menu
Partilhar

Câimbra no ânus: causas e tratamento

 
Por Dra. Ivonne Nieves Blanco, Médica Cirurgiã. 2 fevereiro 2021
Câimbra no ânus: causas e tratamento

As cãibras no ânus podem se manifestar por diferentes causas: desde infecções, inflamações e constipação até doenças crônicas que levam ao aparecimento das mesmas. As cãibras no ânus aparecem sem aviso prévio e podem dificultar o dia a dia, por isso, é importante identificar a principal causa e seguir o tratamento recomendado pelo médico.

Neste artigo do ONsalus esclarecemos informações sobre a câimbra no ânus, suas causas e tratamentos.

Também lhe pode interessar: Sinto pressão no ânus: causas e tratamento

Hemorroidas

Esta alteração se trata de uma inflamação das veias localizadas na região anal, resultado de condições como uma constipação, gravidez ou parto. Estas geram as hemorroidas, que são notadas pelo aparecimento de:

  • Pontadas e cãibras no ânus;
  • Coceira no ânus;
  • Dor no ânus;
  • Irritação no ânus.

Tratamento

Para tratar as hemorroidas é recomendado:

  • Fazer uma dieta para as hemorroidas, rica em fibras que facilitem a evacuação;
  • Usar roupas íntimas de algodão;
  • Utilizar panos umedecidos para substituir o papel higiênico.

Conheça mais sobre as hemorroidas no artigo Hemorroidas: tipos, sintomas e tratamentos.

Constipação

Quando o trânsito intestinal não funciona adequadamente, é gerada a constipação, motivo pelo qual a evacuação das fezes fica difícil. A constipação provoca pontadas no ânus ou cãibras no ânus e região abdominal.

Tratamento

Se deseja evitar a constipação, deve seguir estas recomendações:

  • Tomar mais água diariamente;
  • Praticar atividades físicas diariamente;
  • Consumir mais fibras em sua alimentação.

Caso você não melhore com estes conselhos, deve consultar seu médico. Ele avaliará seu caso e, através do diagnóstico, te indicará o tratamento a ser seguido de acordo com os sintomas que apresentar.

Diarreia prolongada

A diarreia consiste nas evacuações líquidas e aumento no número de evacuações, podendo durar um certo tempo, o que acaba irritando o ânus. A diarreia prolongada pode gerar:

Tratamento

O que é indicado para tratar a diarreia prolongada é iniciar uma dieta para restaurar a flora bacteriana, a qual é a principal afetada durante estes quadros de diarreia. É importante saber a causa da diarreia, a fim de diferenciar se é de origem bacteriana ou viral.

No caso de ser uma diarreia prolongada de origem bacteriana, você deverá iniciar um tratamento com antibióticos, além de repor os eletrólitos perdidos para evitar um quadro de desidratação.

Infecção

As infecções causadas por bactérias ou vírus sexualmente transmissíveis, como o HPV, herpes ou gonorreia, podem provocar o aparecimento de fisgadas, dor e cãibras no ânus.

Tratamento

Quando a origem das cãibras é uma infecção, você deve consultar um médico. Ele determinará o tipo de infecção e se é de origem bacteriana antimicrobiana. Caso seja viral, o tratamento será sintomático.

Da mesma forma, para a higienização da região anal, é recomendado substituir o uso de papel higiênico por água em abundância.

Abscesso perianal

Trata-se de uma infecção na pele que reveste a região perianal. O abscesso perianal pode surgir como resultado de:

  • Uma doença anorretal;
  • Um processo inflamatório no intestino;
  • Uma reação posterior a uma cirurgia nesta região;
  • Presença de câncer no ânus.

Além de gerar dor e cãibras no ânus, outros sintomas do abscesso perianal podem ser:

  • Inflamação no ânus;
  • Fisgadas;
  • Presença de pus no ânus;
  • Febre.

Tratamento

Diante da presença de um abscesso você deve consultar um médico, ele será o responsável por tratar a lesão.

  • Se você estiver com pus, o médico o drenará e receitará antibióticos, de acordo com a lesão que apresentar;
  • Se o abscesso for muito grande pode ser necessário uma hospitalização para fazer o tratamento por via endovenosa, bem como poderão ser administrados antibióticos ou anti-inflamatórios, de acordo com o caso;
  • Se a lesão é profunda, pode ser necessária uma cirurgia a fim de prevenir a formação de uma fístula.

Fissura anal

Podem aparecer feridas de tamanho pequeno na região anal devido a lesões traumáticas geradas ao se limpar com papel higiênico, ou por sofrer de constipação ou ainda durante a prática de sexo anal. Apesar de serem lesões muito pequenas, as fissuras anais podem ser dolorosas, gerando cãibras e fisgadas no ânus.

Tratamento

Frequentemente, estas feridas cicatrizam sozinhas sem ter que recorrer a um tratamento. Em alguns casos, podem ser utilizadas pomadas anestésicas para aliviar o incômodo nesta região anal. Além da pomada, é recomendado fazer banhos de assento com água morna.

Câimbra no ânus: causas e tratamento - Fissura anal

Proctite

A proctite consiste na inflamação da parede que reveste o reto. Normalmente é causada por uma doença sexualmente transmissível, a qual é percebida por causa de seus sintomas:

  • Cãibras no ânus;
  • Fisgadas no ânus;
  • Sangue ao defecar;
  • Coceira anal;
  • Constipação.

Tratamento

Caso você tenha proctite, deve consultar um médico. Este solicitará um exame de fezes ou uma sigmoidoscopia para fazer o diagnóstico e indicar o tratamento a ser seguido, com antibióticos e anti-inflamatórios.

Endometriose intestinal

A endometriose intestinal surge quando o endométrio (tecido que reveste o útero) está no interior das paredes do intestino, o que gera dor, cãibras e fisgadas durante a menstruação.

Tratamento

O ginecologista é o encarregado por tratar esta alteração, fazer o diagnóstico correto e, dependendo dos sintomas, estabelecer uma solução cirúrgica ou uma terapia hormonal para controlar os incômodos.

Se esta for a causa das sua câimbras no ânus, pode saber mais em Endometriose: sintomas, tipos e tratamentos.

Doença de Crohn

É uma doença crônica que aparece no trato gastrointestinal resultado de uma inflamação que afeta o tubo digestivo desde a boca até o ânus. A doença de Crohn se caracteriza por sintomas como:

  • Presença de feridas;
  • Perda de apetite;
  • Perda de peso;
  • Fisgadas ou cãibras no ânus.

Tratamento

A doença de Crohn não tem cura, contudo, o tratamento recomendado serve para melhorar os sintomas controlando a inflamação. Para isso, o médico indicará antibióticos e anti-inflamatórios a fim de acompanhar o crescimento bacteriano no interior dos intestinos.

A cirurgia também é uma opção: a ressecção intestinal consiste em remover a parte danificada do intestino e conectar as partes saudáveis.

Conheça mais sobre esta doença no artigo Doença de Crohn: sintomas e tratamento.

Colite ulcerosa

A colite ulcerosa é uma inflamação do reto e do cólon que gera em seu interior inflamação ou feridas, além de outros sintomas como:

  • Dor abdominal;
  • Dor no ânus;
  • Sangue ao defecar;
  • Febre;
  • Fisgadas e cãibras no ânus.

Tratamento

O tratamento se baseia em terapia farmacológica e cirurgia, por este motivo são utilizados medicamentos como corticoesteroides ou imunomoduladores para fortalecer o sistema imunológico.

A cirurgia elimina a colite ulcerosa através de um procedimento conhecido como proctocolectomia, que consiste na extração do reto e do cólon completamente. O cirurgião fará uma abertura de forma permanente no abdômen por onde as fezes passarão e serão coletadas em uma bolsa especial.

Câncer anal

A presença de um tumor cancerígeno na região anal pode desencadear o aparecimento de:

  • Cãibras no ânus;
  • Dor anal;
  • Inflamação na mucosa anal;
  • Aparecimento de nódulo ou tumor;
  • Perda de peso e de apetite.

Tratamento do câncer anal

Quando aparecem alguns dos sintomas que acompanham esta doença, você deve consultar um médico imediatamente. O oncologista ou proctologista determinará se trata-se de um câncer. Se realmente for isto, o tratamento será feito dependendo do estado em que estiver a lesão cancerígena.

Como evitar o aparecimento de cãibras no ânus

Se você deseja prevenir o aparecimento de cãibras no ânus, deve mudar certos hábitos como:

  • Ter uma dieta rica em fibras, assim você melhorará ou afastará a constipação.
  • Evitar o consumo de alimentos picantes, ricos em gorduras ou de alguns alimentos que possam te provocar gases.
  • É importante aumentar o consumo de líquidos, ou seja, é necessário tomar pelo menos 2 litros de água por dia.
  • Pratique exercícios físicos diariamente.
  • Cuide da higiene da região anal: não exagere no uso de sabonetes, devido ao fato de que produzem ressecamento na mucosa do ânus, isto gera o aparecimento de lesões na área.
  • Os banhos de assento são uma excelente opção para relaxar a musculatura da região anal.

Se suas incômodas cãibras no ânus não melhorarem com estas recomendações, consulte seu médico de confiança para descartar qualquer doença e começar o quanto antes o tratamento adequado.

Câimbra no ânus: causas e tratamento - Como evitar o aparecimento de cãibras no ânus

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Câimbra no ânus: causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Sistema digestivo.

Bibliografia
  • Gómez, S. R., Sánchez, P. C., & Montado, M. H. Recomendaciones en patología digestiva I. Manual de recomendaciones al alta en urgencias, 70.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Câimbra no ânus: causas e tratamento
1 de 3
Câimbra no ânus: causas e tratamento

Voltar ao topo da página