menu
Partilhar

Lábios vaginais grandes: causas

Por Redação ONSalus. Atualizado: 22 janeiro 2021
Lábios vaginais grandes: causas

São várias as dúvidas que podem haver sobre os genitais femininos, já que a região íntima das mulheres foi historicamente ocultada e até hoje vem sendo estudada. Os genitais femininos não aparecem nos filmes nem nos meios de comunicação. É por isso que muitas mulheres se perguntam se as suas partes íntimas são normais. Com as vaginas ocorre o exatamente o mesmo que com os pênis, ou seja, cada uma é diferente, tanto no tamanho quanto no formato.

Ter os lábios genitais flácidos não é uma doença e nem representa um problema de saúde, pelo contrário, está dentro da normalidade. Isto é algo conhecido como hipertrofia dos lábios menores e a seguir te explicaremos tudo o que você precisa saber a respeito. Neste post do OnSalus te explicamos os lábios vaginais grandes e as suas características absolutamente normais.

Lábios vaginais grandes

A hipertrofia de lábios menores pode surgir em qualquer momento da vida da mulher, no entanto, muitas vezes é notada durante a puberdade. É preciso saber que não é uma doença, na verdade, se trata apenas de uma variação anatômica na qual o tecido dos lábios menores sobressai os lábios maiores. Esta hipertrofia pode ocorrer nos dois lábios ou somente em um lábio, do mesmo modo, pode ser assimétrica ou simétrica.

Embora não exista uma causa clara do porquê a mulher tem um tipo de lábio genital ou outro, é certo que existem alguns fatores que podem provocar um desenvolvimento maior dos lábios menores. A seguir te explicamos alguns dos fatores que estão entra as possíveis causas dos lábios vaginais grandes

  • A administração de andrógenos na infância;
  • A prática de esportes como o atletismo, a equitação ou o ciclismo;
  • Herança genética;
  • Um início precoce da vida sexual.

Embora, como explicamos, certas práticas como o ciclismo possam potencializar esta alteração anatômica, a verdade é que a base está na predisposição genética de cada pessoa.

Lábios vaginais grandes e os padrões de beleza

Anteriormente já explicamos que a hipertrofia dos lábios é algo benigno, ou seja, não se trata de uma doença e nem afeta diretamente a saúde da mulher. No entanto, de forma indireta, pode afetar a saúde física e psicológica da mulher.

Psicologicamente pode causar vergonha e condicionar a vida sexual se a mulher não é consciente dos padrões de beleza impostos. Muitas mulheres sentem que seu corpo não se ajusta ao que é normal e, por isso, têm vergonha de mostrá-lo e acabam por deixar de lado a vida sexual. É fundamental se desconstruir de tais comparações e entender que lábios vaginais grandes são normais. Por outro lado, a disposição dos lábios genitais pode dificultar uma higiene correta, o que pode facilitar o aparecimento de infecções vaginais.

Em alguns casos, os lábios vaginais grandes podem gerar:

Apesar de não se tratar de um problema de saúde, nestes casos nos quais aparecem sintomas incômodos para a mulher ou homen-trans ou quando esteticamente são um problema para sua própria saúde emocional, podem ser realizados certos tratamentos que explicamos em seguida.

Cirurgia íntima de pequenos lábios: labioplastia

O número de mulheres que se submetem a uma cirurgia plástica para tratar lábios vaginais grandes é cada vez maior. Embora muitas vezes este tratamento seja usado de um ponto de vista estético, a verdade é que também é a solução para aqueles casos nos quais a mulher sofre sintomas como irritação, dor ou infecções frequentes.

Esta cirurgia é conhecida como labioplastia e se trata de uma intervenção ambulatória simples que dura apenas uma hora. É feita uma anestesia, que pode ser local ou geral, e é feita a remoção do tecido excedente e uma posterior remodelação, tanto da mucosa, quanto da pele. Quanto ao pós-operatório, não é necessário muito trabalho, basta ter uma boa higiene e fazer curativos para evitar problemas posteriores. Considerando sua proximidade com os orifícios anais e uretrais, uma má higiene pode causar infecções. É por isso que uma boa limpeza é fundamental.

Uma vez que tenha cicatrizado e os tecidos tenham sido completamente recuperados, a mulher já poderá voltar a ter uma vida sexual normal e sem nenhum tipo de problema. Existem diferentes tipos de labioplastias, no entanto, o recomendável é consultar um ginecologista e um cirurgião para que eles decidam qual é a melhor opção para o seu caso.

Plano de saúde cobre cirurgia ínrtima?

Antes de ir à primeira clínica e pedir preços, você deve saber que no Brasil a hipertrofia de lábios pode ser feita através de alguns planos de saúde. Obviamente, nem todos os casos são aceitos e é necessário haver certa gravidade e cumprir alguns pontos. Para que a operação possa ser feita pelo Sistema Público de Saúde (SUS) é necessário que seja por uma causa médica e não estética, ou seja, a cirurgia deve fazer bem para a saúde não apenas esteticamente.

Quando existem sintomas como dor, incômodo ou infecções frequentes, é quando esta alteração anatômica tem gravidade suficiente para que o plano de saúde possa realizar esta cirurgia. Então, o que você deve fazer? A primeira coisa que deve fazer é visitar um ginecologista, que será quem avaliará seu caso em específico.

Se o ginecologista considerar que é muito grave o paciente passará para a lista de espera e, quando chegar sua vez, poderá se submeter à labioplastia.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Lábios vaginais grandes: causas, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor feminino.

Referências
  1. Sanjuán Rodríguez S, Torres de Aguirre A, Enríquez Zarabozo E, Ayuso Velasco R, Santamaría Ossorio JI. Hipertrofia de pequenos lábios na puberdade. Cir Pediatr. 2009;22:109-11. Acessado em 3 de dezembro de 2018. Disponível em: https://secipe.org/coldata/upload/revista/2009_22-2_109-111.pdf

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Ana Barros
Causas? Sintomas? Porque tratam este assunto como se fosse um problema ou anormalidade? E ainda a promovem a cirurgia...que vergonha!!
Promovam a aceitação da mulher tal como ela é.
Uma mulher fragilizada a ler isto ainda fica pior....
75% das mulheres têm lábios menores expostos....portanto a maioria é assim. O normal é ser assim!! Promovam a normalidade e a aceitação.

Lábios vaginais grandes: causas
Lábios vaginais grandes: causas

Voltar ao topo da página