Partilhar

Mau cheiro após relação: causas e soluções

 
Por Martim Pereira, Redator ONsalus. 10 setembro 2020
Mau cheiro após relação: causas e soluções

O mau cheiro vaginal é um dos problemas que mais causam vergonha e desconforto na mulher, chegando a afetá-la não só do ponto de vista físico, como também do ponto de vista psicológico. As consequências deste tipo de condição podem fazer com que a mulher deixe de ter relações sexuais e que suas relações íntimas e de seu parceiro sejam negativamente afetadas.

Dada sua relevância, é muito importante conhecer quais são as possíveis causas de mau cheiro na vagina depois da relação, uma vez que deste modo será possível começar um tratamento rapidamente e acabar o quanto antes com estes sintomas incômodos.

Você sente mau cheiro vaginal depois de ter relações? No seguinte artigo do ONsalus te falaremos sobre esta condição e todas as suas possíveis causas, assim como alguns dos tratamentos que você pode fazer.

O odor normal da vagina

A vagina tem um odor particular, sendo que em cada mulher pode ser diferente. Além disso, se ela está saudável, de forma alguma podemos sentir um cheiro ruim. É verdade que há períodos em que o odor pode se tornar mais forte, por exemplo, durante a menstruação. Um odor fétido sempre é o sinal de que algo não está muito bem no organismo.

Isto não é nada estranho, na verdade, em algum momento da vida, a maioria das mulheres passa por algum caso de infecção. Os genitais femininos são uma área muito delicada, com grande sensibilidade diante de qualquer alteração. Uma falta de higiene íntima e o uso de produtos muito fortes para sua flora podem ser motivos mais do que suficientes para que ocorram mudanças em seu odor.

O odor da vagina provem da secreção das glândulas apócrinas e, quando dizemos que não deve causar mau cheiro, nos referimos ao fato de que sua função é precisamente a contrária, isto é, atrair sexualmente o parceiro.

O problema é que muitas pessoas não se sentem confortáveis com este odor natural, por isso procuram camuflá-lo através de perfumes, sabonetes ou desodorantes. Esses produtos podem alterar a flora bacteriana da vagina, rompendo o equilíbrio bacteriano que deveria existir. Por outro lado, as relações sexuais também podem ser outro dos motivos que causam o mau odor. Isto também acontece com você? A seguir te explicamos as causas do mau cheiro após relação.

O mau cheiro durante a relação é normal?

Uma vez terminada a relação, é normal que saiam líquidos e corrimentps cremosos, aquosos e de cor esbranquiçada da vagina. Durante a atividade sexual, existe muita quantidade de fluidos, tanto do homem quanto da mulher, que acabam se acumulando na vagina, por isso que é completamente lógico que, com o passar do tempo, eles vão saindo. Contudo, isto não significa que tenham que ter mau cheiro, estes líquidos não devem ter nenhum odor e, caso tenham, significa que há algum problema envolvido.

A seguir te explicamos uma série de sintomas que podem vir associados com o mau cheiro e que se manifestam quando há infecções ou alterações na vagina:

  • Muito corrimento de forma contínua
  • Dor e coceira ao urinar
  • Ardência vaginal
  • Dor
  • O corrimento se torna granuloso
  • O corrimento fica amarelo, esverdeado ou cinza
  • Erupções na pele
Mau cheiro após relação: causas e soluções - O mau cheiro durante a relação é normal?

Mau cheiro na vagina: tricomoníase

Algumas das possíveis causas do mau cheiro depois das relações podem ser as doenças sexualmente transmissíveis e, entre estas, a tricomoníase é uma das mais comuns. Esta doença parasitária é curiosa, pois embora muitas pessoas estejam infectadas - e que tenham a capacidade de contagiar outras pessoas - somente cerca de 30% delas apresentam sintomas. Isto faz com que uma pessoa possa estar infectando outras durante anos antes de perceber. Entre os sintomas que causa na mulher, além de um desagradável odor e de um fluxo anormal, de cor transparente, esverdeado, amarelado ou esbranquiçado, temos:

  • Inflamação e irritação na vagina
  • Ardência
  • Coceira
  • Vermelhidão
  • Dor ao urinar

Cheiro de peixe após relação: vaginose

A vaginose é a infecção vaginal mais comum nas mulheres, sobretudo entre os 15 e os 50 anos de idade. Esta infecção ocorre quando, por algum motivo, as bactérias que mantém o equilíbrio na flora vaginal começam a se proliferar descontroladamente.

Entre as causas que podem causar vaginose, destacam-se:

  • O consumo prolongado de antibióticos
  • Uma higiene precária
  • Um excesso de higiene
  • Duchas vaginais
  • O uso de sabonetes muito fortes, loções ou perfumes

Contudo, outra das causas mais frequentes que causa a vaginose é manter relações sexuais, sobretudo se a mulher muda frequentemente de parceiro. Quando falamos de vaginose, nos referimos à inflamação da mucosa da vagina, algo que vem acompanhado de outros sintomas como:

  • Aumento do fluxo e das secreções vaginais
  • Leucorreia
  • Coceira vaginal
  • Dor durante as relações
  • Prurido ao urinar

Por fim, a vaginose se caracteriza por um cheiro intenso de peixe, sobretudo depois de ter relações. É por isso que, se notar estes sintomas, é necessário consultar um ginecologista para que este indique um tratamento adequado para sua condição.

Odor vaginal por fungos vaginais

Como você pode imaginar, uma má higiene é outra das possíveis causas do mau cheiro genital como consequência da proliferação de bactérias e outros micro-organismos. O fluxo vaginal é o jeito natural que a vagina tem para se desfazer da sujeira e possíveis agentes infecciosos. Em si, o fluxo não tem um cheiro ruim, mas se nos limpamos de forma errada ou com produtos muito fortes podemos acabar desequilibrando o pH da nossa vagina, que naturalmente, deve ser bastante ácida.

Quando a acidez vaginal é alterada, muito provavelmente ocorrerá a proliferação de micro-organismos patógenos como fungos vaginais, leveduras ou bactérias. Estas condições se manifestam através de um forte odor, o qual é intensificado depois das relações íntimas.

Outra coisa que se deve ter em conta é que, em alguns casos, é possível que o sêmen altere o pH vaginal. É por isso que é muito importante manter uma boa higiene tanto antes quanto depois de ter relações, especialmente quando a mulher está menstruada.

Mau cheiro vaginal por maus hábitos

Na verdade, se trata da mesma causa que a anterior, ou seja, alterações no pH, mas te explicaremos ela a parte para que esteja consciente da importância da sua alimentação e como ela afeta o odor vaginal. Quando consumimos alguns alimentos que foram tratados com hormônios ou se nossa dieta contém vários produtos ricos em açúcares, o pH da vagina pode ser afetado, fazendo com que possam aparecer infecções por fungos e, como consequência, que a vagina cheire mal.

Outras das possíveis causas têm a ver com o tecido ou o tipo de roupa que você usa, portanto deve:

  • Evitar usar roupas íntimas sintéticas, pois não deixam a vagina transpirar, causando o mau cheiro.
  • Evitar usar roupas feitas com materiais muito agressivos.
  • Não usar roupas íntimas úmidas, pois favorece as infecções por fungos genitais.

Mau cheiro vaginal: tratamento

A higiene íntima é indispensável, tendo ou não relações, mas caso for ter um contato sexual, é importante que tanto você quanto seu parceiro limpem-se corretamente, a fim de evitarem desenvolver alguma infecção. Do mesmo modo, se algum dos dois sofre de alguma doença sexualmente transmissível ou caso não se trate de algum parceiro estável, o homem deve usar preservativo.

Se, apesar de tudo isto, você continuar sentindo um cheiro ruim depois de ter relações, te recomendamos algum destes tratamentos:

  • Vinagre de maçã: quando terminar o ato sexual, coloque 3 copos de vinagre de maçã em uma banheira com água e fique de repouso na mistura durante 30 minutos.
  • Óleo de melaleuca: o sabonete deste produto vegetal é excelente para limpar sua vagina. Você só precisa diluir 5 gotas deste óleo em um copo d'água e lavar bem a região íntima.

Caso suspeite que possa estar com alguma infecção genital, você deve consultar um ginecologista o quanto antes.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Mau cheiro após relação: causas e soluções, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor feminino.

Escrever comentário sobre Mau cheiro após relação: causas e soluções

O que lhe pareceu o artigo?

Mau cheiro após relação: causas e soluções
1 de 2
Mau cheiro após relação: causas e soluções

Voltar ao topo da página