Partilhar

Por que tenho uma pálpebra mais caída que a outra?

 
Por Redação ONSalus. 4 fevereiro 2021
Por que tenho uma pálpebra mais caída que a outra?

As pálpebras são estruturas que protegem os olhos e, se são danificadas, podem acabar afetando os globos oculares. Por isto, é importante saber o que está acontecendo e tentar corrigir isso o mais rápido possível.

Se você tem a impressão de um olho mais baixo que o outro, somente uma pálpebra está ou aparenta estar mais caída que a outra, é possível achar que se trata de uma infecção, uma paralisia facial ou um fraqueza muscular na área. Neste artigo do ONsalus, te damos todas as informações que precisa saber a respeito do por que você tem uma pálpebra caída e outra não.

*imagem

O que é a ptose palpebral?

Ptose palpebral é o termo médico que se refere a ter pálpebras caídas. Pode ser por causa de diferentes motivos, entre os quais se destacam:

  • Perda de elasticidade dos tecidos com a idade;
  • Ressecamento da pele e perda de elasticidade;
  • Problemas de nascimento;
  • Paralisia facial com ausência do estímulo nervoso sobre o músculo palpebral.

Ectrópio: pálpebra caída e virada

Este problema consiste em uma das pálpebras, ou uma parte dela, ficar sempre aberta e mais caída que a outra. Entre os problemas que você pode notar estão:

  • Vermelhidão do olho;
  • Sensação de olho seco;
  • Ter a sensação de alguma coisa raspando no olho;
  • Lacrimejamento;
  • Excesso de sensibilidade;
  • Fotossensibilidade.

O ectrópio pode ser causado por diferentes problemas, como:

Paralisia facial

O nervo facial é o que nos permite fazer os movimentos dos músculos do rosto. Pode acontecer que este fique paralisado e impeça alguns movimentos normais ou altere o tônus de alguns músculos. Se entre os músculos afetados está o músculo elevador da pálpebra, esta ficará caída.

A paralisia facial costuma alterar um lado do rosto, por isso aparecerão outros sintomas, como a dificuldade em mexer este lado ou ficar babando.

Trata-se de um caso urgente. Se o quadro começou repentinamente é muito importante consultar um médico. A causa será determinada com base nas perguntas que o médico fazer, sua avaliação e os estudos que achar conveniente solicitar. Pode ser necessário ficar em repouso em casa.

Perda de elasticidade

A pele e os músculos das pálpebras podem se esticar e dar a aparência de queda da pálpebra. Neste caso são os tecidos que estão debilitados. Embora geralmente costume ocorrer em ambos os lados (de forma bilateral), também pode ocorrer de forma mais evidente em apenas um lado. Neste caso, você notará o problema de forma unilateral.

É um problema comum de aparecer com o passar dos anos, sobretudo, quando a pele fica mais seca.

Você pode passar óleo de sésamo ou cremes hidratantes na região para melhorará, no entanto, é conveniente aplicá-los antes do problema aparecer a fim de preveni-lo, pois quando a pálpebra já está caída a solução mais eficaz é a cirúrgica.

Cicatrizes

Se a pele de uma das pálpebras sofreu alguma lesão (como por exemplo um corte ou queimadura), a formação de uma cicatriz pode alterar seu fechamento normal.

É possível tentar diminuir a cicatriz através de pomadas e medicamentos, mas se a lesão for muito séria, somente uma cirurgia poderá te ajudar.

Tumores

O crescimento anormal de tecidos na pálpebra ou em áreas próximas podem fazer com que esta caia e fique virada.

É importante avaliar sua extensão e origem para saber qual medida tomar.

Problema de nascimento

Pode ser que o ectrópio se manifeste desde o nascimento. É comum observá-lo associado a transtornos genéticos.

Pode ser corrigido cirurgicamente caso seja muito incômodo.

Blefarite: inflamação da pálpebra

A blefarite pode provocar o surgimento de uma pálpebra mais caída. Também será notado que ela fica avermelhada, inchada e quente. Além disso, você pode notar descamação da pele, vermelhidão no olho, lacrimejamento, fotossensibilidade, crescimento anormal dos cílios ou queda dos mesmos.

Entre as causas que podem causar uma blefarite estão:

  • Alergia;
  • Rosácea;
  • Dermatite seborreica ou caspa;
  • Obstrução de pequenas glândulas na pálpebra;
  • Terçol.

Tratamento

É importante tentar detectar a causa do problema para iniciar o tratamento adequado. Evitar produtos irritantes, cosméticos e produtos não naturais é essencial para diminuir a inflamação.

Se existe uma infecção, pode ser necessário um creme com antibióticos. Também podem ser aplicados anti-inflamatórios.

Se você prefere uma opção natural, pode optar por fazer uma infusão de camomila ou calêndula e passá-la sobre a pálpebra afetada.

Optar por uma alimentação saudável, evitar ficar muito tempo em frente à tela e limitar o consumo de irritantes, como o café ou o álcool, pode ser necessário para ter uma cura mais rápida.

Por que tenho uma pálpebra mais caída que a outra? - Blefarite: inflamação da pálpebra

Síndrome de Horner

Trata-se de um problema pouco frequente, mas possui uma apresentação muito típica. Além da queda de uma só pálpebra, a pessoa sofrerá uma contração da pupila do mesmo lado e diminuição na transpiração do rosto e pescoço.

Ocorre por uma alteração nos nervos que inervam este olho, podendo ser causado por:

  • Gânglios cervicais inflamados;
  • Traumatismos;
  • Problemas na aorta;
  • Um tumor no pulmão.

Tratamento

É importante definir se realmente é este o problema e o motivo do seu aparecimento. Para isso, é necessário consultar um médico. Ele te fará algumas perguntas e avaliará, podendo solicitar alguns exames essenciais para conhecer a causa.

Dependendo da origem do problema, será prescrito um tratamento ou outro (antibióticos, anti-inflamatórios ou, inclusive, pode ser necessária uma cirurgia).

Por que tenho uma pálpebra mais caída que a outra? - Síndrome de Horner

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Por que tenho uma pálpebra mais caída que a outra?, recomendamos que entre na nossa categoria de Olhos e visão.

Bibliografia
  • Ozgur O, Kaufman EJ. Ectropion. 2020 Aug 12. In: StatPearls [Internet]. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; 2020 Jan–. PMID: 28722958.
  • Pérez-Cano HJ, Rubalcava-Soberanis ML, Velázquez Salgado R. Relationship between blepharitis and components of the metabolic syndrome. Arch Soc Esp Oftalmol. 2018 Oct;93(10):476-480. English, Spanish. doi: 10.1016/j.oftal.2018.06.001. Epub 2018 Jul 19. PMID: 30031612.
  • Jowett N. A General Approach to Facial Palsy. Otolaryngol Clin North Am. 2018 Dec;51(6):1019-1031. doi: 10.1016/j.otc.2018.07.002. Epub 2018 Aug 16. PMID: 30119926.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Por que tenho uma pálpebra mais caída que a outra?
1 de 3
Por que tenho uma pálpebra mais caída que a outra?

Voltar ao topo da página