Partilhar

O que é o globus faríngeo e como tratá-lo

 
Por Dra. Gennesis Gonzalez, Médica Cirurgiã. 9 março 2020
O que é o globus faríngeo e como tratá-lo

Você tem sentido um nó na garganta e sente que não consegue respirar bem? Está preocupado/a com o que está sentindo? Um motivo de consulta comum na emergência médica é o paciente dizer que não consegue engolir nada e que sente um nó na garganta que lhe dificulta até mesmo respirar. Medicamente, isto é chamado de bolo histérico ou globus faríngeo. Na verdade, não se trata de uma condição física, mas sim psicológica. Algumas pessoas sentem que têm uma massa ou caroço na garganta, contudo, a verdade é que não há nada obstruindo a passagem de alimentos ou a respiração. O globo faríngeo é considerado um sintoma de ansiedade, no entanto, para te dar mais informações, no artigo a seguir do ONsalus te falamos sobre o que é o globus faríngeo e como tratá-lo.

O que é o globus faríngeo

O bolo histérico ou globus faríngeo nada mais é que um sintoma subjetivo, uma sensação psicológica que uma pessoa sente como se houvesse um nó ou massa na região da garganta, sem que haja evidência física de alguma delas. Embora não tenha sido descrita qual é a causa ou mecanismo pelo qual esta sensação irritante ocorre, trata-se de uma manifestação da ansiedade.

As pessoas costumam definir isto como ter um nó na garganta, isto é, como se tivesse um processo obstrutivo, quando na verdade não há nada que dificulte a passagem dos alimentos e da respiração.

Esta manifestação da ansiedade é frequente na população, na verdade, quase metade da população já sentiu alguma vez em sua vida e costuma desaparecer assim que se diminui ou termina a causa da ansiedade.

O globus faríngeo, propriamente dito, está bastante relacionado com as emoções como:

  • A angustia.
  • A ansiedade.
  • A raiva reprimida.
  • O orgulho.
  • A tristeza.
  • O estresse emocional.

Embora não exista um mecanismo fisiológico que descreva especificamente o que pode explicar esta sensação de nó na garganta, sabe-se que está relacionada a uma atividade diferente ou anormal dos músculos esofágicos, especificamente quando é impossível expressar os sentimentos ou emoções.

Além disto, o globo faríngeo pode estar relacionado ao processo inflamatório da garganta, como a hipofaringe ou a laringe. Isto acontece devido ao fato de que existem outros transtornos relacionados, como o refluxo gastroesofágico ou transtornos da motilidade do esôfago.

A menopausa também está relacionada com a manifestação do globo faríngeo, é um sintoma raro, mas a mulher pode senti-la, além de apresentar insônia, dores de cabeça, mudanças na libido e sensação de sufocamento.

A Acta Otorrinolaringológica Espanhola[1] realizou uma pesquisa para determinar a relação entre o globus faríngeo e algum transtorno psicopatológico. Foram estudas 30 pessoas que apresentavam sintomas de globus faríngeo, sem evidências de alguma alteração orgânica que justificasse os sintomas. Destes participantes, 6 pertenciam ao sexo masculino e 24 ao sexo feminino, sendo este o sexo com maior incidência do globo faríngeo.

O que é o globus faríngeo e como tratá-lo - O que é o globus faríngeo

Sintomas do globus faríngeo

A seguir te explicamos os principais sintomas de globus faríngeo:

  • O sintoma mais comum do globo faríngeo é a sensação de um corpo estranhou ou nó na garganta. Achar que tem algo preso na garganta é um sintoma clássico desta condição. Muitas vezes acredita-se que há um caroço interno que oprime a garganta, como se houvesse um pedaço de alimento bloqueando a região, contudo não existe uma dificuldade real para comer ou beber, na verdade, qualquer alimento pode passar sem nenhuma dificuldade pela garganta.
  • O bolo histérico costuma aparecer em momentos de calma e é o resultado do acúmulo de todos os problemas.
  • Pode haver dificuldade para falar, apesar de não existir realmente uma obstrução.
  • Geralmente, quando surge o globus faríngeo, não há dor, exceto em casos graves de ansiedade.

Globus faríngeo: como tratar

O médico indicará uma série de exames para conseguir ver se a presença desta sensação de nó na garganta não se trata de um transtorno físico, desta maneira poderá realizar o diagnóstico adequado e tratar a ansiedade.

Especificamente, não existe um tratamento para o nó na garganta ou globus faríngeo, contudo, os sintomas desaparecerão assim que os transtornos emocionais que estejam afetando a pessoa melhorarem.

Em alguns casos o médico pode indicar o tratamento com antidepressivos, ansiolíticos ou sedativos, dependendo do problema ou doença associada.

O que é o globus faríngeo e como tratá-lo - Globus faríngeo: como tratar

Como aliviar o globus faríngeo

É importante canalizar a ansiedade para melhorar efetivamente a sensação de nó na garganta ou globus faríngeo:

  • Um banho quente com algumas gotas de óleo de lavanda tem efeitos calmantes no sistema nervoso. Recomenda-se ficar em repouso em uma banheira por 20 minutos para relaxar e diminuir o estresse.
  • Aplicar algumas gotas de lavanda no travesseiro permite diminuir o estresse e a ansiedade.
  • Da mesma forma, o chá de gengibre e camomila ajuda a diminuir os sentimentos de ansiedade, a raiz de gengibre fresca e a camomila, ao menos 3 colheres de chá de suas flores, será um quantidade suficiente para preparar a infusão que melhora o transtorno de ansiedade generalizada, que por sua vez, permite diminuir a sensação de nó na garganta.

O globo faríngeo já afetou diversas pessoas em algum momento de suas vidas, onde a angústia e o estresse emocional prevaleceram ante alguma situação. Manter a calma, saber que esta condição existe e quais são seus sintomas permite canalizá-los de forma ótima, saudável e adequada.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que é o globus faríngeo e como tratá-lo, recomendamos que entre na nossa categoria de Ouvido, nariz e garganta.

Referências
  1. S. Sibina García, L. Ramos Miquel & O. Ferrer Andino (2002). Globus Hystericus, personalidad y psicopatología. Acta Otorrinolaringol Esp 2002; 53: 174-180. Acessado dia 12 de Novembro de 2018. Disponível em: http://www.elsevier.es/es-revista-acta-otorrinolaringologica-espanola-102-pdf-S0001651902782988

Escrever comentário sobre O que é o globus faríngeo e como tratá-lo

O que lhe pareceu o artigo?

O que é o globus faríngeo e como tratá-lo
1 de 3
O que é o globus faríngeo e como tratá-lo

Voltar ao topo da página