Partilhar

DICLORIDRATO DE CETIRIZINA: para que serve, efeitos colaterais, dosagem e contraindicações

 
Por Leonardo Simon. 10 outubro 2018
DICLORIDRATO DE CETIRIZINA: para que serve, efeitos colaterais, dosagem e contraindicações

Dicloridrato de cetirizina é o componente ativo de certos medicamentos utilizados para aliviar os sintomas produzidos nos processos alérgicos. Seu mecanismo de ação visa inibir a ação da histamina. Por ser um anti-histamínico de segunda geração, provoca menos reações adversas que os de primeira geração como, por exemplo, a sonolência.

Os efeitos da cetirizina são prolongados, o que permite uma dosagem mais flexível. No ONsalus lhe contamos mais sobre o Dicloridrato de cetirizina: para que serve, efeitos colaterais, dosagem e contraindicações.

Cetirizina: para que serve

A cetirizina é uma molécula que age bloqueando a ação da histamina e é por isto que é qualificada como anti-histamínico. A histamina tem um papel duplo: pode agir como hormônio ou como neurotransmissor, dependendo do tecido onde for liberada. É conhecida por ser a principal envolvida nas reações alérgicas quando se fixa no receptor H1. Os anti-histamínicos como a cetirizina agem sobre este mesmo receptor, inibindo o efeito da histamina.

Normalmente, quando a histamina age sobre o receptor H1, ativa uma cadeia de reações que vão causar a hipersensibilização de tipo 1, mais conhecida como alergia. A ação da cetirizina impedirá o aparecimento dos sintomas associados aos processos alérgicos. Segundo a Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos Sanitários[1], a cetirizina é indicada para o alívio dos sintomas nasais e oculares da rinite alérgica estacional e perene. Ou seja, este medicamento serve para aliviar temporariamente os seguintes sintomas:

  • Secreção nasal.
  • Espirros.
  • Coceira no nariz e garganta.
  • Irritação nos olhos.
  • Vermelhidão e coceira na pele (urticária crônica idiopática).

Geralmente, estes sintomas são produzidos como uma reação frente a um agente estranho que entra no corpo, denominado alergênico. Alguns exemplos são o pólen, o pó doméstico, os ácaros, os mofos e outras substâncias presentes no ar. Nas crianças a cetirizina é utilizada para tratar a rinite alérgica estacional e perene e a urticária crônica idiopática, que causa coceira, vermelhidão e lesões na pele.

DICLORIDRATO DE CETIRIZINA: para que serve, efeitos colaterais, dosagem e contraindicações - Cetirizina: para que serve

Cetirizina: dosagem e como tomar

A cetirizina é comercializada em diferentes apresentações que são todas administradas por via oral. Pode ser encontrada na forma de:

  • Xaropes.
  • Comprimidos.
  • Cápsulas moles.
  • Gotas pediátricas.

Recomendamos que você siga as instruções do seu médico na hora de tomar a cetirizina, sem aumentar nem diminuir as dosagens indicadas. Também tire um tempo para ler a bula de cetirizina, assim como a etiqueta do medicamento. Perante qualquer dúvida, consulte o médico ou o farmacêutico.

As dosagens normais de cetirizina variam de acordo com idade do paciente:

  • Para crianças de 1 a 2 anos com peso menor que 20 kg, se recomenda uma dosagem de 2,5 mg por dia.
  • Para crianças de 2 a 6 anos com mais de 20 kg se recomenda uma dosagem de 5 mg ou dividida em duas doses.
  • Para crianças de 6 a 12 anos se recomenda uma dosagem de 5 mg diários que podem ser administrados na forma de solução oral ou metade de um comprimido.
  • Para crianças com mais de 12 anos e adultos se recomenda um comprimido de 10 mg diariamente ou meio comprimido duas vezes por dia para reduzir os efeitos adversos.

Não é bom ultrapassar as dosagens indicadas. Como se trata de um medicamento ingerido via oral, é recomendado tomá-lo com certa quantidade de líquido, preferivelmente água. A ingestão de alimentos não afeta a absorção da cetirizina, por isso, se tomado uma vez por dia, pode ser feito durante o jantar e, caso se tomem duas doses, tome o medicamento no café da manhã e depois no jantar, tratando de fazer isso todos os dias no mesmo horário.

Caso seja necessário se submeter a um teste de alergia, não tome cetirizina durante os três dias anteriores ao exame e lembre-se de comentar o seu consumo com o médico. No caso de você sofrer de doenças renais ou do fígado, o médico deve ajustar a dosagem.

Cetirizina: efeitos colaterais

Muitos medicamentos causam efeitos adversos e a cetirizina não é uma exceção, embora nem todos os pacientes os apresentem. De qualquer forma, é considerado um anti-histamínico de segunda geração, o que indica que provoca menos efeitos colaterais que os de primeira geração, sendo registados muitos poucos casos de sonolência.

Além disso, devido à sua ação prolongada, permite ajustar a dosagem. Em casos em que os efeitos secundários são muito fortes, é possível repartir a dose diária em duas. Esta estratégia funciona muito bem em casos de pacientes que sofrem com sonolência ou agitação, sintomas que desaparecem ao diminuir a dosagem. Especificamente, com a cetirizina se observaram efeitos leves e transitórios. Entre os mais frequentes se encontram:

  • Sonolência e/ou fadiga;
  • Dor de cabeça, tonturas e/ou agitação (especialmente em crianças);
  • Boca seca e/ou doenças gastrointestinais (dor de estômago, diarreia ou vômitos).

Alguns efeitos secundários podem chegar a ser graves, por isso é importante suspender o tratamento e ir para a emergência se apresentar sintomas graves como:

  • Inchaço das pálpebras, lábios ou rosto.
  • Dificuldade para respirar.
  • Inflamação de mãos, pés ou tornozelos.
DICLORIDRATO DE CETIRIZINA: para que serve, efeitos colaterais, dosagem e contraindicações - Cetirizina: efeitos colaterais

Cetirizina: contraindicações

Para alguns pacientes é contraindicado tomar cetirizina, por exemplo, se a pessoa é alérgica à cetirizina, à hidroxizina ou a outros medicamentos. Como mencionamos anteriormente, a cetirizina vem em diferentes apresentações comerciais que contêm uma variedade de excipientes. As pessoas podem ser alérgicas tanto à própria cetirizina como a alguns desses excipientes. Em tais casos, recomenda-se olhar bem a bula do medicamento para verificar se você não é alérgico a nenhum dos seus componentes. Caso seja, recomenda-se não tomá-lo.

No caso dos comprimidos, estes contêm lactose - se você sofre de intolerância à lactose, não deveria tomá-los. Por outro lado, a solução oral e as gotas contêm para-hidroxibenzoato de metilo e para-hidroxibenzoato de propilo eambos geram reações alérgicas em algumas pessoas, com sintomas como dor de cabeça, mal-estar gástrico e diarreia.

Os sintomas de alergia à cetirizina incluem:

  • Dificuldade respiratória e crises de asma.
  • Dificuldade para falar ao se incharem as cordas vocais, a garganta, a língua, os lábios e o rosto em geral.
  • Erupções na pele.
  • Choque anafilático.

Da mesma forma, é importante informar o seu médico, antes de usar este medicamento, se você:

  • Sofre de alguma doença no fígado ou nos rins.
  • Sofre ataques graves de asma.
  • Está grávida ou está planejando engravidar. Se você engravidar e está tomando a cetirizina, deve ir consultar seu médico. O mesmo sucede para lactantes, já que a cetirizina passa para o leite materno.
  • Opera maquinários pesados ou dirige veículos regularmente.
  • Utiliza outros medicamentos que deprimem o sistema nervoso central como: sedativos, tranquilizantes, antidepressivos, medicamentos para convulsões ou medicamentos para dormir. Nem o antiasmático teofilina, nem anticoagulantes orais, como o acenocumarol.
  • Se ingere bebidas alcoólicas frequentemente.

Em todos os casos mencionados anteriormente, o médico aconselhará a não tomar este medicamento ou ajustará a dose para que não gerar efeitos colaterais.

Este artigo é meramente informativo, no ONsalus.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos médicos nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a DICLORIDRATO DE CETIRIZINA: para que serve, efeitos colaterais, dosagem e contraindicações, recomendamos que entre na nossa categoria de Medicação e testes médicos.

Referências
  1. Agencia Española de Medicamentos y Productos Sanitarios, disponible en https://www.aemps.gob.es/cima/pdfs/es/ft/58507/P_58507.pdf

Escrever comentário sobre DICLORIDRATO DE CETIRIZINA: para que serve, efeitos colaterais, dosagem e contraindicações

O que lhe pareceu o artigo?

DICLORIDRATO DE CETIRIZINA: para que serve, efeitos colaterais, dosagem e contraindicações
1 de 3
DICLORIDRATO DE CETIRIZINA: para que serve, efeitos colaterais, dosagem e contraindicações

Voltar ao topo da página