Partilhar

Pontadas no pênis: o que pode ser

 
Por Martim Pereira, Redator ONsalus. 25 maio 2020
Pontadas no pênis: o que pode ser

A glande é uma das áreas de maior prazer da anatomia do homem e, portanto, também é uma das mais delicadas, devido a sua grande quantidade de terminações nervosas por onde circula o sangue sangue durante cada ereção.

As pontadas no pênis são um sintoma incomum e desagradável, que nem sempre representa um sinal de alerta para quem as sente. Além disso, você deve saber que a sensação de fisgadas no pênis podem estar relacionadas a substâncias estranhas, que penetram pela abertura da ponta do pênis e geram reações alérgicas, a balanite, a candidíase e, em casos graves, até a doenças sexualmente transmissíveis.

Se este incômodo permanecer por 3 dias ou mais, você deve consultar ao urologista para ter um diagnóstico correto. Se quer saber mais sobre este tema, te convidamos para que continue lendo este artigo do ONsalus sobre as Pontadas no pênis: o que pode ser.

Também lhe pode interessar: Bolinhas no pênis, o que pode ser?

Pênis e glande

A glande é a ponta ou parte final do pênis e se caracteriza por ter uma forma cônica e uma cor, dependendo de cada indivíduo, avermelhada ou rosada. É um pouco mais grossa que o resto do pênis e tem textura lisa. Esta região é extremamente sensível devido a quantidade de terminações nervosas que possui, o que gera mais prazer sexual ao homem.

É coberta pelo prepúcio nos homens não circuncidados. Desde o nascimento, apresenta uma dobra de pele que pode ser facilmente deslocada para deixar a glande descoberta durante a ereção. Na parte inferior do pênis, a glande fica unida com o prepúcio através do freio do prepúcio.

Além disso, a glande está relacionada com o processo de micção. A uretra a atravessa e seu orifício exterior está localizado na extremidade deste órgão, também sendo o mesmo orifício por onde se expele o sêmen na ejaculação. Ao redor da glande estão as pápulas peroladas, que são pequenas protuberâncias em forma de coroa e de cor mais intensa que o resto do pênis.

Conhecer as diferentes funções e informações da glande será útil na hora de entender as causas das fisgadas nessa zona as quais explicaremos a seguir.

Pontadas no pênis: o que pode ser - Pênis e glande

Pontadas no pênis por balanite

A condição mais comum que pode causar fisgadas no pênis é a balanite. Esta condição é bastante comum na glande e prepúcio e nada mais é que o inchaço desta região, ocasionada normalmente em homens com uma má higiene da ponta do pênis. É frequente em homens que não foram circuncidados.

Além da higiene, a balanite está associada a:

  • Uso de sabonetes fortes.
  • Enxague incorreto da região após o banho.
  • Infecções bacterianas.
  • Doenças como a diabetes mellitus mal controlada ou a artrite reativa.

Para seu diagnóstico basta fazer uma avaliação médica e a identificação dos sintomas associados como:

  • Vermelhidão do prepúcio e resto do pênis.
  • Erupção cutânea na glande.
  • Dor na glande ao tocá-la, ou tocar no prepúcio ou resto do pênis.
  • Saída de secreção de odor fétido pela glande.

Tratamento da balanite

Em alguns casos, costumam ser solicitados alguns exames especiais para corroborar o diagnóstico da balanite.

Felizmente, o creme a base de antibióticos e a boa higiene ajudam a tratar a balanite. Tudo depende da causa associada a sua manifestação. Além do creme com antibióticos, também podem estar inclusos cremes a base de esteroides ou cremes antimicóticos.

Caso não seja tratada, a balanite pode causar complicações como estreitamento do orifício do pênis, fimose, parafimose ou um mau fluxo sanguíneo na ponta do pênis.

Você pode ler mais informações sobre a balanite no artigo Balanite: sintomas, tratamento e causas.

Outras causas das fisgadas no pênis

Outras causas que podem causar as pontadas no pênis são:

Alergia na glande

Existem certos produtos de higiene e tecidos aos quais os homens apresentam maior sensibilidade. Provavelmente, isto desencadeie a inflamação na glande e no resto do pênis. Alguns homens podem sentir desconforto através da coceira, pontadas na glande ou dor na ponta da glande.

Para isso, é recomendável usar roupas íntimas de materiais como o algodão e evitar o uso de tecidos sintéticos. Limitar, além disso, o uso de produtos que não sejam adequados para a região íntima. Se o desconforto for intenso, você deve consultar seu urologista, que determinará se é necessário fazer o uso de algum creme na área afetada.

Candida albicans

É errado achar que a Candida albicans só afeta mulheres. No casos dos homens também pode haver um crescimento desproporcional deste fungo, causando inflamação intensa na glande e no resto do pênis, desencadeando sintomas irritantes e incômodos, como coceira, inflamação e dor aguda.

O uso de creme e solução a base de imidazóis é necessário para eliminar por completo este tipo de fungos. Neste caso, o urologista ou seu médico de confiança será o indicado para prescrever o antifúngico ideal.

Mais sobre a Candida albicans em homens no artigo Fungos na glande peniana: sintomas e tratamento.

Doenças sexualmente transmissíveis

Uma das causas mais temíveis ao apresentar algum sintoma no órgão genital. São várias as DSTs que podem gerar dor no pênisvao tocá-lo e fisgadas, como a gonorreia, a sífilis ou a clamídia. Além das fisgada no pênis, podem surgir sintomas como:

  • Feridas.
  • Saída de secreção pela glande.
  • Vermelhidão.
  • Inchaço.

Uma doença sexualmente transmissível deve ser tratada de forma individualizada, dependendo o tipo de infecção e dos sintomas que cada indivíduo manifestar, por isso que é importante a avaliação médica precoce.

Quando ir ao médico por pontadas no pênis?

O mais recomendável é ir ao médico de confiança ou urologista assim que sentir as fisgadas no pênis, especialmente se não há um motivo claro associado para que manifeste este desagradável sintoma.

Além disso, deve ir o quanto antes caso manifeste:

  • Saída de pus pela glande.
  • Saída de sangue.
  • Febre.
  • Coceira intensa.
  • Inchaço no pênis.

Caso as pontadas no pênis e a dor permanecerem por mais de 3 dias ou piorarem com o passar do tempo, não deixe de consultar um especialista.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Pontadas no pênis: o que pode ser, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor masculino.

Vídeos relacionados com Pontadas no pênis: o que pode ser

1 de 3
Vídeos relacionados com Pontadas no pênis: o que pode ser

Escrever comentário sobre Pontadas no pênis: o que pode ser

O que lhe pareceu o artigo?

Pontadas no pênis: o que pode ser
1 de 2
Pontadas no pênis: o que pode ser

Voltar ao topo da página