Partilhar

Espinha no saco escrotal: o que pode ser

 
Por Leonardo Simon. 20 maio 2019
Espinha no saco escrotal: o que pode ser

As espinhas ou bolinhas são uma condição normal e habitual que não poupa ninguém. No nariz, nas bochechas ou no pescoço, sobretudo durante a adolescência, as espinhas podem afetar o rosto de qualquer pessoa. No entanto, se ao invés de aparecerem no rosto essas bolinhas aparecerem nos testículos, continuamos falando de uma condição normal?

As espinhas ou bolinhas são provocadas pela obstrução, seja por gordura ou por sujeira nos poros da pele, o que acaba afetando as glândulas sebáceas que se encontram debaixo da derme. Você quer saber o que pode ser espinha no saco escrotal? No seguinte artigo do ONsalus te explicamos, continue lendo!

Também lhe pode interessar: Coceira no saco escrotal: o que pode ser

Espinha no saco escrotal é normal?

As espinhas no saco escrotal são completamente normais e não representam nenhum perigo. Contudo, é verdade que existem certas lesões e condições que podem ser confundidas com cravos e que realmente podem acabar sendo perigosas, das quais te falaremos mais adiante.

Os cravos ou espinhas nos testículos e no pênis são muito comuns durante a adolescência, embora possam surgir em qualquer momento da vida do homem. Em geral, conforme a pessoa vai crescendo, estes cravos irão desaparecendo, do mesmo modo, também desaparecem com o passar dos dias. Isto significa que não é necessário fazer nenhum tratamento para os cravos, já que, com o simples passar dos dias ou das semanas, estes irão desaparecendo por conta própria.

Se as espinhas nos testículos não desaparecem com o tempo é porque, provavelmente, não se tratam de cravos comuns, mas sim de outro tipo de condição, talvez perigosa. Se você notar protuberâncias ou caroços nos testículos, a primeira coisa que você deve fazer é ir ao médico para que ele possa te diagnosticar corretamente. A seguir te falaremos sobre as espinhas nos testículos e outros tipos de caroços, para que você possa diferenciar quais são normais e quais não.

Espinha no saco escrotal: o que pode ser - Espinha no saco escrotal é normal?

Espinha no saco escrotal: o que pode ser

A acne é uma condição da derme cujas manifestações são caroços e protuberâncias sobre sua superfície. A acne pode aparecer de diferentes formas, seja na forma de espinhas, cistos, pontinhos brancos, pontinhos pretos, ou do que estamos falando neste artigo: espinhas.

Os poros da nossa pele nada mais são que os folículos de onde saem os cabelos ou pelos e, em seu interior, encontram-se as glândulas sebáceas, que são as encarregadas de secretar a gordura que acabará lubrificando o pelo e a pele. Em geral, as glândulas sebáceas soltam a quantidade de sebo correta, contudo, em certas idades ou situações, esta quantidade pode ser excessiva, devido à uma hiperatividade das glândulas. Quando isto acontece, os poros podem ser obstruídos, fazendo com que as bactérias fiquem presas, reproduzindo-se, inchando e avermelhando a pele.

Dependendo de sua manifestação, chamamos esta condição de uma forma ou outra. Por exemplo, se o poro obstruído está fechado e inchado, é chamado de ponto branco ou espinha, enquanto que se a parte superior está aberta é conhecido como ponto negro ou cravo.

Estes cravos, e até mesmo espinhas, podem surgir nos testículos, sendo algo completamente normal. Se sabemos que se trata de uma área que se encontra maior fechada a maior parte do tempo, dificultando sua transpiração e potencializando o suor, e que em alguns casos podem não ter a higiene necessária, os cravos nos testículos são algo normal. É por isso que se trata de algo com o qual você não deve ficar preocupado, uma vez que com o passar do tempo tenderão a desaparecer por conta própria.

Espinha no saco escrotal: o que pode ser - Espinha no saco escrotal: o que pode ser

Espinha no saco escrotal: tipos

Mas, além dos cravos, existem outros tipos de espinhas, lesões ou caroços nos testículos que podem ser confundidos com estes e que realmente precisam de atendimento médico. Em seguida te explicamos quais são os tipos de espinhas ou caroços que podem aparecer nos testículos ou saco escrotal:

Úlceras

Quando uma espinha é infectada pode acabar se tornando uma úlcera. Esta se torna uma ferida que não cicatriza e que pode permanecer por muito tempo. Se este é o seu caso, você deve visitar seu médico rapidamente, já que essa espinha no saco escrotal também pode ser uma consequência de uma herpes genital, uma infecção ou até mesmo ser um estado do câncer de pele.

Hiperplasia sebácea

Medicamente se dá este nome a pequenas espinhas com pus no saco escrotal - embora também possam surgir em outras áreas - e que são causadas pelo crescimento das glândulas sebáceas. Você deve saber que não há nada de mal nestas lesões, nem nenhum risco, e o único problema que podem causar é estético. O aparecimento destes caroços está muito relacionado com os níveis de testosterona, razão pela qual são mais comuns nos homens do que nas mulheres.

Molusco contagioso

Os moluscos são um vírus contagioso muito comum nas escolas ou em centros juvenis. Este vírus se manifesta através de moluscos ou verrugas de água com cerca de 1 a 2 milímetros que, geralmente, não vêm acompanhados de nenhum outro sintoma. Como já dissemos, este vírus é comum em crianças, embora também seja comum em pessoas imunodeprimidas, e seu tratamento pode se estender por até 6 meses, nos quais se deverá manter uma boa higiene para que eles desapareçam.

Sífilis

A sífilis em homens é uma das doenças sexualmente transmissíveis mais comuns, sendo a origem a infecção por uma bactéria conhecida como Treponema Pallidum. Existem três estados para a sífilis, sendo o aparecimento de espinhas nos testículos e no ânus o segundo destes. Estas espinhas são conhecidas pelo nome de condiloma branco e é importante reconhecê-las de modo que se possa evitar o terceiro estado da sífilis, momento no qual a infecção é mais nociva. Embora antes a sífilis fosse uma doença potencialmente normal, atualmente trata-se de uma infecção completamente curável quando ainda não entrou na terceira fase.

Vírus do Papiloma Humano

Embora certamente seus efeitos sejam mais conhecidos nas mulheres, a verdade é que o vírus do papiloma humano também afeta os homens e sua manifestação pode ocorrer através do aparecimento de verrugas ou condilomas nos testículos, pênis e ânus. Certos tipos de HPV podem acabar desenvolvendo tumores, razão pela qual é necessário ir ao médico se você suspeitar que pode estar infectado. A seguir te deixamos um artigo no qual pode encontrar informações sobre o papiloma humano em homens.

Finalmente, deve-se estar consciente de quais são as características normais do escroto. Este tem um tipo de pele conhecido como pele de frango, posto que esta se assemelha à pele de um frango sem penas. Estes pequenos picos de pele causados pelos poros podem ser confundidos com espinhas, não obstante, se tratam de algo perfeitamente normal.

Depois de tudo o que foi exposto neste artigo, você pôde entender que aos cravos ou espinhas nos testículos são algo completamente normal. Contudo, realmente existem outros tipos de lesões, espinhas ou caroços que podem precisar de tratamento médico. Portanto, se passadas algumas semanas a espinha no saco escrotal se mantém ou você está em dúvida quando à sua natureza, consulte o seu médico para que ele faça os exames, um diagnóstico adequado e inicie o tratamento apropriado no caso de ser necessário.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Espinha no saco escrotal: o que pode ser, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor masculino.

Escrever comentário sobre Espinha no saco escrotal: o que pode ser

O que lhe pareceu o artigo?

Espinha no saco escrotal: o que pode ser
1 de 3
Espinha no saco escrotal: o que pode ser

Voltar ao topo da página