Partilhar

Estou com muito corrimento, o que pode ser?

Por Nídia do Carmo, Editora e redatora ONsalus. Atualizado: 11 maio 2018
Estou com muito corrimento, o que pode ser?

Qualquer secreção produzida pelas glândulas do colo do útero para depois ser expulsa pelos genitais externos femininos é conhecida como corrimento vaginal. Este fluído cumpre uma função muito importante no corpo feminino, já que é criado para evitar as infecções vaginais. Além de hidratar a vagina, a sua expulsão ajuda a eliminar o excesso de bactérias, células mortas e germes que podem se concentrar na zona íntima.

O fluxo vaginal pode mudar de cor, cheiro, consistência e quantidade, dependendo da fase do ciclo menstrual em que a mulher se encontra. No geral, se considera que o fluido é normal quando tem cor clara e não cheira mal, enquanto que a quantidade e cor do corrimento variam de mulher para mulher. Qualquer alteração no fluxo pode representar uma preocupação para a mulher, embora a produção abundante de corrimento não seja, geralmente, associada a complicações graves que coloquem a saúde feminina em risco. Neste artigo do ONsalus, respondemos a uma pergunta muito comum no universo feminino: Estou com muito corrimento, o que pode ser? Continue lendo e descubra as possíveis causas desta condição.

Também lhe pode interessar: Corrimento transparente: o que pode ser

É normal ter muito corrimento?

O fluxo vaginal é composto pelas secreções da vagina e pela produção de muco cervical do colo do útero. A sua quantidade é determinada pelos níveis de hormônios femininos - estrógenos e progesterona - de cada mulher.Esses hormônios podem variar a sua concentração dependendo da etapa da vida da mulher e da fase do ciclo menstrual da mesma, o que influencia diretamente a quantidade e aspeto do corrimento vaginal.

Os dias que antecedem a menstruação representam a fase do ciclo em que a mulher nota uma maior quantidade de fluxo vaginal, já que a concentração de hormonas femininas é abundante. O excesso de fluxo volta a ser evidente na fase folicular, antes da ovulação, quando os ovários segregam a hormona estrógeno para que ela pode engrossar o endométrio e fazer com que o útero esteja preparado para receber um óvulo.

Na fase folicular do ciclo menstrual, altura em que a mulher apresenta fluxo abundante, a secreção é transparente e a textura é semelhante a clara de ovo. Nos dias que antecedem a menstruação, é normal que o fluxo seja um pouco mais escuro e com uma consistência espessa ou pegajosa. Durante ambas as fases do ciclo, é possível notar uma quantidade maior de corrimento após a prática de esportes.

Sempre que o excesso de fluxo conserve as características mencionadas anteriormente, não representa nenhum sinal de alarme para a sua saúde. Não esqueça que as alterações verdadeiramente significativas estão associadas à cor e odor do corrimento, e não tanto à sua quantidade. Em seguida, indicamos outras condições e contextos nos quais uma mulher pode ter muito corrimento vaginal.

Estou com muito corrimento, o que pode ser? - É normal ter muito corrimento?

Gravidez, estresse e relação sexual

Como você provavelmente já sabe, qualquer alteração física ou emocional pode ser provocada pelo ciclo menstrual, como o aumento da produção de corrimento ou mudanças nas características do mesmo. Existem três fatores que podem despertar muitas mudanças na mulher: gravidez, estresse e relações sexuais.

Durante o sexo, a quantidade de secreções vaginais aumenta, devido à excitação e estimulação feminina. Quando a mulher está grávida, uma das mudanças no seu corpo é o aumento da produção do hormônio estrógeno. Isso aumenta, de um jeito quase automático, a quantidade do corrimento. À medida que o parto se aproxima, fica cada vez mais provável que a mulher apresente um excesso de corrimento vaginal considerável.

Quanto ao estresse, devemos mencionar que é uma condição que possui a capacidade de alterar qualquer processo do corpo humano. Términos de relação problemas econômicos, excesso de trabalho e frustrações pessoais podem estressar uma mulher ao ponto de provocar alterações no seu ciclo e fazer com que segregue muito fluido vaginal.

Infecções vaginais

Algumas infecções vaginais podem provocar corrimento vaginal abundante acompanhado de outros sintomas como prurido, mau cheiro, ardência ao urinar, vermelhidão e mudanças de cor no fluxo. Estas infecções são, maioritariamente, causadas por bactérias e levaduras provocadas por mudanças na flora vaginal, ingestão de antibióticos, uso de produtos íntimos, duchas vaginais e sabões com aroma. Entre as infecções vaginais que podem explicar porque você tem muito corrimento, encontramos:

Candidíase

É provocada pela proliferação do fungo cândida albicans na vagina causada por mudanças climáticas, excesso de umidade na vagina ou qualquer condição que afete o sistema imunológico da mulher como a gravidez, a gripe e o consumo de anticoncepcionais. A candidíase poder ser reconhecida facilmente, já que o corrimento vaginal é branco e de consistência semelhante à do requeijão. Este sintoma também é acompanhado de ardência, prurido, relações sexuais dolorosas, incômodo ao urinar e inflamação e vermelhidão na vulva.

Gardnerella

Também conhecida como vaginose bacteriana, é uma das infecções vaginais mais comuns, sendo que não se conhece a sua causa. Produz corrimento excessivo de cor amarela, odor fétido (sobretudo após as relações sexuais), ardência, coceira e dor ao urinar. O fluxo também pode apresentar um tom cinza.

Tricomoníase

É uma infecção de transmissão sexual que é caracterizada pela segregação de corrimento abundante de cor verde. Assim como a gardnerella, esta infecção deve ser tratada com antibióticos para poder eliminar a bactéria que a provoca.

Estou com muito corrimento, o que pode ser? - Infecções vaginais

Quando é que o corrimento não é normal?

Como você já deve ter notado, apresentar corrimento vaginal abundante nem sempre representa um sinal de doença grave. Contudo, você deve ficar atenta para outras características da secreção para identificar o problema rapidamente, receber tratamento e evitar complicações. O corrimento vaginal não é normal quando:

  • É amarelo, cinza ou verde.
  • Possui uma consistência semelhante ao requeijão.
  • É acompanhando de outros sintomas como ardência e coceira.
  • O fluxo tem sangue.
  • A mulher apresenta dor pélvica ou vaginal.
  • A vagina cheira mal.
  • Existe dor ao urinar ou depois das relações sexuais.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Estou com muito corrimento, o que pode ser?, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor feminino.

Escrever comentário sobre Estou com muito corrimento, o que pode ser?

O que lhe pareceu o artigo?
4 comentários
Noamez
Hoje não só percebi muito corrimento vaginal,,,mas também pude perceber que me estão a sair umas borbulhas a volta da minha entrada....Oque eu faço??....
luisa
Como acabar com o corrimento??
A sua avaliação:
Angela
Nossa, vou correr na farmácia!!
katia
olá gostaria de saber sobre o assunto acido fólico descobrir essa semana que estou gravida . estou tomando acido fólico mas está saindo um corrimento meio que amarelo tipo ferrugem claro é norma?

Estou com muito corrimento, o que pode ser?
1 de 3
Estou com muito corrimento, o que pode ser?

Voltar ao topo da página