menu
Partilhar

Dor nos seios, o que pode ser?

 
Por Redação ONSalus. 19 março 2021
Dor nos seios, o que pode ser?

A dor nos seios não só incomoda, como também costuma nos deixar bastante preocupadas, levantando nossas suspeitas de que algo grave possa estar acontecendo. Felizmente, na maioria dos casos estes incômodos são completamente benignos e estão relacionados com alterações hormonais, cistos ou fibromas sem graves consequências para a saúde. Determinar em qual momento aparecem e se, além disso, surgem outros sintomas, é fundamental para ter um diagnóstico eficaz, motivo pelo qual sempre é conveniente consultar um/a ginecologista. Neste artigo do ONsalus, te explicamos as causas mais comuns da dor nos seios.

Também lhe pode interessar: Pontadas no seio: o que pode ser

Dor nos seios causada pelo ciclo menstrual

Um dos motivos mais frequentes da dor nos seios está relacionada diretamente com o ciclo menstrual. Por volta de 5 a 7 dias antes de chegar a menstruação é normal que seus seios comecem a ficar duros e doloridos, isto acontece devido a liberação de estrógenos que está ocorrendo neste momento, a qual provocará a menstruação. Quando a menstruação chega, a inflamação e dor diminuem, voltando novamente ao normal.

Este tipo de dor nos seios tem as seguintes características:

  • É cíclico, ou seja, ocorre sempre antes da chegada do ciclo menstrual.
  • Afeta os dois seios de forma geral, isto é, a dor não está localizada em uma área específica.
  • Também há inflamação e sensibilidade nos seios.

Para detectar se este é seu problema, é conveniente ter um registro do seu ciclo menstrual, marcando nele o momento que começar a sentir a dor e perceber se ela sempre ocorre antes da menstruação. A ingestão de anticoncepcionais hormonais pode reduzir estes incômodos.

Dor nos seios, o que pode ser? - Dor nos seios causada pelo ciclo menstrual

Mudanças hormonais que geram dor nos seios

O ciclo menstrual não é o único motivo hormonal pelo qual você pode ter dor nos seios. Outras alterações deste tipo também pode gerar dor e sensibilidade nas mamas, por exemplo, chegar na puberdade, estar grávida, especialmente durante o primeiro trimestre, ou estar prestes a entrar na menopausa.

Em todos estes casos é importante consultar um ginecologista para confirmar o motivo dos incômodos que, assim como no caso anterior, serão em ambos os seios e de forma generalizada.

Dor nos seios, o que pode ser? - Mudanças hormonais que geram dor nos seios

Cistos nos seios

Os cistos mamários, também conhecidos como mastopatia fibrocística, podem ser uma das causas pelas quais seus seios doem. Tratam-se de pequenas bolinhas de água benignas e que aparecem nos seios devido à alterações hormonais ou a condições genéticas. As mesmas podem gerar dor e inflamação no seio onde estão localizadas, incômodos que podem aumentar nos dias anteriores à menstruação.

Trata-se de uma dor mais localizada e constante que, diferente da relacionada com a menstruação, não desaparece após uma semana ou com a chegada da menstruação. Em alguns casos, é possível apalpar o cisto, sendo que este costuma ser sentido como uma bolinha macia e um pouco elástica.

Diante deste quadro, é necessário consultar um ginecologista para ter um exame detalhado.

Dor nos seios, o que pode ser? - Cistos nos seios

Fibromas nas mamas

Os fibromas nas mamas são tumores benignos que crescem rapidamente e que podem causar dor e incômodos nos seios caso estejam alojados nas glândulas mamárias. Ao toque costumam ser sentidos duros. Trata-se de uma bola de tamanho considerável que costuma causar bastante preocupação na paciente, contudo, os fibromas não são malignos.

Assim como no caso dos cistos, se você sentir este tipo de protuberância é importante consultar um ginecologista para ter um diagnóstico.

Dor nas mamas durante a amamentação: mastite

Se você está amamentando e se pergunta por quê tem dor nos seios, é importante saber que é um incômodo bastante comum durante este período. No entanto, existe uma causa da dor nos seios muito relacionada com a amamentação, a qual é conhecida como mastite. Esta surge quando os ductos por onde o leite passa ficam obstruídos devido a uma infecção, provocando uma inflamação na mama.

Os sintomas da mastite são:

  • Inflamação do seio afetado
  • Dor
  • Vermelhidão
  • Febre

Neste caso, é importante consultar seu médico para receber o tratamento com antibióticos e seguir todas as suas recomendações. Embora não seja muito comum, a mastite também pode surgir em mulheres que não estão amamentando, com sintomas similares, mas menos agudos, em relação aos apresentados durante a amamentação. Para estes casos, também é recomendado consultar a/o ginecologista.

Dor nos seios, o que pode ser? - Dor nas mamas durante a amamentação: mastite

Mais raramente, câncer de mama

Embora seja uma das maiores preocupações quando surge uma dor no seio, especialistas afirmam que apenas 10% dos casos de dor estão vinculados ao câncer de mama. Nestes casos, a dor costuma surgir de forma leve, mas persistente, normalmente em uma área em específico do peito.

O autoexame da mama e os exames de rotina anuais com o(a) ginecologista são boas formas de detectar a presença de anormalidades, uma vez que permitem determinar, através de exames adequados com a idade da paciente, o estado geral das mamas. Casos suspeite ou sinta a presença de um caroço, dor ou incômodos, é recomendado consultar um ginecologista.

Dor nos seios, o que pode ser? - Mais raramente, câncer de mama

Outras causas da dor nos seios

  • Ter recebido uma pancada na área que sente a dor.
  • Utilizar sutiãs que são menores que o adequado, apertando a mama e causando desconforto.
  • Ter seios muito grandes, cujo peso pode causar incômodos na área e também dor em áreas como as costas.
  • Incômodos produzidos nas áreas ao redor das mamas e que são confundidos com a dor nos seios, como é o caso dos músculos do peito, das costas, a dor na nuca ou inclusive, os ossos do pescoço.

Alimentos que aumentam a dor no período menstrual

Durante o período pré-menstrual e inclusive nos primeiros dias após a menstruação, o consumo excessivo de certos alimentos considerados estimulantes pode aumentar a dor nos seios e também na barriga, causando mais mal-estar.

Este é o caso dos:

  • Alimentos ricos em cafeína, como o café, chás, refrigerantes e chocolates;
  • Álcool;
  • Frutos secos.

Estes ingredientes devem ser consumidos com moderação a fim de evitar que as dores aumentem.

Dor nos seios, o que pode ser? - Alimentos que aumentam a dor no período menstrual

Quando procurar ajuda médica?

Diante de uma dor nos seios é importante consultar um/a médico/a urgentemente quando:

  • Há supuração de líquido, sangue ou pus.
  • Há suspeita de mastite durante a amamentação.
  • Você sente algum tipo de bola ou tumor cuja protuberância e dor não somem após a menstruação.
  • Sente dor intensa na mama.

Além disso, é importante consultar um/a médico/a sempre que tiver uma dor inexplicável nos seios de forma frequente, desde que não esteja vinculada com o ciclo menstrual.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Dor nos seios, o que pode ser?, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor feminino.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Dor nos seios, o que pode ser?
1 de 7
Dor nos seios, o que pode ser?

Voltar ao topo da página