menu
Partilhar

Tipos de sêmen: como deve ser a cor do fluido

 
Por Redação ONSalus. 16 abril 2021
Tipos de sêmen: como deve ser a cor do fluido

O sêmen é a secreção que os homens expelem com o orgasmo ao final da excitação sexual. Este deve ter certas características para ser considerado normal. Sua cor, seu odor, sua quantidade deve estar dentro de certos parâmetros.

Em algumas doenças, e também por causa da alimentação ou certos medicamentos, a cor do esperma pode mudar. Ele pode ter diferentes tonalidades (amarelado, esverdeado, avermelhado) e todas estas tonalidades têm algum motivo.

Se você quer conhecer quais são essas causas e o que fazer em cada caso, te convidamos para continuar lendo este artigo do ONsalus em que falamos sobre os tipos de sêmen e como deve ser a cor do sêmen.

Também lhe pode interessar: Sêmen ácido: causas

Qual a cor do esperma?

O sêmen é uma substância secretada durante o orgasmo masculino. É o líquido que leva os espermatozoides, portanto, tem tudo o que é preciso para fecundar um óvulo.

Composição do esperma

É formado por diferentes componentes, entre eles:

  • Líquido seminal: contém água, eletrólitos, minerais;
  • Frutose;
  • Espermatozoides.

Este líquido é secretado em uma quantidade aproximada de 3,5 ml durante uma excitação sexual que chega ao orgasmo. Em cada ml de sêmen, existem entre 60 e 120 milhões de espermatozoides.

A cor do esperma é normalmente branca acinzentada e tem cheiro de alvejante ou cloro. Durante sua secreção, não deve doer nem incomodar. Ele é viscoso, pegajoso e, em contato com o ar, se cristaliza. Quando em contato com uma superfície úmida e quente, se fluidifica.

Em alguns casos, a cor do sêmen pode ser diferente do que está descrito acima, podendo se tratar de um problema temporário e inofensivo, mas também pode ocorre por motivos mais complicados. A seguir, comentamos as causas destas mudanças e o que fazer a respeito.

Sangue no sêmen

Como mencionamos anteriormente, a cor normal do sêmen é entre o branco e o cinza. Então, quando a tonalidade é avermelhada ou acastanhada, não está anormal.

Frequentemente, o motivo pelo qual a secreção fica nesta cor é devido à presença de sangue, o qual indica que há algum tipo de problema na região genital masculina. O sangue pode aparecer somente no sêmen ou também na urina e no sêmen ao mesmo tempo.

A presença de sangue no sêmen pode ser devida a alguma das seguintes causas:

  • Inflamação na próstata;
  • Inflamação dos testículos e/ou do epidídimo (orquiepididimite);
  • Infecção: bacteriana, parasitária ou viral, podendo provocar uma infecção urinária ou se tratar de uma doença sexualmente transmissível;
  • Traumatismo testicular;
  • Tumores (benignos ou malignos) na próstata, bexiga ou uretra;
  • Amiloidose;
  • Depois de uma biópsia ou cirurgia na região genital;
  • Uso de anticoagulantes.

Como podemos ver, as causas do sêmen com sangue são as mais diversas e podem haver outros sintomas, como incômodo para urinar, dor ou inflamação.

O mais importante, indiferente do caso, é consultar um(a) profissional. Estas doenças precisam ser descartadas ou, no caso de estar com elas, devem ser tratadas adequadamente, especialmente quando se tratar de um problema que dura mais de uma semana ou se estiver associado a outro tipo de incômodo.

No caso de infecção, você provavelmente precisará de algum antimicrobiano e, no caso de doenças sexualmente transmissíveis, devem ser descartadas outras doenças, como o HIV ou a hepatite.

Às vezes, podem ser indicados anti-inflamatórios, mas lembre-se que servem somente para diminuir os sintomas, ou seja, não resolvem a causa do problema. Portanto, evite tomar este tipo de medicamento por conta própria. É importante chegar ao motivo do sangramento.

Podem ser necessários alguns exames para chegar ao diagnóstico. Os mais frequentes são: ultrassom e exame de sangue ou urina.

Sêmen amarelo

O sêmen amarelado pode ser devido à mistura com a urina ou também que já se passaram alguns meses desde a última ejaculação.

A alimentação pode influenciar na cor do sêmen, sendo que a ingestão de alimentos ricos em enxofre pode causar este tipo de mudança, como é o caso dos abacates, brócolis, cebola, alho ou gemas de ovo.

O sêmen amarelo também pode ser devido a diversas doenças, entre elas:

  • Infecção da próstata, testículos ou urinária;
  • Ictericia: é a coloração amarelada da pele, mucosas e conjuntivas oculares por causa, em geral, de um problema no fígado ou nas vias biliares;
  • Medicamentos: existem certos medicamentos que podem fazer com que o sêmen fique amarelado. Entre eles a rifampicina e os multivitamínicos.

Se o esperma amarelo for temporário e não vem acompanhado de incômodos, provavelmente se trata de algo inofensivo, mas é conveniente consultar um médico caso não volte ao normal depois de um tempo ou se vem acompanhado de outros sintomas como:

  • Ardência;
  • Dor;
  • Urinar em pouca quantidade;
  • Sentir vontade de urinar logo após ter urinado;
  • Inflamação.

Se, além disso, você sofre com outra doença que diminui sua imunidade ou tem outros sintomas que estão te preocupando, consulte um médico o quanto antes. Dependendo do caso, podem ser indicados exame de sangue, urina, sêmen ou ultrassom.

O tratamento terá como objetivo resolver o problema: podem ser necessários anti-inflamatórios, antibióticos ou também tratar a doença base.

Sêmen everdeado

O principal motivo de um sêmen de cor esverdeada é uma doença sexualmente transmissível. Pode ser devido à clamídia o à gonorreia.

Em ambos os casos, costumam haver outros sintomas como:

  • Desconforto ao urinar;
  • Secreção pelo pênis;
  • Dor ou inflamação testicular.

Nestes casos, é muito importante consultar um médico ou médica. Eles não somente te indicarão um tratamento adequado, como também descartarão outras possíveis infecções que são transmitidas desta forma, como o HIV ou a hepatite.

Sua parceira também deve fazer o tratamento com você, mesmo que não tenha sintomas ou eles sejam menores.

Outra questão a se levar em conta é o uso de preservativo. Quando se sentir melhor, é necessário que os utilize para prevenir este tipo de contágio e ficar mais seguro.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Tipos de sêmen: como deve ser a cor do fluido, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor masculino.

Bibliografia
  • Verze P, Cai T, Lorenzetti S. The role of the prostate in male fertility, health and disease. Nat Rev Urol. 2016;13(7):379-386. doi:10.1038/nrurol.2016.89
  • Young A, Toncar A, Wray AA. Urethritis. In: StatPearls. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; July 15, 2020.
  • Wolff H. The biologic significance of white blood cells in semen. Fertil Steril. 1995;63(6):1143-1157. doi:10.1016/s0015-0282(16)57588-8
  • DiNofia AM, Wang X, Yannekis G, et al. Analysis of semen parameters in a young cohort of cancer patients. Pediatr Blood Cancer. 2017;64(2):381-386. doi:10.1002/pbc.26221

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Tipos de sêmen: como deve ser a cor do fluido
Tipos de sêmen: como deve ser a cor do fluido

Voltar ao topo da página