Partilhar

Ardência na glande: o que pode ser

Ardência na glande: o que pode ser

Qualquer incômodo ou problema no pênis costuma gerar angústia e preocupação no homem. Isto, somado ao fato de que muitas pessoas demoram e/ou evitam visitar o urologista até que a dor se torne insuportável, faz com que seja imprescindível dar informações sobre as possíveis causas destes sintomas no sistema reprodutor masculino.

Um dos principais sintomas no que diz respeito à saúde íntima do homem é a ardência no interior do pênis, um problema que costuma aumentar ao urinar ou ter relações sexuais e que pode piorar com o tempo e se tornar crônico. Se você quer saber as possíveis origens desta condição, te incentivamos a continuar lendo o seguinte artigo do ONsalus - ardência na glande: o que pode ser.

Também lhe pode interessar: Glande sensível, o que fazer?

Ardência na glande peniana: tricomoníase

A tricomoníase é uma doença sexualmente transmissível que pode afetar tanto homens quando mulheres. Na verdade, é uma das doenças deste tipo mais prevalentes, o que se deve, em parte, ao fato de que em muitos casos não apresentar sintomas, fazendo com que as pessoas a contagiem sem perceberem. Embora seja uma condição de fácil tratamento, é importante visitar um urologista para curá-la rapidamente e não deixar a infecção crescer. Para isso, é indispensável conhecer seus sintomas, entre os quais encontra-se a ardência na glande peniana, especialmente no interior da mesma.

Já comentamos que, em alguns casos, a tricomoníase pode ser assintomática, apesar disso, quando se apresentam os sintomas, estes são:

  • Ardência dentro do pênis.
  • Irritação da uretra.
  • Secreções pelo pênis.

Esta condição pode acabar provocando outras infecções, tanto na próstata quanto na uretra, além disso, no caso da pessoa afetada não ser tratada, ela pode se tornar um foco de contágio para suas parceiras sexuais. Na maioria dos casos, o tratamento para a tricomoníase se baseia na administração de antibióticos, por isso é muito importante seguir as indicações e doses indicadas pelo médico e não abandonar o tratamento pela metade.

Ardência na glande: infecção urinária

Na verdade, a infecção urinária é um termo muito amplo, pois pode definir qualquer infecção que aconteça em algum ponto da via urinária, contudo, entre seus sintomas, uma das mais comuns é a ardência na glande ao urinar. Cabe salientar que, dependendo da área em que acontece a infecção, os sintomas podem variar, não obstante, alguns dos mais frequentes são:

  • Dor na área baixa do abdômen.
  • Urina com forte odor.
  • Vontade frequente e urgente de urinar.
  • Urina turva.
  • Sangue na urina.
  • Ardência ao urinar.
  • Urinar pouca quantidade.

Normalmente, a infecção urinária em homens é provocada por una proliferação bacteriana na próstata, entre as causas mais frequentes da infecção urinária em homens encontramos:

  • Bactérias intestinais que entram através do sexo anal.
  • Bactérias que entram através do sexo oral.
  • Transtornos vesiculares.
  • Pessoas com um sistema imunológico fraco.
  • Pessoas que sofrem de diabetes mellitus.
  • Pessoas que bebem muito pouca quantidade de água.
  • Pessoas que sofrem de hiperplasia benigna da próstata.
  • Pessoas com pedras no rim.

Ardência na ponta da glande: uretrite

A uretrite é a irritação e inflamação da uretra, uma condição que, entre outros incômodos, causa ardência na glande ao urinar. As causas desta doença podem ser diversas, desde o tipo irritativo através do uso de lubrificantes ou certas substâncias químicas até à infecção viral ou bacteriana, que são as mais comuns e têm a ver com doenças sexualmente transmissíveis como a gonorreia e a clamídia.

Entre os principais sintomas da uretrite em homens, diante dos quais você deveria visitar um urologista, encontramos:

  • Ardência no interior da glande ao urinar.
  • Vontade frequente de urinar.
  • Secreção na uretra, seja muita ou pouca.
  • Sangue na urina ou ao ejacular.
  • Comichão no interior do pênis.
  • Inflamação dos gânglios da virilha.
  • Desconforto ao ter relações sexuais e ao ejacular.

O tratamento da uretrite é feito principalmente com antibióticos, sobretudo quando suspeita-se que por trás da condição há uma infecção, embora não tenha sido confirmada através de estudos. Sabe-se que cerca de 50% da uretrite tem como causa a ação dupla da clamídia e da gonorreia, e o mais recomendável é que seja feito um tratamento que ataque as duas doenças.

Ardência na glande devido à prostatite

A prostatite é a inflamação da próstata ou da glândula prostática. Esta inflamação pode ter diferentes gatilhos e, dependendo de sua origem e evolução, pode se subdividir em dois grandes grupos. Estes dois tipos de prostatite são:

  • Prostatite bacteriana aguda: começa repentinamente e tem início com dor e febre, podendo chegar a dar calafrios. O principal sintoma desta prostatite é a intensa ardência no interior da glande quando se urina, chegando ao ponto de poder sair sangue. Com um tratamento adequado, esta condição costuma desaparecer com facilidade.
  • Prostatite bacteriana crônica: é uma condição muito mais rara que a aguda, além disso, seu tratamento também costuma ser mais complexo. Trata-se de uma condição que aparece e desaparece, cujo tratamento deve ser feito com antibióticos de amplo espectro. Diferente da anterior, esta prostatite se estende por mais de três meses e entre seus sintomas também há a ardência no interior do pênis ao urinar.

A Escherichia coli costuma ser a bactéria que causa este tipo de infecções, além disso, existem certas pré-condições que podem aumentar as probabilidades de tê-la:

  • Ter fimose.
  • Ter sofrido alguma lesão entre a área do ânus e do escroto.
  • Ter feito uma sonda.
  • Depois de certos procedimentos, como a biopsia da próstata.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Ardência na glande: o que pode ser, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor masculino.

Bibliografia
  • "Fimose e parafimose" por Patrick J. Shenot, MD, Associate Professor and Deputy Chair, Department of Urology, Sidney Kimmel Medical College at Thomas Jefferson University. Disponível em: https://www.msdmanuals.com/pt-pt/profissional/dist%C3%BArbios-geniturin%C3%A1rios/doen%C3%A7as-penianas-e-escrotais/fimose-e-parafimose

Escrever comentário sobre Ardência na glande: o que pode ser

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Vitor Silva
ardencia na ponta da glande ao urinar, devo me preocupar?

Ardência na glande: o que pode ser
Ardência na glande: o que pode ser

Voltar ao topo da página