menu
Partilhar

Bebo pouca água e urino muito, é normal?

 
Por Magce Bonilla, Química. 3 outubro 2022
Bebo pouca água e urino muito, é normal?

Beber pouca água e urinar muito é normal? Normalmente a frequência ou a vontade de urinar todos os dias está relacionada com quantidade de líquido que se consome: quanto mais água você toma, mais você vai urinar. No entanto, em algumas circunstâncias, é possível que uma pessoa faça muito xixi mesmo sem beber uma alta quantidade de líquidos. Isso pode estar associado a diversas patologias que afetam o sistema urinário, que envolve os rins, a bexiga e a uretra.

A micção frequente também é causada por certas infecções, irritação da bexiga, tratamentos oncológicos e alguns medicamentos, entre outras razões, que devem ser atendidas com prontidão, já que podem gerar complicações de saúde. Se você quer saber se é normal beber pouca água e urinar muito, continue lendo este artigo do ONsalus.

Também lhe pode interessar: Por que bebo muita água e urino pouco?

Incontinência urinária

Se você bebe pouca água mas urina muito, saiba que a incontinência urinária pode ser um motivo. Ela ocorre quando não é possível controlar a vontade de urinar. E quem sente isso constantemente, várias vezes ao dia, muitas vezes não consegue chegar a tempo ao banheiro e acaba urinando na própria roupa. De acordo com um estudo científico[1], essa perda involuntária da urina é causada pela fraqueza do esfíncter uretral. No geral, quem sofre em maior porcentagem com esse problema são as mulheres com mais de 45 anos. Nos homens a porcentagem é menor, mas também existem circunstâncias em que a patologia pode aparecer com maior facilidade para eles como, por exemplo, se tiverem problemas de próstata.

Apesar de não ser uma doença grave, gera desconfortos e limitações na qualidade de vida da pessoa que a desenvolve, já que a obriga a mudar sua rotina diária e relações sociais. Porém, com tratamento médico, essa condição pode ser controlada, seguindo indicação de medicamentos, terapias, exercícios de reabilitação do assoalho pélvico e tratamentos paliativos.

Neste outro artigo você poderá conhecer os diferentes os motivos para quando há vontade de urinar, mas sem sair nada.

Diabetes

Em alguns casos, beber pouca água e urinar muito o tempo todo pode estar relacionado ao excesso de açúcar no sangue, causado pela diabetes descontrolada. Perante essa doença, os rins devem trabalhar mais do que deveriam normalmente, para poder filtrar e absorver o excesso de glicose. Geralmente, é difícil para os rins seguirem esse ritmo de trabalho, então o organismo começa excretá-la na urina. Essa doença causa muita sede, boca seca, fadiga, perda de peso e visão turva, por isso diante de qualquer sintoma, é fundamental buscar ajuda médica para uma avaliação precisa, já que quanto mais rápido for diagnosticada a diabetes, mais eficiente é o seu controle e, portanto, melhora a continuidade da rotina diária.

Te recomendamos ler este outro artigo sobre a boca seca ao dormir, suas causas, tratamento e remédios.

Bexiga hiperativa

A bexiga hiperativa é um transtorno urinário que as mulheres mais velhas têm com mais frequência. Diversos estudos científicos apontam que essa doença aparece por várias razões, entre elas, anomalias no trato urinário, doenças neurológicas, sedentarismo ou fraqueza do músculo pélvico, entre outras.

As pessoas que sofrem com esse transtorno tendem a sentir urgência para urinar o tempo todo ao decorrer do dia, que pode estar acompanhada também de dor de cabeça, secura da boca e visão turva. Existem alguns tratamentos medicamentosos para essa situação, que ajudam a relaxar os músculos da bexiga, para melhorar a capacidade e controlar a micção.

Bebo pouca água e urino muito, é normal? - Bexiga hiperativa

Diuréticos

Se você bebe pouca água e urina muito, saiba que certos medicamentos utilizados para tratar algumas condições de saúde, como a hipertensão arterial ou alterações cardíacas, podem estimular a produção de urina com frequência. Sua principal função é equilibrar os níveis de sódio através do aumento do volume urinário e pela expulsão de cloreto de sódio (NaCl), com a finalidade de eliminar mais sódio e água do organismo, para que flua uma quantidade menor de líquido pelas veias e artérias, e poder reduzir assim, a pressão arterial.

O uso de diuréticos pode gerar desequilíbrios hidroeletrolíticos, por isso é obrigatório seu consumo sob indicação médica, já que, de acordo com cada doença, o diurético e a dose variam para garantir um tratamento seguro e evitar reações.

Próstata aumentada

O aumento do tamanho da próstata, normalmente causa uma micção frequente, mesmo ingerindo pouco líquido. Essa doença é comum nos homens de idade avançada, é bem comum que alguns homens, com idade próxima a 60 anos, tenham a tendência de apresentar o tamanho da glândula prostática aumentada de maneira significativa, ao ponto de bloquear o fluxo de urina para a bexiga e ocasionar problemas urinários delicados.

Essa doença causa vontade de urinar com frequência, principalmente durante a noite, com um fluxo fraco e inconstante que impede a bexiga de se esvaziar por completo. O tratamento vai depender da particularidade de cada caso, desde terapias minimamente invasivas, medicamentos específicos, como Alfa bloqueadores, até que a cirurgia seja realizada. Por isso, é importante buscar um especialista ao apresentar qualquer incômodo urinário, para tratar com prontidão e evitar a obstrução total das vias urinárias.

Cálculo na bexiga

As pedras ou cálculos na bexiga aprecem quando os minerais da urina se cristalizam. Podem irritar as paredes da bexiga e obstruir o fluxo de urina, causando dor na parte baixa do abdômen e uma micção frequente durante o dia e a noite.

Os cálculos pequenos, geralmente, podem passar sem tratamento, mas as pedras maiores necessitam de tratamento com medicamentos ou cirurgia para serem eliminados ou, do contrário, podem provocar infecções e outras complicações.

Bebo pouca água e urino muito, é normal? - Cálculo na bexiga

Transtornos de ansiedade

As pessoas com transtorno de ansiedade sentem medo, terror e preocupação de maneira contínua e intensa, interferindo em suas rotinas pessoais e em seu ambiente de trabalho, muito difíceis de controlar. São vários os sintomas que podem se apresentar nesses casos, mas entre eles estão o nervosismo, sudorese, vontade de urinar frequentemente, aumento do ritmo cardíaco, etc. Ou seja, a ansiedade provoca uma aceleração do organismo e todos os níveis, o que leva a produção de mais urina, mesmo que não bebamos muita água.

Para aliviar ou diminuir os sintomas desse problema, é necessário buscar ajuda com um terapeuta, especialista ou psicólogo, para uma avaliação precisa, que permita a abordagem de terapias e medicamentos específicos, caso sejam necessários.

Aqui você poderá ler mais sobre a Ansiedade generalizada: causas, sintomas e tratamento.

Cistite

A cistite intersticial, também conhecida como síndrome da bexiga dolorosa, é uma doença crônica em que as paredes da bexiga inflamam devido a infecções bacterianas. Os estudos científicos[2]se referem a cistite como uma síndrome inflamatória crônico vesical, que pode afetar qualquer pessoa, de qualquer idade, no entanto, geralmente, é mais predominante na população feminina e em maiores de 18 anos. Os principais sintomas dessa doença são dor e sensação de ardência ao urinar muito forte, que deve ser tratada o mais rápido o possível, sob orientação e com antibióticos adequados, que dependerão de qual bactéria se trata.

Se você bebe pouca água e urina muito, lembre-se de sempre buscar ajuda com um especialista, principalmente, se apresenta dor, ardor e se houver presença de sangue na urina, para que tenha um diagnóstico exato e um tratamento adequado

Agora que você já sabe os possíveis motivos para beber pouca água e urinar muito, te recomendamos a leitura deste outro artigo se deseja saber mais sobre a Cistite: causas, sintomas e tratamento.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Bebo pouca água e urino muito, é normal?, recomendamos que entre na nossa categoria de Rins e sistema urinário.

Referências
  1. Gómez, A. Incontinencia urinaria femenina. Diagnostico, tratamiento y prevención. [Documento online]. Disponível em: https://www.elsevier.es/es-revista-offarm-4-articulo-incontinencia-urinaria-femenina-diagnostico-tratamiento-13116880. Acesso em 3 de outubro de 2022.
  2. Vallejo, J. Díaz, M. y col (2007). Cistitis Intersticial como causa del dolor pélvico crónico en ginecología. [Documento online]. Disponível em: https://www.elsevier.es/es-revista-progresos-obstetricia-ginecologia-151-articulo-cistitis-intersticial-como-causa-dolor-13099848. Acesso em 3 de outubro de 2022.
Bibliografia
  • Robles, J. (2006). Incontinencia Urinaria. [Documento online]. Disponível em: https://scielo.isciii.es/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1137-66272006000300006. Acesso em 3 de outubro de 2022.
  • Mayo Clinic, (2021). Hiperplasia Prostática Benigna. [Documento online]. Disponível em: https://www.mayoclinic.org/es-es/diseases-conditions/benign-prostatic-hyperplasia/symptoms-causes/syc-20370087. Acesso em 3 de outubro de 2022.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Bebo pouca água e urino muito, é normal?
1 de 3
Bebo pouca água e urino muito, é normal?

Voltar ao topo da página