-púbis: a coceira nos testículos e ânus. Além da coceira no saco escrotal muito intensa, os piolhos-da-púbis também apresentam:

  • Lêndeas ou piolhos nos pelos pubianos.
  • Irritabilidade.
Coceira no saco escrotal: o que pode ser - Coceira nos testículos: piolho-da-púbis ou chatos

Coceira nos testículos com descamação: sarna

A escabiose, mais conhecida pelo nome popular de sarna, é uma infecção por ácaros que causa diversos sintomas na pele do paciente. O contágio acontece através do contato direto por uma pessoa previamente infectada, e no caso apareça nos testículos, as duas principais causas são ter relações sexuais com um pessoa infectada ou o estar frequentemente em contato com uma.

Quando acontece este contágio por ácaros e eles se propagam pela região escrotal, vão "escavando" uma espécie de túneis pela camada inferior da pele, na qual depositam seus ovos. Quando estes ovos se desenvolvem, saem para o exterior, momento no qual essa pessoa passa a ser um foco de contágio para as outras.

Os principais sintomas da sarna ou escabiose na pele dos testículos são:

  • Coceira nos testículos, intensificada durante a noite.
  • Erupções na pele.
  • Feridas, seja pelo próprio ácaro ou como uma consequência da coceira.
  • Aparecimento de uma espécie de linhas sobre a pele.
Coceira no saco escrotal: o que pode ser - Coceira nos testículos com descamação: sarna

Coceira no saco escrotal: o que fazer

Como você pôde ver, as causas da coceira nos testículos são diversas. É por isso que não podemos falar de um tratamento comum, pois dependendo da origem do seu surgimento você deverá optar por um ou outro tratamento. A seguir te explicamos quais são os melhores remédios para coceiras no saco escrotal:

  • Fungos: caso o médico determinar que se tratam de fungos, o tratamento consistirá em uma pomada para coceira no saco escrotal antifúngica.
  • Dermatite alérgica: a primeira coisa a se fazer é tentar descobrir o que está causando a alergia. Uma vez que a causa seja conhecida, basta evitar seu contato com o agente alérgico.
  • Piolhos-da-púbis: este tipo de inseto é tratado com um pesticida e um tratamento para evitar sua reprodução.
  • Sarna: é necessário seguir um tratamento farmacológico com corticoides e anti-histamínicos, além disso deve-se usar um acaricida como a permetrina.

Coceira no saco escrotal: quando ir ao médico

Em geral, a coceira no escroto costumam desaparecer em poucos dias e não representam nenhum problema para a saúde. No entanto, se passados alguns dias e a coceira não diminui, ou esta se torna insuportável, é necessário ir a um dermatologista para que ele faça os exames pertinentes e descarte qualquer doença ou problema de saúde mais grave. A seguir te explicamos quando você deve ir ao médico devido a coceira nos testículos:

  • Se aparecerem feridas ou bolhas.
  • Se há algum sinal de uma doença sexualmente transmissível.
  • Se a coceira se torna muito intensa.
  • Se não diminui com o passar dos dias.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Coceira no saco escrotal: o que pode ser, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor masculino.

Referências
  1. http://www.fisterra.com/bd/upload/pediculosis.D_2010.pdf

Escrever comentário sobre Coceira no saco escrotal: o que pode ser

O que lhe pareceu o artigo?

Coceira no saco escrotal: o que pode ser
1 de 3
Coceira no saco escrotal: o que pode ser

Voltar ao topo da página