Partilhar

Esperma com sangue: o que pode ser

 
Por Nídia do Carmo, Editora e redatora ONsalus. Atualizado: 26 agosto 2019
Esperma com sangue: o que pode ser

A presença de sangue no esperma é uma condição pouco frequente denominada hematospermia ou hemospermia. Apesar de parecer muito preocupante, na maioria das vezes não representa nenhuma doença grave. Algumas das causas da hemospermia incluem um traumatismo, uma infecção ou uma inflamação de alguma parte do aparelho reprodutor masculino. De acordo com a causa que provoca a presença de esperma com sangue, podem surgir também outros sintomas como ejaculação dolorosa, febre, sangue na urina ou inchaço do escroto. Na maioria dos casos não é necessário tratamento, já que o sangue desaparece espontaneamente após algum tempo. Se você quer saber mais sobre esta condição, no ONsalus te explicamos - esperma com sangue: o que pode ser.

Também lhe pode interessar: Sangue no pênis: causas e tratamento

Aparelho reprodutor masculino

Antes de falar das diferentes causas associadas com a presença de sangue no esperma, devemos saber quais são as diferentes partes do corpo e, em específico, do aparelho reprodutor masculino, que poderiam estar afetadas quando isto ocorre.

Em primeiro lugar, os testículos se encontram dentro da bolsa escrotal e são os responsáveis por produzir espermatozoides, além de um hormônio conhecido como testosterona. Na parte superior dos testículos encontra-se o epidídimo, lugar onde os espermatozoides amadurecem cerca de 2 semanas. Quando a ejaculação ocorre, o sêmen é transportado dos testículos até o pênis através dos chamados condutos deferentes, e a uretra permite a ejaculação ao expulsar o sêmen para fora.
Por outro lado, a próstata é o órgão encarregado de produzir líquido seminal para nutrir e proteger os espermatozoides e está localizada em frente ao reto. Por último, o pênis, que é formado por um corpo cavernoso, um tecido que se enche de sangue e permite a ereção, enquanto que o corpo esponjoso apresenta uma pequena coluna no interior do pênis e sua função é evitar que a uretra se comprima durante a ereção.

Agora que já conhecemos quais são as partes que podem ser afetadas com o aparecimento de esperma com sangue, veremos as causas que podem provocar este problema.

Esperma com sangue: o que pode ser - Aparelho reprodutor masculino

Esperma com sangue: o que pode ser

Essas são as 7 possíveis causas de sangue no esperma:

  • Prostatite;
  • Uretrite;
  • Epididimite;
  • Orquite;
  • Tumores prostáticos e testiculares;
  • Traumatismo;
  • Cirurgia.

Sangue no sêmen: prostatite e uretrite

A prostatite é a inflamação e irritação da próstata causada, na maioria das vezes, por uma infecção bacteriana. Tal infecção pode ter origem em uma doença sexualmente transmissível (DST), como a clamídia e a gonorreia. Estas doenças têm maior probabilidade de contágio em determinadas condições, como praticar sexo anal sem preservativo ou com pessoas com atividade sexual com múltiplos parceiros.

No caso da uretrite, a inflamação é gerada na uretra, o conduto que transporta urina e sêmen expulsando-os para fora do corpo. Além de poder ser causada por doença sexualmente transmissíveis ou bactérias responsáveis por infecções urinárias, como a E.coli, também pode ser consequência do vírus da herpes simples. No caso da herpes genital, pode afetar os genitais, nádegas e o ânus.

Além disso, outras das causas ligadas à presença de sangue no sêmen também podem derivar da prostatite, por isso veremos que existem diferentes causas associadas.

Esperma com sangue: o que pode ser - Sangue no sêmen: prostatite e uretrite

Sangue no esperma: epididimite e orquite

Como explicamos anteriormente, existem causas diretas da existência de sangue no esperma, mas o sintoma também pode ocorrer por conta de outras doenças; este é o exemplo da epididimite. Se trata de uma inflamação do epidídimo e é uma das causas do sangramento na ejaculação, mas também é uma doença que pode derivar na prostatite. Neste caso, a causa também costuma ser uma infecção bacteriana, como a clamídia e a gonorreia. O uso de alguns medicamentos também pode estar relacionado com a epididimite.

A orquite é a inflamação de um ou ambos os testículos causada por uma infecção. Tal infecção costuma ser causada pelo vírus da caxumba, uma inflamação das glândulas salivares que pode afetar outras partes do corpo. As pessoas mais propensas a sofrer desta inflamação são as crianças e adolescentes. Assim como a epididimite e a prostatite, a inflamação dos testículos também pode estar relacionada com doenças sexualmente transmissíveis. Por outro lado, algumas das causas não vinculadas às doenças sexualmente transmissíveis incluem a idade, problemas nas vias urinárias ou alguma cirurgia prévia.

Ejaculação com sangue: tumores prostáticos e testiculares

A presença de um tumor na próstata é acompanhada de uma série de sintomas, entre os quais podemos encontrar a incontinência urinária, interrupção do fluxo da urina ou aumento da frequência ao urinar. Quando está em um estado mais avançado, um dos sintomas que pode aparecer é a ejaculação com sangue.

Por outro lado, o tumor testicular se manifesta como uma inflamação em um dos testículos ou em ambos, e também pode provocar a hemospermia como um dos sintomas. O câncer de testículo surge na forma de pequenos caroços duros juntos ao testículo. Por isso, é importante se informar de como realizar um exame testicular a fim de poder detectá-los o mais cedo possível.

Ejacular sangue: traumatismo e cirurgia

Durante a ejaculação, o sêmen deve atravessar uma série de condutos antes de chegar à uretra e ser expulso para o exterior. Em alguns casos, os vasos sanguíneos presentes nestes condutos podem se romper, o que explicaria o porquê de o indivíduo ejacular sangue. Esta situação pode acontecer quando se gera algum traumatismo devido à uma pancada nos testículos. Além disso, algumas intervenções cirúrgicas também podem provocar hemospermia, como no caso de uma biopsia da próstata ou de uma vasectomia.

Hemospermia: quando ir ao médico

No caso de ter visto esperma com sangue, você não deve se preocupar. A primeira coisa que deve pensar é se existem outros sintomas junto com a hemospermia, como dor abdominal, dor nos testículos, etc. Além disso, se você tem mais de 40 anos, existe um risco maior de sofrer doenças relacionadas com a próstata, por isso que você deve consultar um médico.
No caso de não apresentar mais nenhum sintoma além de sangue no esperma e se não tiver mais de 40 anos, espere alguns dias para ver se o sangue acaba desaparecendo.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Esperma com sangue: o que pode ser, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor masculino.

Bibliografia
  • SHAH, Anuja P., MD, Assistant Professor, David Geffen School of Medicine at UCLA; Los Angeles Biomedical Research Institute at Harbor-UCLA Medical Center. Hematospermia. Disponível em: <https://www.msdmanuals.com/pt-pt/casa/dist%C3%BArbios-renais-e-urin%C3%A1rios/sintomas-dos-dist%C3%BArbios-renais-e-urin%C3%A1rios/s%C3%AAmen,-sangue-no> Acesso em: 15 jan.2019

Escrever comentário sobre Esperma com sangue: o que pode ser

O que lhe pareceu o artigo?

Esperma com sangue: o que pode ser
1 de 3
Esperma com sangue: o que pode ser

Voltar ao topo da página