menu
Partilhar

Corrimento no pênis: causas e tratamento da secreção na glande

 
Por Redação ONSalus. 20 janeiro 2021
Corrimento no pênis: causas e tratamento da secreção na glande

Nenhum homem quer ter problemas na região íntima, ainda mais problemas como queimação, coceira ou até mesmo dor, interferindo em sua vida sexual. Uma supuração clara no pênis podem ocorrer por diferentes causas: uma higiene ruim, doenças sexualmente transmissíveis, ter a imunidade baixa e, inclusive, pode aparecer quando há um câncer de pênis.

Neste post do OnSalus detalhamos as causas e tratamentos do corrimento no pênis (secreção branca na glande) para que você entenda os riscos e possibilidades.

Infecção

A causa mais comum do corrimento no pênis é uma infecção. Existem diferentes doenças que podem causar incômodos, queimação, dor e uma supuração esbranquiçada. Às vezes, pode haver incômodos ao urinar ou coceira, dependendo do microrganismo envolvido.

Gonorreia

Neisseria gonorreae é uma bactéria sexualmente transmissível, ou seja, se sua supuração começou após uma relação sexual sem proteção, esta pode ser a causa. Sua parceira sexual pode ou não apresentar sintomas, pois às vezes pode não haver incômodos.

A secreção costuma ser espessa e bem mais amarelada, podendo também ser um pouco mais clara. Além disso, você pode sentir desconforto ao urinar, dor, queimação no pênis e necessidade de urinar frequentemente.

O que fazer?

Se você acredita que este é o seu caso, é importante consultar um médico ou médica. Diagnosticar seu problema de forma adequada e a tempo evitará que tenha mais problemas e que os tratamentos sejam insuficientes ou desnecessários.

Para iniciar o tratamento, é provável que além de perguntar sobre seus sintomas e te avaliar, seja necessário pegar uma amostra da secreção para analisá-la.

Na consulta, te indicarão um antibiótico específico.

É importante que evite ter relações sexuais, pois desta forma a zona íntima continuará inflamada, além de poder contagiar outras pessoas.

Uma vez confirmado o diagnóstico, é fundamental descartar outras doenças sexualmente transmissíveis (DST) que podem ser contagiadas da mesma forma que a gonorreia.

Clamídia

Uma infecção por esta bactéria intracelular pode fazer com que você sofra incômodos na glande e no pênis. Uma condição urogenital por clamídia também é contagiada durante uma relação sexual sem preservativos e é mais comum que provoque sintomas nas mulheres.

Se esta for a causa, você pode:

  • Não ter sintomas;
  • Ter uma secreção através da uretra e sobre a glande;
  • Desconforto ao urinar;
  • Queimação no pênis;
  • Coceira na região;
  • Dor durante as relações sexuais;
  • Dor nos testículos;
  • Mal-estar general;
  • Náuseas;
  • Febre.

O que fazer?

Assim como no caso anterior, uma consulta a tempo é muito importante, pois é preciso descartar outras DSTs.

Seu médico ou médica te indicará um antibiótico que poderá ser administrado em uma dose ou em várias. É importante que não tenha relações sexuais por pelo menos 7 dias após fazer o tratamento.

Fungos

A candidíase é uma causa muito frequente de queimação, coceira, vermelhidão e secreções brancas na glande.

É mais frequente em pessoas com imunidade baixa e naquelas que têm relações sexuais sem proteção com alguém que sofra de candidíase.

Tratamento

Neste caso, um creme com antimicóticos ou uma medicação oral deste mesmo tipo pode te ajudar a tratar este problema.

Uma dieta leve e saudável te ajudará a melhorar mais rapidamente. Por outro lado, se você sofre de doenças crônicas que favorecem a diminuição da imunidade, como a diabetes, é muito possível que:

  • Uma infecção seja mais difícil de tratar.
  • Tenha poucos sintomas, mesmo com uma infecção complicada.

Por isso te recomendados que caso tenha esta doença, consulte seu médico ou médica o quanto antes.

Corrimento no pênis: causas e tratamento da secreção na glande - Infecção

Higiene íntima insuficiente

Se você não higieniza a glande adequadamente e de forma frequente, pode provocar o aparecimento de uma balanite. Neste caso, podem aparecer sintomas como:

  • Corrimento no pênis (supuração esbranquiçada);
  • Dor no pênis;
  • Ardência e incômodo ao urinar;
  • Vermelhidão na área;
  • Descamação;
  • Acúmulo e dessecação de secreções.

Alergia ou dermatite

Se recentemente usou um novo sabonete ou produto cosmético na área genital, é possível que a irritação e secreção que perceba seja por causa de uma dermatite.

Se isto costuma acontecer frequentemente contigo ou relacionou com o uso de preservativos de látex, é possível que seu problema seja alguma alergia.

Você deve consultar um médico ou médica para que possa te ajudar com os sintomas e te diga como preveni-los. Se este for realmente o caso, podem te indicar antialérgicos ou anti-inflamatórios.

Procure evitar substâncias irritantes e não tenha relações sexuais enquanto apresentar os sintomas. Você pode aplicar uma infusão de camomila ou calêndula na área para diminuir os incômodos.

Lesões tumorais

As vezes, o câncer de pênis pode começar a se manifestar com corrimento no pênis, como secreções na área do prepúcio e glande. Se notar alguma lesão que não desaparece, deve consultar seu médico de confiança.

Provavelmente ele precisará conversar contigo sobre seu histórico familiar, te avaliar e solicitar algum exame complementar, inclusive pode ser necessário fazer uma biopsia caso haja uma lesão visível.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Corrimento no pênis: causas e tratamento da secreção na glande, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor masculino.

Bibliografia
  • Jordan SJ, Aaron KJ, Schwebke JR, Van Der Pol BJ, Hook EW 3rd. Defining the Urethritis Syndrome in Men Using Patient Reported Symptoms. Sex Transm Dis. 2018 Jul;45(7):e40-e42. doi: 10.1097/OLQ.0000000000000790. PMID: 29465655; PMCID: PMC5995624.
  • Moi H, Blee K, Horner PJ. Management of non-gonococcal urethritis. BMC Infect Dis. 2015 Jul 29;15:294. doi: 10.1186/s12879-015-1043-4. PMID: 26220178; PMCID: PMC4518518.
  • Kim DG, Gomberg MA, Gushchin AE, Zaycev AV. [Non-gonococcal urethritis in men]. Urologiia. 2019 Sep;(4):122-128. Russian. PMID: 31535818.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Corrimento no pênis: causas e tratamento da secreção na glande
1 de 2
Corrimento no pênis: causas e tratamento da secreção na glande

Voltar ao topo da página