menu
Partilhar

Como prevenir as hemorroidas na gravidez

 
Por Redação ONSalus. 6 abril 2021
Como prevenir as hemorroidas na gravidez

As hemorroidas são muito comuns na gravidez, no parto e em pessoas que sofrem de constipação. São o resultado de um aumento de pressão no ânus que causa o inchaço de veias e tecidos anais, os quais podem vir a sangrar ao defecar. Aproximadamente 40% das mulheres grávidas podem vir a sofrer de hemorroidas durante a gestação, sendo mais comum de aparecer no terceiro trimestre (final da gravidez).

Embora as hemorroidas não representem um problema grave de saúde, é uma condição que deve ser tratada para evitar a dor retal ao se sentar, defecar ou ao se limpar durante o banho. Conforme a gravidez avança, a pressão nas veias das pernas e reto aumenta, o que aumenta as chances de ter hemorroidas ou piorar os sintomas naquelas mulheres que já as têm. Se deseja saber como prevenir esta condição, leia com atenção o seguinte artigo do ONsalus onde você encontrará conselhos que explicam como prevenir as hemorroidas na gravidez.

Também lhe pode interessar: Remédios para hemorroidas internas

Tipos de hemorroidas

As hemorroidas podem se apresentar dentro ou fora do corpo e, dependendo da sua localização, são reconhecidas de acordo com a seguinte classificação:

  • Hemorroidas internas: são aquelas que ocorrem dentro do ânus, bem no começo do reto. Costumam causar sangramento ao defecar e também podem sair do corpo quando a pessoa faz muita pressão ao defecar ou passa muito tempo sentada em uma mesma posição.
  • Hemorroidas externas: ficam fora do ânus e podem ser facilmente apalpadas. O maior problema que geram é a dor que causam ao limpar a região depois de defecar. Quando a hemorroida externa apresenta um coágulo de sangue a dor é muito mais intensa.
Como prevenir as hemorroidas na gravidez - Tipos de hemorroidas

Sintomas das hemorroidas

Uma pessoa pode ter hemorroidas sem apresentar nenhum sintoma, no entanto, quando alguma destas bolinhas de veias e artérias apresenta um coágulo sanguíneo, os sintomas podem ser muito perceptíveis:

  • Sangramento de cor vermelho brilhante e indolor que provém do reto;
  • Coceira no ânus;
  • Dor no ânus ao ficar sentado;
  • Dor ao defecar;
  • Uma ou mais bolinhas duras e sensíveis próximas do ânus.

No caso das mulheres grávidas, os sintomas das hemorroidas não são diferentes, contudo, devido ao crescimento do útero, há uma pressão maior e atípica nas veias da pélvis e na veia cava inferior. O retorno do sangue para o coração da parte inferior do corpo é muito mais lento, o que afeta a circulação sanguínea, sendo responsável pelo aparecimento de varizes e hemorroidas. Portanto, se você deseja evitar as hemorroidas durante a gravidez, leve em conta os conselhos que te daremos a seguir.

Como prevenir as hemorroidas na gravidez - Sintomas das hemorroidas

Evite a constipação, previna as hemorroidas na gravidez

Para prevenir as hemorroidas na gravidez é fundamental evitar a constipação. Isto pode ser feito através de uma alimentação saudável consumindo bastante alimentos ricos em fibras, como grãos de trigo, feijões, vegetais verdes e frutas. Da mesma forma, para combater a constipação, também é recomendado ingerir pelo menos 2 litros de água por dia e fazer exercícios diariamente, pelo menos uma caminhada de 40 minutos.

Se antes de ficar grávida você já sofria de constipação ou sentia dor ao defecar, convém consultar seu médico sobre a possibilidade de tomar algum suplemento que amoleça as fezes e que evite que você precise fazer muita força ao defecar. Estas bebidas estimulantes também ajudam com que a pessoa evacue diariamente, combatendo a constipação e ajudando a prevenir as hemorroidas.

Como prevenir as hemorroidas na gravidez - Evite a constipação, previna as hemorroidas na gravidez

Não segure a vontade de ir ao banheiro

Muitas mulheres, por medo de sentir dor devido à constipação, atrasam as evacuações, o que aumenta a possibilidade de desenvolver hemorroidas. É muito importante tomar consciência sobre como os hábitos que adotamos ao ir ao banheiro podem influenciar no aparecimento das hemorroidas. Por exemplo, é importante evitar ficar muito tempo sentada no vaso, já que isto favorece o inchaço das veias do reto.

Da mesma forma, é aconselhado evitar ao máximo forçar ou fazer muita pressão na hora de defecar, pois como durante a gravidez a pressão aumenta naturalmente, ao fazer força estaremos gerando ainda mais pressão, o que sem dúvidas aumenta o risco de sofrer esta condição. Portanto, coloque em prática estes três hábitos: vá ao banheiro a tempo, não fique forçando as fezes ao defecar e não fique mais tempo do que o necessário sentada no vaso. Se cumprir todos estes requisitos, vai diminuir as chances de ser afetada pelas hemorroidas.

Exercícios Kegel

Muitas pessoas conhecem os exercícios de Kegel por seus benefícios para fortalecer os músculos do assoalho pélvico, no entanto, estes movimentos também ajudam a aumentar a força dos músculos do ânus e estimulam a circulação sanguínea do reto, portanto, são uma excelente opção para prevenir as hemorroidas na gravidez.

Além disso, é sabido que durante os últimos meses de gestação, aumenta-se o risco da mulher começar a sofrer de incontinência urinária. Os exercícios de Kegel, graças ao fato de fortalecerem o assoalho pélvico, também ajudam a prevenir a incontinência antes e depois do parto, representando uma opção ideal para prevenir ambas complicações durante a gravidez.

Futura mamãe em movimento

Para evitar que as hemorroidas na gravidez se formem você precisa se manter em movimento e, embora muitos trabalhos ou responsabilidades sugiram ficar sentada por várias horas, o ideal é que se levante e mude de posição pelo menos uma vez por hora. Isto permitirá que a circulação sanguínea flua melhor pela parte inferior do seu corpo e, além de te ajudar a prevenir as hemorroidas, também te permitirá evitar o aparecimento de varizes.

Portanto, o recomendável é que a cada uma hora você troque de posição e mexa o corpo, pode ser com uma caminhada de cinco minutos que facilite o fluxo de sangue até o coração. Se estiver em repouso, é recomendável que se deite ou durma sobre o lado esquerdo. Por quê? Porque esta posição bloqueia a pressão nas veias retais e favorece a correta circulação do sangue desde a parte inferior do corpo até o coração.

Como prevenir as hemorroidas na gravidez - Futura mamãe em movimento

Conselhos para as hemorroidas na gravidez

Se você leu este artigo um pouco tarde e já está com hemorroidas na gravidez, te oferecemos estes conselhos para aliviar os sintomas e tornar seu período de gestação muito mais suave:

  • Banho retal: trata-se de fazer um banho de assento em uma banheira ou em um recipiente com água quente e camomila. O segredo está em submergir a área afetada para conseguir aliviar a dor, a inflamação e a coceira provocada pelas hemorroidas. Você pode fazer estes banhos durante 20 minutos, duas ou três vezes ao dia.
  • Higiene retal: manter a região retal limpa é indispensável, já que os dejetos podem irritar ainda mais a área. Portanto, evite se limpar com papel higiênico e prefira um lenço umedecido com água quente, para que o ato de limpar o reto seja menos doloroso e áspero.
  • Evite passar qualquer tipo de creme ou fazer um tratamento para amenizar a dor sem antes consultar seu médico.
  • Evite ficar muito tempo sentada na mesma posição ou muito tempo de pé. O ideal é permanecer deitada sobre o lado esquerdo para diminuir a pressão no reto.
  • Se os sintomas são insuportáveis e acha que precisa de medicação, consulte um/a especialista imediatamente.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como prevenir as hemorroidas na gravidez, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema digestivo.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Como prevenir as hemorroidas na gravidez
1 de 5
Como prevenir as hemorroidas na gravidez

Voltar ao topo da página