Partilhar

Sintomas de infarto do miocárdio

 
Por Nídia do Carmo, Editora e redatora ONsalus. Atualizado: 14 março 2018
Sintomas de infarto do miocárdio

As doenças cardiovasculares são a primeira causa de morte a nível mundial, sendo o infarto do miocárdio a condição que mais vidas leva anualmente. Esta patologia surge quando, devido à obstrução e rigidez das artérias coronárias, a passagem do sangue até o coroação é dificultada, podendo provocar a morte do tecido cardíaco após alguns minutos apenas. No entanto, alguns sintomas podem alertar de que algo não está bem e, quando tratados adequadamente, as chances de sobreviver a um infarto excedem os 90%. neste artigo do ONsalus, explicamos quais são os sintomas de infarto do miocárdio para que você possa agir rapidamente caso você ou alguém próximo apresente estes sinais.

Também lhe pode interessar: Veia do pescoço pulsando: o que pode ser

A importância de agir rapidamente

Embora cerca de ¼ dos infartos ocorra sem manifestar sintomas prévios, os especialistas calculam que nos demais casos surjam sinais graduais que vão piorando com o passar dos minutos até o coração colapsar. Pode passar cerca de uma hora até isto acontecer, mas se o enfarte for detectado e atendido nesse período, as probabilidades de sobreviver e recuperar superam os 90%.

Saber identificar os sintomas de infarto do miocárdio pode fazer a diferença entre a vida e a morte, pelo que se os sinais que identificamos em seguida forem detectados, você deve ir até um centro médico o quanto antes para receber atenção urgente.

Sintomas de um infarto do miocárdio

Existem sinais que nos indicam que algo está passando com nosso coração. Alguns deles surgem minutos antes do infarto, enquanto que outros se podem manifestar até com meses de antecedência. Se estes sintomas de infarto aparecerem, é essencial que você visite um centro médico com urgência:

Dor no peito e em outras zonas

Este é, provavelmente, o sintoma de infarto mais conhecido e difundido de todos. A dor na zona do tórax, em redor do peito, costuma surgir como uma pressão intensa na zona do coração. Alguns pacientes descrevem a sensação como se o órgão estivesse sendo retorcido, podendo também vir acompanhada de um ardor em alguns casos. A dor pode se manifestar continuamente por, no mínimo 15 minutos, ou ser intermitente, afetando também outras zonas como o ombro e o braço (geralmente do lado esquerdo), as costas, o pescoço ou a mandíbula.

É importante ter claro que a dor nem sempre tem de ser muito intensa e, mesmo assim, ser um infarto. Por esse motivo, perante qualquer incômodo deste tipo que surja de um jeito repentino em repouso ou durante a atividade física, procure atenção médica imediata.

Dificuldade para respirar

A sensação de falta de ar ou de fadiga é um sinal claro de que algo pode estar acontecendo com o nosso coração. Embora a dor de peito possa indicar a presença iminente de um infarto, este sintoma costuma afetar pacientes com problemas cardíacos meses antes de um ataque. Se você nota que se cansa demasiado e que qualquer esforço físico deixa você sem ar e com dificuldades respiratórias, visite o médico assim que possível.

Náuseas, vômitos, tonturas ou sensação de desmaio

Uma dor forte no peito e outras zonas e a sensação de falta de ar podem provocar outros sintomas de infarto como tonturas, náuseas, vômitos ou sensação de desmaio. isto não deve ser confundido com indigestão ou mal-estar gástrico. perante os sintomas mencionados, visite o serviço médico de urgências de imediato.

Sudação excessiva

Este sintoma pode surgir antes do ataque, até mesmo alguns dias antes de acontecer. Consiste em transpiração excessiva sem causa aparente ou sudação excessiva sem razão. Isto ocorre porque o coração, quando não recebe uma boa circulação de sangue, necessita de trabalhar mais e isso faz com que a temperatura do corpo suba, provocando suores repentinos.

Sintomas de infarto do miocárdio - Sintomas de um infarto do miocárdio

Devo ir ao médico mesmo sem saber se é um infarto?

Sim! Consulte um centro médico e solicite atenção médica urgente quando sentir um ou mais destes sintomas. Não esqueça que mais de 90% das pessoas que são atendidas rapidamente se conseguem salvar. Mesmo que seja um falso alarme ou qualquer outra condição, é essencial prestar atenção aos sintomas que podem representar um ataque de coração e procurar ajuda especializada.

Caso você não possa consultar um centro sozinho, não duvide em contactar o serviço de emergência para solicitar atenção imediata com uma ambulância!

Fatores de risco infarto agudo do miocárdio

Os infartos do miocárdio podem afetar tanto homens como mulheres, embora sejam eles quem tem o maior risco quando alcançam a meia idade. Já a mulher, não corre um risco tão elevado até ao momento em surge a menopausa. Esta condição, assim como outras doenças cardíacas, é mais comum em pessoas que contam com uma série de hábitos e características.

Estes são os fatores que aumentam o risco de sofrer de infartos:

  • Ser fumador.
  • Ter colesterol alto.
  • Sofrer de tensão arterial elevada.
  • Ter obesidade ou excesso de peso.
  • Ter uma vida sedentária com ausência de atividade física.
  • Ser diabético.
  • Abusar de álcool ou drogas.
  • Contar com familiares diretos que tenham sofrido de ataques cardíacos.

Em qualquer um destes casos, se recomenda tomar as medidas necessárias para prevenir um infarto e, assim, melhorar a qualidade de vida. Uma dieta saudável (rica em vegetais, frutas e proteínas magras, sem comida gordurosa e rica em sal), a prática de exercício físico frequente, o controlo dos níveis de colesterol, pressão arterial e diabetes (caso se sofra), assim como a toma de medidas necessárias para perder peso são algumas das recomendações que podem te ajudar a proteger o coração e prevenir um infarto.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Sintomas de infarto do miocárdio, recomendamos que entre na nossa categoria de Sangue, coração e circulação.

Escrever comentário sobre Sintomas de infarto do miocárdio

O que lhe pareceu o artigo?

Sintomas de infarto do miocárdio
1 de 2
Sintomas de infarto do miocárdio

Voltar ao topo da página