Partilhar

Glande sensível, o que fazer?

Por Martim Pereira, Redator ONsalus. Atualizado: 24 abril 2018
Glande sensível, o que fazer?

O pênis faz parte da anatomia sexual masculina junto com o escroto e os testículos. Ele se divide em diferentes partes como o tronco, o freio, o prepúcio e a glande. Esta última zona corresponde à extremidade do órgão. É onde se encontra localizada a abertura da uretra, que é o canal por onde saem os fluidos do pênis como o sêmen e a urina, além de ser coberta por uma pele muito sensível. Por ser uma zona tão delicada, é mais propensa a apresentar sintomatologias como dor ao toque e você deve saber que esse não é um sintoma normal, sendo necessário consultar um médico para que ele examine a situação e determine o que provoca essa sensação.

Existem muitas causas que podem provocar esse aumento na sensibilidade da glande e diferentes formas de solucionar a condição, por isso, nesse artigo do ONsalus te explicamos: Glande sensível, o que fazer?

Também lhe pode interessar: Glande sensível: causas

Glande sensível por fimose

Se refere à impossibilidade de retrair a pele do prepúcio e expôr a glande. Os casos de fimose fisiológica são comuns em crianças mas, com o passar do tempo, a pele vai se desprendendo e permitindo a retração. Deve desaparecer ainda na fase infantil mas, em alguns casos, permanece na idade adulta pois a pele é demasiado estreita e não permite um deslizamento correto que exterioriza a glande.

Quando o homem tenta retrair a glande, sente muita dor na região. Além disso, sente tensão e estiramento durante a ereção e dificuldade para urinar. Se a fimose persiste, pode trazer outras consequências como as infecções urinárias, falta de higiene, dor, fissura e sangramento (sobretudo durante as relações sexuais), balanite e até mesmo câncer de pele com o tempo.

Recomendamos que você consulte um médico especialista, neste caso um urólogo, que provavelmente recomendará uma pequena intervenção cirúrgica localizada conhecida como circuncisão. Não fique preocupado, já que esta é uma cirurgia simples.

Glande sensível, o que fazer? - Glande sensível por fimose

Ferida na glande ou alteração cutânea

A glande é uma zona muito sensível pois está coberta de mucosa, sendo muito propensa a apresentar lesões ou feridas graças a cortes, arranhões, pancadas, entre outros. Por ser tão delicada, esta zona se lesiona com facilidade e, pelo mesmo motivo, leva mais tempo para recuperar.

Se você não havia experienciado sensibilidade na glande ao toque antes, você deve avaliar a condição cuidadosamente já que pode apresentar alguma lesão ou alteração na pele que esteja provocando o sintoma. Esta sensibilidade pode ser controlada se você identificar a causa subjacente e limpar a ferida adequadamente.

Glande sensível por balanite

É o nome usado para designar a inflamação da glande. Existem várias causas que podem provocar uma balanite, mas a origem mais comum é a falta de uma higiene adequada na cabeça do pênis, sobretudo nos que não circuncidados.

Da mesma forma, a balanite pode ser provocada pelo uso de certos sabões que irritam a área (dermatite de contato), detergentes ou preservativos que contêm substâncias químicas que fazem a pele delicada reagir. A balanite pode ainda ser provocada por diferentes infecções fúngicas, bacterianas ou virais.

Independentemente da causa, os sintomas para cada condição costumam ser os mesmos:

  • Vermelhidão na região.
  • Secreção com mau odor.
  • Manchas vermelhas na glande.
  • Dor ao urinar.
  • Incapacidade de retração do prepúcio.
  • Dor na glande.
Glande sensível, o que fazer? - Glande sensível por balanite

Candidíase e dor na glande

A candidíase é uma infecção fúngica provocada por um fungo, mais especificamente o fungo candida albicans. Esta condição é muito próxima da balanite, mas é essencial conhecer o problema já que muitos homens acreditam que é um problema que apenas afeta as mulheres. Contudo, os homens também podem ser acometidos por este tipo de infecção.

A candidíase provoca uma inflamação do prepúcio e da glande e produz vermelhidão, coceira, ardência na região, assim como a presença de uma membrana esbranquiçada característica da condição. Além desses sintomas, causa dor na glande e aumenta a sensibilidade ao toque.

A candidíase pode ser produto de um sistema imunológico debilitado, do contacto com uma pessoa infectada durante a relação sexual ou por excesso desta levadura dentro do organismo. Ela está presente na pele e o sistema imunológico é responsável pelo controlo dos seus níveis. Quando se altera, ocorre um descontrolo que provoca um aumento dos níveis, aumentando a probabilidade de desenvolver esta infecção. O consumo de carboidratos e de açúcares também é um fator de risco.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Glande sensível, o que fazer?, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor masculino.

Escrever comentário sobre Glande sensível, o que fazer?

O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
Aliny Araujo
O meu marido ta com a glande sensível já algum tempo ,passou pomada para bacteriana mas n resolveu sumiu e agora voltou de novo
A sua avaliação:
Mário André
Acho que estou sofrendo de glande sensível por balanite. Já marquei minha consulta no médico. Agradeço a explicação!

Glande sensível, o que fazer?
1 de 3
Glande sensível, o que fazer?

Voltar ao topo da página