Partilhar

Corrimento com cheiro de cebola: causas

Por Leonardo Simon. Atualizado: 27 março 2019
Corrimento com cheiro de cebola: causas

Você notou que seu fluxo vaginal cheira a cebola ou que apresenta um odor similar e forte? É normal que se pergunte o porquê desta mudança no odor vaginal, é essencial que você conheça as possíveis causas, quando se preocupar e ir ao médico e quando não é necessário, além de algumas soluções.

Você sente que seu corrimento libera um odor similar ao da cebola? Qualquer alteração na saúde vaginal pode preocupar a mulher. Além disso, no caso de não ser tratado corretamente, qualquer pequena alteração pode acabar se desenvolvendo em um problema mais grave. Você quer saber porque tem corrimento com cheiro de cebola? No seguinte artigo do ONsalus te explicamos!

Também lhe pode interessar: Gardnerella: tratamento, sintomas e causas

Corrimento com cheiro de cebola: medicamentos

A ingestão de certos fármacos pode provocar uma alteração no odor do fluxo vaginal, fazendo com que este cheire a cebola. Quanto aos medicamentos, os antibióticos são os principais responsáveis por produzirem estes odores, algo que acontece pelo fato de que podem debilitar a flora vaginal. Esta é a mesma razão pela qual muitas mulheres sofrem de candidíase depois de terem tomado antibióticos durante certo tempo, pois ao alterar a flora vaginal, podem proliferar outros fungos ou bactérias. No caso de estar no meio de um tratamento com antibióticos e começar a notar algum destes sintomas, não deve suspendê-lo por sua própria decisão, comente o sintoma com o seu médico e será ele quem decidirá qual é a melhor opção.

Além dos antibióticos, existem outros medicamentos e suplementos alimentares que também podem apresentar estes sintomas. Neste grupo, sobretudo, devemos destacar as pílulas de alho e cebola, que nos últimos tempos se popularizaram e que muitas pessoas que não gostam do seu sabor tomam para obter seus benefícios.

Corrimento vaginal com cheiro de cebola: doenças

Existem certas doenças que podem apresentar diferentes sintomas, entre os quais o corrimento vaginal com cheiro de cebola está incluso. A seguir te explicamos dois dos principais:

Tricomoníase

A tricomoníase é uma doença sexualmente transmissível causada por um parasita chamado Trichomonas vaginalis. Esta doença pode afetar tanto os homens quanto as mulheres, contudo, nestas podem ser muito mais claros e incômodos. Um dos que primeiros aparecem são as alterações no fluxo menstrual. Como o odor de cebola, mas também pode mudar o aspecto, sentir coceira ou ardência ao urinar e dor ao ter relações sexuais, sendo normal notar corrimento amarelado com cheiro de cebola, de textura espumosa.

O tratamento médico é indispensável para tratar a tricomoníase, algo que normalmente é feito através de antibióticos. No entanto, o médico é quem sempre deve passar a receita e, além disso, devem ser estabelecidas orientações de higiene corretas para eliminar alguns dos seus sintomas, como o odor vaginal.

Vaginose bacteriana

Outra das causas pelas quais seu fluxo pode cheirar a cebola é sofrer de vaginose bacteriana. Esta infecção costuma se caracterizar por um odor podre ou de peixe no fluxo, além disso, quando a infecção começa, é normal ter corrimento branco com cheiro de cebola no início, que com o tempo pode ir aumentando e ficando mais acinzentado.

As vaginose bacteriana acontece devido a uma proliferação em excesso das bactérias que se encontram na vagina. Quando os níveis de bactérias se desequilibram, entre outros sintomas, podem provocar este odor. Algumas das principais causas que podem provocar a vaginose bacteriana são:

  • Fazer banhos vaginais.
  • Certos tipos de antibióticos.
  • O DIU.
  • Mudar ou ter diferentes parceiros sexuais.

Como explicamos, a vaginose bacteriana é mais comum entre as mulheres sexualmente ativas do que as que não são, contudo, isto não significa que não possa acontecer em mulheres virgens ou sem atividade sexual.

Corrimento com cheiro forte de cebola: alimentação

As pessoas dizem que somos o que comemos, e não é por menos, posto que a alimentação é um aspecto fundamental para manter uma boa saúde. Outra coisa é saber que, dependendo do que comemos, isto também mudará nosso odor corporal. Um dos exemplos mais claros é o odor da urina quando comemos aspargos.

Mas você sabia que comer alho ou cebola pode mudar o cheiro do corrimento vaginal? Comer alho ou cebola é uma das principais causas do seu corrimento com cheiro forte de cebola. Além do alho, a cebola e os já mencionados aspargos, outros produtos que podem alterar seu odor são as especiarias, como o curry.

No entanto, não afetam apenas o corrimento, também afetam a urina e o odor corporal em geral. Nestes casos não há nada a se fazer, não só porque não existe um "tratamento", mas também porque não é nem preocupante nem alarmante - é algo completamente normal de acordo com o que comemos.

Muco branco com cheiro de cebola: suor

Em relação com o que acabamos de comentar, dependendo do que comemos, nosso suor também pode mudar de odor. Portanto, comer alimentos como o alho ou a cebola pode fazer com o suor ganhe esse cheiro. Por outro lado, se não temos uma higiene adequada, o suor e as bactérias podem fazer com que a área íntima da mulher cheire mal, como a cebola, dependendo do caso.

Se este é o caso, para acabar com o odor de cebola no fluxo bastará lavar bem a vagina e seguir orientações adequadas de higiene, por exemplo:

  • Usar roupas íntimas de algodão.
  • Não usar calças muito justas.
  • Utilizar sabonetes neutros.
  • Secar bem a zona íntima e trocar de roupa íntima após se exercitar.

Ao não fazer tudo isso corretamente, ao longo do tempo a mulher pode acabar desenvolvendo alguma infecção.

Corrimento com cheiro de cebola na gravidez

Muitas mulheres se queixam de corrimento com cheiro de cebola na gravidez, algo que é totalmente normal. Isto se deve ao fato de que esta é uma época em que ocorrem alterações hormonais muito bruscas, o que se repercute no fluxo vaginal: tanto na textura quanto na quantidade e odor.

Não obstante, a gravidez não é o único fator que pode provocar alterações hormonais que acabam causando o odor de cebola no fluxo. Outras das situações que causam estas alterações hormonais na mulher são:

  • Menstruação.
  • Uso de pílulas anticoncepcionais.
  • Menopausa.
  • Terapia hormonal.
  • Uso de cremes vaginais com hormônios.

Mas por que isso acontece? Isto ocorre porque existe uma alteração hormonal tão grande que também pode acabar alterando o pH da vagina, criando o clima perfeito para que se proliferem bactérias ou fungos. Se este é o seu caso, sobretudo durante a gravidez, é imprescindível consultar o seu médico.

Porque meu corrimento cheira a cebola: uso inadequado de absorvente interno

Um absorvente interno jamais deve permanecer dentro da vagina por mais de 6 horas. Passado esse tempo, é muito fácil que a menstruação, o próprio tecido do absorvente e o suor comecem a proliferar bactérias e acabem provocando uma infecção vaginal. Como no caso da vaginose bacteriana, pode provocar corrimento com cheiro de cebola no início e, posteriormente, acabar gerando um odor a peixe ou odor a podre.

No caso de desenvolver uma infecção, é normal que se manifestem outros tipos de sintomas como febre, ardência vaginal ou ardência ao urinar. Caso você se tenha esquecido de retirar o absorvente interno, deve retirá-lo imediatamente e lavar corretamente a área. Se, depois disso, os sintomas não desaparecerem, deve ir ao ginecologista imediatamente para que ele faça um diagnóstico e receite um tratamento adequado para o seu caso.

Corrimento com cheiro de cebola: causas

Como já explicamos ao longo do artigo, são diversas as causas que podem provocar o dor de cebola no fluxo. Em resumo, poderíamos dizer que as principais causas do corrimento com cheiro de cebola:

  • Ingestão de certos medicamentos.
  • Tricomoníase.
  • Vaginose bacteriana.
  • Suor e má higiene.
  • Alimentação.
  • Uso inadequado de absorventes internos.
  • Alterações hormonais.

Agora que você já esclareceu este tema, deve saber que o corrimento também pode apresentar outros odores que indicam que algo não está funcionando corretamente no organismo. Descubra as causas dos diferentes odores no corrimento vaginal:

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Corrimento com cheiro de cebola: causas, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor feminino.

Escrever comentário sobre Corrimento com cheiro de cebola: causas

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Margarida Nunes
Corrimento com cheiro de ferro, o que pode ser?

Corrimento com cheiro de cebola: causas
Corrimento com cheiro de cebola: causas

Voltar ao topo da página