Partilhar

Sensação de nó na garganta: como aliviar?

Por Nídia do Carmo, Editora e redatora ONsalus. Atualizado: 22 março 2018
Sensação de nó na garganta: como aliviar?

"Sinto um nó na garganta". Se você sofre de ansiedade, é muito provável que já conheça alguns sintomas que esta condição provoca. O medo constante, as palpitações, o aperto no peito, as tonturas e as náuseas são alguns dos mais comuns. No entanto, existem outros sintomas menos conhecidos que podem gerar preocupação.

A sensação de nó na garganta, que pode chegar a ser muito incômoda, é um desses sintomas próprios da ansiedade que nem todo o mundo associa de imediato. É por isso que, no seguinte artigo do ONsalus, vamos falar sobre isso, explicar as suas causas e recomendar alguns tratamentos caseiros para acabar com este sintoma. Continue lendo e descubra como aliviar nó na garganta com 5 remédios naturais: camomila, valeriana, tília, passiflora e manjericão.

Também lhe pode interessar: Como controlar a ansiedade

Remédios naturais para nó na garganta

Os melhores remédios para aliviar nó na garganta são:

  • Camomila
  • Tília
  • Valeriana
  • Passiflora
  • Manjericão

Nó na garganta, o que pode ser?

A verdade é que existem muitos fatores que podem fazer uma pessoa sentir nó na garganta, desde alguns mais leves como o refluxo gastroesofágico até algumas mais graves como o câncer. No entanto, na grande maioria dos casos, a causa principal desta sensação tão incômoda é a ansiedade ou o estresse.

Quando lidamos com uma situação estressante ou sofremos de ansiedade, nosso corpo ativa mecanismos de defesa para lidar com o problema. A origem de todos os sintomas é essa mesmo, o fato de o corpo se preparar fisicamente para combater um problema que, na verdade, é emocional. Entre estas reações, encontramos:

  • Transpiração.
  • Respiração acelerada.
  • Aceleração da frequência cardíaca.
  • Tensão muscular.

É precisamente este último que provoca a sensação de nó na garganta, uma sensação que podemos melhorar ao usar alguns remédios caseiros cujo consumo detalharemos em seguida.

Nó na garganta, como aliviar?

Camomila

A camomila é um dos remédios naturais mais populares para a ansiedade e para aliviar a sensação de nó na garganta emocional. Pode ser usada de diferentes formas, embora a infusão seja a mais eficaz. Esta planta possui propriedades relaxantes e sedantes perfeitas para reduzir o estresse e controlar a ansiedade. Também atua como relaxante muscular, o que pode ajudar a desfazer o nó na garganta provocado pela tensão emocional.

Valeriana

É, sem dúvida, outro dos remédios naturais mais conhecidos para tratar ansiedade, e tem um motivo para isso: os efeitos da valeriana já foram comprovados em diversas ocasiões. Podemos optar por consumi-la em infusão ou em cápsulas. Os efeitos sedantes e calmantes atuam no sistema nervoso e no cérebro, favorecendo o relaxamento e reduzindo a quantidade de estresse que podemos sofrer em algumas ocasiões. Por isso, ter valeriana em casa é uma oportunidade para controlar a ansiedade sem recorrer aos químicos dos medicamentos. Preparar esta infusão é muito fácil, basta ferver água, adicionar um pouco da raiz de valeriana e deixar repousar por alguns minutos para que a água absorva as suas propriedades.

Tília

É o remédio estrela para a ansiedade e sintomas derivantes, como o nó na garganta. Os flavonoides e compostos fenólicos da tília ajudam a acalmar a ansiedade. Para isso, tome uma infusão três vezes por dia após a refeição, sendo que a última deve ser tomada antes de dormir.

Passiflora

A passiflora, também conhecida como flor do maracujá, é uma planta amplamente usada como produto medicinal, quer seja como remédio natural ou até mesmo na indústria farmacêutica. A realidade é que esta planta tem muitos benefícios, entre os quais se destacam o combate à insônia, os problemas estomacais e outros sintomas relacionados com o nervosismo e a ansiedade.

Manjericão

Ao contrário das anteriores, o manjericão costuma ser usado para condimentar a comida, não sendo popular como remédio natural. Contudo, esta planta possui efeitos tranquilizantes notórios, chegando mesmo a aliviar o nó na garganta. Para preparar uma infusão de manjericão, coloque uma colher de manjericão seco numa xícara de água fervente. Evite, no entanto, tomar este remédio natural em excesso, já que pode provocar mal-estar estomacal.

Mais importante que os remédios, é a capacidade de prevenir situações que provocam ansiedade e consequentes sintomas. Os remédios naturais indicados podem ser muito úteis, mas também é necessário apostar em técnicas de relaxamento que diminuam os níveis de estresse. Para isso, explicamos também como controlar a ansiedade com as melhores dicas.

Sensação de nó na garganta: como aliviar? - Nó na garganta, como aliviar?

Outros sintomas de ansiedade

Além do nó na garganta, existem outros sintomas próprios da ansiedade que podem ajudar a reconhecer esta condição. Conhecer os sintomas ajuda, por um lado, a interpretar os sinais do seu corpo e entender quando é necessário relaxar. Por outro lado, reconhecer os sintomas de ansiedade do seu corpo também pode ser útil para prevenir uma preocupação desnecessária com esse tipo de sensação.

Alguns dos principais sintomas físicos de ansiedade são:

  • Suor excessivo.
  • Taquicardias.
  • Tremores e palpitações.
  • Falta de concentração.
  • Dores de estômago.
  • Tensão muscular.
  • Tonturas e náuseas.
  • Sensação de falta de ar.

Além dos sinais físicos, a ansiedade provoca os seguintes sintomas psicológicos:

  • Pensamentos catastróficos e negativos.
  • Falta de confiança.
  • Sensação de falta de ar.
  • Preocupação excessiva.
  • Dificuldade de concentração.
  • Sensação de opressão.
Sensação de nó na garganta: como aliviar? - Outros sintomas de ansiedade

Como saber se tenho ansiedade?

Como explicado no artigo, a sensação de nó na garganta é um dos principais sintomas de ansiedade. Contudo, e sobretudo se é acompanhada de outros sintomas, também pode formar uma doença subjacente. Alguns fatores a ter em conta e que ajudam a determinar se existe outra condição são os seguintes:

  • Surge acompanhado de dor de garganta ou no pescoço.
  • Existe perda de peso.
  • Surge de forma repentina após os 50 anos.
  • Dificuldade ou dor ao engolir.
  • Perda de tonificação muscular.
  • Aparecimento de protuberâncias no pescoço.
  • Os sintomas pioram cada vez mais.

Perante qualquer um desses sintomas, consulte o médico de imediato.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Sensação de nó na garganta: como aliviar?, recomendamos que entre na nossa categoria de Transtornos mentais.

Escrever comentário sobre Sensação de nó na garganta: como aliviar?

O que lhe pareceu o artigo?
7 comentários
Sidneia
Olá sinto um nó na garganta e ja uma dor no ouvido e d repente some o nó e dpois d algum tempo aparece oq pode ser
Rolemberg
Para um terrível pesadelo, foram quase 2 anos com o nó na garganta e na hora de dormir sempre na hora de pegar no sono parecia que alguma coisa me assustava e eu acordava. Fiz vários exames e nada... Todos os especialista que fui me falavam que clinicamente não tinha nada.
Pois bem, depois de um ano, já havia ido no cardio, neuro, gastro, procto, psiquiatra e nada. Me lembrei de um médico amigo e fui conversar com ele e relatei minha saga, depois que expus minha situação ele me disse que eu possivelmente estava com uma crise psicossomática, ou seja, sentia a dor, o nó na garganta e etc e não aparecia nos exames, por isso ela achava que poderia ser um problema psicossomático, esse médico amigo disse que eu tinha dois caminhos, a saber: Ou eu começava a fazer uso de medicação tarja preta, ou eu de alguma maneira tentaria com a força da mente sair daquela situação, disse que nós seres humanos temos uma força grandiosa na mente para resolver muitas patologias físicas ou ate mesmo psicológicas, mas não conseguimos acessar essa força pois é algo muito difícil, precisa alem da razão, precisaria de muita fé, ele me sugeriu me apegar mais a Deus e pedir forças ao poder superior para ser curado, pois o uso dos medicamentos controlados além de não resolver o problema me deixaria dependente para o resto da minha vida. Assim eu fiz, me apeguei a Deus, desenvolvi uma oração automática diariamente e repetitiva em minha mente, pedindo a Deus que eu não nasci assim e que precisa sair daquela situação, e repetia mentalmente desde que acordava até na hora de dormir... – Senhor tire isso de mim, eu não nasci assim, em nome de Jesus na minha mente há uma força que eu creio que posso ser curado, me ajude.
Essa era minha oração diuturnamente.
Foram 2 anos de lutas que traduzo por desafios e finalmente em uma bela manhã acordei curado para honra e gloria de Deus.
Aline
Sinto esse nó na garganta faz uns meses atras, eu fiquei muito doente e tive e ainda tenho um pouco Nictofobia, ataques de pânico, sintomas de ansiedade, começou faz esses dias tonturas e nauseas. Minha vó nunca viu uma pessoa com esses sintomas, ela fica bastante preocupada. Mas não passa os sintomas. Obrigado pelas dicas de rémedios naturais vou experimentar
Marilyn De Souza Arruda
Oi me ajudem
Ariana de Almeida Faria
Este no início se a 15 dias estou num período de estresse Mas nunca imaginei que Isso pudesse acontecer . Me identifiquei com os suores excessivos, pés suados ,tonturas invilolutarias
Graciela
Comecei a sentir a sensação de nó na garganta depois que parei de trabalhar. Tinha melhorado um pouco,mas perdi minha mãe faz 5 dias e essa sensação voltou pior do que era.Quando eu esqueço parece que melhora,mas quanto mais ei penso pior fica.sinto o nó e os pés. Soam
A sua avaliação:
Jessica Santos
Adorei as receitas para aliviar o nó na garganta! Eu prefiro a valeriana, é muito bom mesmo!

Sensação de nó na garganta: como aliviar?
1 de 3
Sensação de nó na garganta: como aliviar?

Voltar ao topo da página