Partilhar

Por que não tenho líquido pré-ejaculatório?

 
Por Leonardo Simon. 4 junho 2020
Por que não tenho líquido pré-ejaculatório?

O líquido pré-ejaculatório é uma aspecto do sexo masculino, sendo que muitas pessoas desconhecem sua função e detalhes. Por isso, não é de se estranhar que existam diversas dúvidas em relação a este assunto, como o risco de gravidez que existe ou se podem ser contraídas doenças sexualmente transmissíveis por entrar em contato com este. Embora estas perguntas hoje em dia já tenham respostas claras e cada vez mais pessoas conheçam as respostas, existem outras dúvidas mais relacionadas com a saúde do homem como, por exemplo, "por que não tenho líquido pré-ejaculatório?". Por isso, neste artigo do ONsalus responderemos esta dúvida, explicando estes e outros detalhes necessários. Se você acha que está com problemas de lubrificação e está preocupado com esta situação e sua saúde sexual, continue lendo as próximas linhas.

O que é o líquido pré-ejaculatório

O líquido pré-ejaculatório, também chamado líquido de Cowper, é o fluido produzido nas glândulas de Cowper ou bulbouretrais, que sai através do pênis antes da ejaculação e também serve para lubrificar o pênis durante o sexo. É uma substância que não é totalmente líquida, apesar de ser chamada assim, mas se trata de um fluido viscoso e transparente. Outra das principais funções deste fluido masculino é a de neutralizar o ambiente ácido da vagina e do útero, para que os espermatozoides possam atravessar esta parte do órgão reprodutor feminino e chegar ao óvulo para fecundá-lo.

Algumas pessoas se perguntam quando sai o líquido pré-ejaculatório, já que é difícil para elas identificá-lo, pois têm pouca quantidade. Este fluido é anterior à ejaculação, portanto pode começar a sair desde o começo da excitação, durante todo o tempo que durar a relação sexual ou até ocorrer a ejaculação.

Existem várias diferenças entre este fluido e a ejaculação, mas as principais são que este acontece antes da ejaculação. Sua cor e densidade de espermatozoides também é diferente e o líquido pré-ejaculatório sai pouco a pouco e lentamente para poder lubrificar o pênis.

Por que não tenho líquido pré-ejaculatório?

Existem homens que ficam preocupados porque percebem que não ficam com o pênis lubrificado e acabam se questionando por que não têm líquido pré-ejaculatório ou por que ele não sai. Isto não costuma ser preocupante para os médicos, já que por si só não indica uma doença. Devemos também ter em conta que nem todos os homens têm uma mesma quantidade deste fluido. Além disso, existem casos nos quais ele pode estar ausente, o que não significa que há problemas com a excitação, ou com a ereção e nem após a ejaculação. Simplesmente, há homens que têm pouco, podendo expelir poucas gotas, assim como outros que não têm ou que somente produzem em alguns casos.

A falta deste fluido pode ser uma das causas da dor durante o sexo, sobretudo se a parceira também não fica muito lubrificada. Por isso, se com a lubrificação natural da parceira e do parceiro não forem suficientes para que as relações sexuais possam ser prazerosas, é aconselhado usar lubrificantes à base de água.

De qualquer forma, se um homem sempre ficou bem lubrificado, ou até mesmo muito lubrificado, e começa a deixar de produzir este fluido ou sua quantidade diminuiu muito, então é recomendado fazer um exame médico. Deve-se ter em conta que, por ser secretado pelas glândulas de Cowper ou bulbouretrais, que estão localizadas abaixo da próstata, uma mudança na produção deste fluido poderia indicar problemas nas mesmas.

Outras perguntas frequentes sobre o líquido pré-ejaculatório

Além da quantidade ejaculada deste fluido, existem muitas outras preocupações relacionadas. Entre as dúvidas mais frequentes sobre o líquido pré-ejaculatório estão as seguintes:

O líquido pré-ejaculatório engravida?

Existe o risco de gravidez pelo líquido pré-ejaculatório, já que neste fluido há espermatozoides, embora seja em uma quantidade inferior que na própria ejaculação. É por este motivo que interromper o coito não é um método seguro contra a gravidez. Portanto, é necessário usar preservativo ou outros métodos para prevenir a gravidez quando ela não é desejada, tais como métodos hormonais.

O líquido pré-ejaculatório transmite doenças sexualmente transmissíveis?

Outra das perguntas mais frequentes é sobre a possibilidade de transmissão de DSTs, como é o caso do contágio do HIV. Na verdade, existem doenças que não podem ser transmitidas, como o vírus da imunodeficiência humana, já que este fluido contém pouca quantidade concentrada deste vírus para causar algum contágio. Por outro lado, existem outras doenças sexualmente transmissíveis que podem ser transmitidas por este líquido, ou pelo menos há uma maior quantidade dos microrganismos causadores e, portanto, existe um risco maior. É o caso da herpes, gonorreia, clamídia, sífilis e o HPV ou vírus do papiloma humano.

Como diminuir o líquido pré-ejaculatório?

Assim como há homens que não podem produzir este fluido ou que fazem isso em pouquíssima quantidade, outros produzem um excesso de líquido pré-ejaculatório. Não é tão comum, mas pode ser incômodo, assim como a falta deste. Este problema pode ser tratado, ou seja, é possível diminuir a quantidade de produção de líquido pré-ejaculatório tratando o paciente com inibidores da 5-alfa-redutase, que é uma enzima envolvida no metabolismo de esteroides e que afetam este fluido.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Por que não tenho líquido pré-ejaculatório?, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema reprodutor masculino.

Escrever comentário sobre Por que não tenho líquido pré-ejaculatório?

O que lhe pareceu o artigo?

Por que não tenho líquido pré-ejaculatório?
Por que não tenho líquido pré-ejaculatório?

Voltar ao topo da página