Partilhar

Como tirar catarro da garganta

 
Por Redação ONSalus. 4 novembro 2020
Como tirar catarro da garganta

A sensação de ter catarro na garganta é uma condição bastante comum que possui diferentes origens. Pode ser muito incômodo viver com este pigarro e pode, inclusive, causar problemas no dia a dia das pessoas, tanto para dormir quanto para se alimentar adequadamente. Isto faz com que sejam buscados todos os tipos de soluções, que nem sempre são adequadas e, portanto, fazem com que o problema dure por muito tempo.

Neste artigo do ONsalus você encontrará informações úteis sobre as diferentes possíveis causas do catarro na garganta. É muito importante tentar chegar ao diagnóstico adequado para que assim o tratamento seja eficaz. Continue lendo para entender sobre como tirar catarro da garganta.

Catarro na garganta: causas

Identificar qual é a causa do problema é primordial para buscar a solução definitiva, já que a sensação de ter catarro na garganta é um sintoma que pode surgir em várias doenças. As principais causas do pigarro na garganta são:

  • Rinofaringite alérgica: o paciente costuma sofrer isso sempre na mesma época do ano, ou seja, é uma condição sazonal (primavera, outono ou ambas). Há uma reação exagerada a algum elemento específico do meio ambiente. Além de sentir catarro na garganta e nariz escorrendo, também pode haver coceira no nariz, garganta, olhos e ouvidos, espirros e até asma.
  • Rinofaringite viral: diferentes vírus podem causar inflamação em toda a via respiratória, desde o nariz até os pulmões, e isto ocorre de forma gradual. Nos 2 ou 3 primeiros dias o paciente pode apresentar febre, secreções nasais aquosas (que ao irem para garganta se manifestam como catarro na garganta), coceira na garganta, pigarro e tosse. A tosse também possui catarro, que as vezes fica preso na faringe e pode durar até 3 semanas, sendo uma parte normal do processo e não piora a saúde.
  • Rinosinusite: se trata de uma infecção localizada nos seios paranasais e se caracteriza pela queda de secreções até a garganta, causando irritação permanente que piora ao se deitar. Costuma vir acompanhada de secreções nasais verdes e espessas, dor de cabeça e tosse.
  • Faringite: alguns tipos de faringite pouco comuns podem gerar membranas na garganta, que podem ser confundidas com secreções. Costuma haver dor e febre.
  • Refluxo gastroesofágico: é uma das causas mais comuns da sensação de ter catarro na garganta, o qual gera um pigarro prolongado a fim de eliminar este catarro, mas, como na verdade se trata de uma inflamação, poucas vezes ele é eliminado. O refluxo é a subida de ácidos desde o estômago até o esôfago e a faringe, e costuma ser pior quando o paciente se deita. Não é necessário sentir "acidez estomacal", já que pequenas quantidades de ácido podem irritar a garganta.
  • Efeito colateral de algum medicamento.
  • Corpo estranho na faringe: se a sensação de ter "algo" na garganta começar depois de ter comido algo que pode ter deixado algum pedaço preso (especialmente peixes), você deve consultar um otorrinolaringologista ou seu médico de confiança o quanto antes.

Como tirar catarro da garganta

O tratamento que você deve seguir para acabar com o catarro na garganta deve estar voltado à causa. Você pode começar com medidas básicas, mas é muito importante que você consulte seu médico de confiança caso não melhore.

Rinosinusite, rinite alérgica e rinofaringite viral

  • Faça lavagens nasais, seja com solução fisiológica ou soro salino preparado em casa (100 ml de água pura + 1 colher de chá de sal). Lavar seu nariz várias vezes por dia fará com que as secreções sejam mais fluidas, não fiquem paradas e que sua cura seja mais rápida.
  • Você pode fazer inalação de vapor de água, adicionando eucalipto ou menta. Isto ajuda com que as secreções se desprendam, sejam mais fluidas e sejam eliminadas facilmente.
  • Não fumar: o cigarro provoca uma irritação muito severa, gerando mais produção de catarro para neutralizá-la.

Em qualquer um destes casos é extremamente importante que você receba atendimento médico, já que dependendo da causa, precisará receber alguma medicação, tais como antibióticos (no caso da rinosinusite), antialérgicos ou anti-inflamatórios. A solução nem sempre é fácil.

Refluxo gastroesofágico ou faringo-laríngeo

Várias pessoas sofrem com esta condição, mas normalmente a minimizam e tratam de forma inadequada, por exemplo, com o uso de antiácidos. Se você realmente quer solucioná-la deve mudar seus hábitos alimentares:

  • Depois de comer, deve esperar pelo menos 3 horas antes de se deitar, do contrário, estará favorecendo a subida dos alimentos e fluidos gástricos até a garganta, provocando a formação de catarro para eliminar esta irritação.
  • Elevar a cabeceira da cama cerca de 10 cm. Isto ajuda a diminuir o refluxo até a área faríngea.
  • Evite estes alimentos, já que favorecem a irritação causada pelo refluxo: açúcar, molhos, pimentas, cítricos, menta, gorduras, frituras, chocolate.
  • Diminua o café, chá preto e mate, já que pioram a irritação.
  • Não consuma refrigerantes ou bebidas gaseificadas, uma vez que o gás aumenta a distensão estomacal, agravando o problema.
  • O álcool também aumenta o refluxo, evite-o.
  • E não fume!
Como tirar catarro da garganta - Como tirar catarro da garganta

Remédios caseiros para expelir o catarro na garganta

Existem certas medidas que você pode tomar para ajudar a expelir o catarro da garganta naturalmente:

  • Beba bastante água: seu corpo precisa de pelo menos 1,5 litros de água por dia. Isto ajudará a manter as secreções fluidas, o que permitirá que as expulse mais facilmente. Recomenda-se que esta ingestão seja de 2 ou 3 copos antes da refeições principais, já que tomada com alimentos distende o estômago e facilita o refluxo gastroesofágico.
  • Não fume. As sustâncias presentes na fumaça do cigarro, além de causar danos graves ao pulmão, aumentam a produção de catarro.
  • Evite bebidas gaseificadas, como refrigerantes, já que aumentam o catarro na garganta. Isto ocorre porque favorecem o refluxo gastroesofágico. Além disso, por conter outras substâncias diferentes da água, não hidratam da mesma forma.
  • É recomendável que sua última refeição seja até 3 horas antes de se deitar, já que é o tempo que seu corpo leva para fazer a digestão. Isto te ajudará seja, ou não, o refluxo gastroesofágico a causa do seu catarro, já que toda pessoa deveria fazer isso. Se estiver com forme, pode comer alguma fruta 1 hora antes de ir dormir, já que sua digestão é mais fácil.
  • Chá de gengibre: você deve ferver por 10 minutos algumas fatias de gengibre em água e depois deixar descansando mais 10 minutos. O gengibre é anti-inflamatório, portanto, indiferente da causa do catarro na garganta, te ajudará a eliminá-lo.
  • Poejo: também na forma de chá, é uma erva que facilita a expulsão de secreções e melhora a tosse.
  • Mel: é uma substância conhecida por suas propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas, por isso que é muito útil para ajudar a eliminar o catarro na garganta. Você pode adicioná-lo ao chá ou consumi-lo diretamente.

Recomenda-se que caso o tratamento que você fazer não resolver seu problema, consulte seu médico de confiança.

Você pode ver mais remédios caseiros para eliminar o catarro da garganta no seguinte vídeo do ONsalus Saúde.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tirar catarro da garganta, recomendamos que entre na nossa categoria de Ouvido, nariz e garganta.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Como tirar catarro da garganta
1 de 2
Como tirar catarro da garganta

Voltar ao topo da página