menu
Partilhar

Ácido fólico engorda?

 
Por Dra. Ivonne Nieves Blanco, Médica Cirurgiã. 11 novembro 2021
Ácido fólico engorda?

O ácido fólico é uma vitamina conhecida como B9, a qual o organismo precisa para o desenvolvimento e evolução das células corporais. O ácido fólico, além disso, atua na produção de glóbulos vermelhos, que são os encarregados por transportar o oxigênio a diversas partes do corpo.

A ingestão do ácido fólico fornece diversas propriedades e benefícios para o organismo. Contudo, também gera muitas dúvidas, especialmente às mulheres grávidas, que muita vezes são obrigadas a aumentar seu consumo e, em certos casos, podem sentir um leve aumento de peso. No entanto, é verdade que o ácido fólico engorda? Se isso também te preocupa, neste artigo do ONsalus te explicaremos se o ácido fólica engorda ou não.

Tomar ácido fólico engorda?

O ácido fólico não engorda. Durante anos, acreditou-se erroneamente que o consumo de ácido fólico pelas mulheres grávidas podia provocar um ganho de peso, mas isto está complemente errado. É verdade que mulheres grávidas são as que mais consomem esta vitamina, contudo, quando ganham peso, em nenhum momento está ligado ao ácido fólico, mas sim com o simples fato do feto estar se desenvolvendo no interior da cavidade uterina.

Na verdade, o ácido fólico conta com muitas propriedades e benefícios que ajudam a manter o corpo em forma e aproveitar de um excelente estado de saúde. Neste outro artigo do ONsalus, te explicamos mais sobre ácido fólico serve para quê? Benefícios, fontes e recomendações.

Benefícios do ácido fólico

Você viu que o ácido fólico não engorda e, além disso, fornece excelentes benefícios para o organismo, entre os quais podemos citar:

  • Estimula a produção de proteínas: faz isso através das vitaminas que possui, entre elas a B12 e a C.
  • Intervém na produção do DNA: que é o encarregado por transportar informações genéticas às células.
  • Ajuda a assimilar o ferro: assim como a vitamina B12 e os aminoácidos, os quais são importantes para prevenir a anemia, aumentando a produção de glóbulos vermelhos.
  • Desenvolve a placenta: durante a gravidez, seu consumo contribui com o desenvolvimento da placenta, tornando-a mais forte, para que desta forma proteja o embrião de forma correta.
  • Protege e fortalece o sistema nervoso: faz parte do desenvolvimento do sistema nervoso, por isso que previne o aparecimento de problemas durante a gravidez, como a anencefalia, que é a ausência de massa cerebral.
  • Protege de anomalias congênitas: o ácido fólico ou vitamina B9 ajuda a evitar anomalias congênitas como a espinha bífida, onde parte do tubo neural não é formada ou não fecha de forma adequada, provocando assim defeitos na medula espinhal e nos ossos da coluna vertebral.
  • Ajuda a combater a depressão: melhora o tratamento com antidepressivos nos casos de depressão.
  • Protege o coração: isto é feito diminuindo os níveis de homocisteína no sangue, a qual está associada a um maior risco de sofrer ataques cardíacos.
  • Melhora o estado de ânimo: além disso, aumenta a produção de serotonina.

Neste outro artigo, te explicamos mais sobre os benefícios do ácido fólico durante a gravidez.

Ácido fólico engorda? - Benefícios do ácido fólico

Como e quando tomar ácido fólico

A quantidade de ácido fólico necessário para o organismo dependerá, principalmente, da idade da pessoa. Contudo, a dose de ácido fólico padrão é de 400 mcg ao dia. Caso sua alimentação seja pobre em ácido fólico, é recomendado ingerir um comprimido, uma vez ao dia, durante pelo menos um mês. Também é aconselhado ingerir esta quantidade caso tenha doenças que precisem ser controladas com esta vitamina.

Como tomar ácido fólico

A ingestão de ácido fólico pode ser de várias formas, como por exemplo, através de:

  • Multivitamínicos: se trata de uma pílula que contém várias vitaminas, bem como outros nutrientes necessários para o corpo, além do ácido fólico.
  • Vitamina pré-natal: também pode optar pelas vitaminas pré-natais. Desta forma, você obterá os nutrientes necessários durante a gravidez.
  • Suplementos que contém apenas ácido fólico: é outra opção, embora seja recomendável consultar um médico antes de consumir os complementos.
  • Através dos alimentos: outra forma de ingerir o ácido fólico é através do consumo de alimentos ricos em ácido fólico, como os que te mostraremos a seguir.

Alimentos ricos em ácido fólico

  • Vegetais de folhas verdes: possuem um alto conteúdo de ácido fólico, como o brócolis, aspargos, acelga, alface e espinafre.
  • Cereais integrais: são ricos em nutrientes, assim como de ácido fólico.
  • Cítricos: as frutas como toronjas, tangerinas, laranjas e limões são alimentos ricos em vitamina C, bem como em ácido fólico.

Além disso, existem alimentos fortificados com ácido fólico, ou seja, que receberam este durante sua produção, entre eles:

  • Arroz branco
  • Farinha de trigo
  • Macarrão
  • Farinha de milho
  • Pão
  • Cereais

Em muitos casos, é difícil ingerir todo o ácido fólico que corpo precisa através dos alimentos, é por este motivo que sua ingestão deve ser complementada com suplementos de ácido fólico.

Ácido fólico engorda? - Como e quando tomar ácido fólico

Como tomar ácido fólico no caso das mulheres

É aconselhável que as mulheres tomem ácido fólico antes de ficarem grávidas. Desta forma, podem prevenir defeitos no tubo neural antes e durante as primeiras semanas da gravidez. A dose é de 400 mcg diariamente durante um mês antes de ficar grávida até as 12 semanas da gravidez. Uma vez que ela esteja mais avançada, é necessário ingerir 600 mcg de ácido fólico diariamente para contribuir com o desenvolvimento e crescimento do feto.

Neste outro artigo falamos sobre o ácido fólico para homens: para que serve, benefícios e dosagem.

Efeitos colaterais do ácido fólico

O uso do ácido fólico é seguro sempre e quando for usada a dosagem indicada. Contudo, existem casos onde seu uso por via oral pode causar:

  • Perda de apetite
  • Náuseas
  • Sabor desagradável na boca
  • Irritabilidade ou confusão
  • Mudanças no padrão do sono

Por outro lado, as pessoas que sofrem alergias podem apresentar reações posteriores à ingestão de ácido fólico, as quais podem ser:

  • Erupções na pele
  • Prurido
  • Vermelhidão
  • Dificuldade para respirar

Também é importante destacar que o excesso de ácido fólico pode ocultar uma deficiência de vitamina B12, vindo a causar efeitos neurológicos irreversíveis. Para evitar este problema, você precisa ingerir um suplemento que contenha 100% do valor necessário diário de ácido fólico e de vitamina B12. No entanto, antes de fazer isso, é recomendado consultar um médico.

Ácido fólico engorda? - Efeitos colaterais do ácido fólico

Contraindicações do ácido fólico - interações com outros medicamentos

O ácido fólico não engorda, mas pode apresentar interações com alguns medicamentos:

  • Barbitúricos: os barbitúricos são depressores do sistema nervoso central. Tomar ácido fólico com estes medicamentos pode diminuir a eficácia do barbitúrico.
  • Anticonvulsivo: ingerir ácido fólico com medicamentos que agem como anticonvulsivante pode baixar a concentração do medicamento no sangue, dificultando assim o efeito desejado.
  • Pirimetamina: é conhecido como Daraprin, um medicamento antipalúdico. Quando se toma esta vitamina com este medicamento, ela pode baixar a eficácia do mesmo.
  • Metotrexato: também conhecido como Trexall, é um medicamento utilizado para tratar o câncer. Consumir o ácido fólico junto com este medicamento afeta sua eficácia.

É de suma importância consultar um médico nos casos onde seja necessário o consumo de ácido fólico. Ele se encarregará de verificar a doença que você está sofrendo e a dosagem adequada que você precisa para corrigir seu déficit. Se você é uma mulher grávida, será a pediatra quem se encarregará de te indicar a dosagem ideal de ácido fólico.

Agora que você já sabe que ácido fólico não engorda, recomendamos a leitura deste outro artigo sobre a fluoxetina, será que ela engorda?

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Ácido fólico engorda?, recomendamos que entre na nossa categoria de Bem-estar.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Ácido fólico engorda?
1 de 4
Ácido fólico engorda?

Voltar ao topo da página